"Munição! Na mira! Fogo!" — Esquadrão Relâmpago Changeman

Black Kamen Rider
Kamen Rider Black

You need to a flashplayer enabled browser to view this YouTube video

Produção: Toei Company, 1987
Episódios: 51 p /tv
Criação: Shotaro Ishinomori
Exibição no Japão: Tv Asahi (23/09/1987-16/10/1988)
Exibição no Brasil: Manchete
Distribuição: Everest Vídeo
Mangá: Shonen Sunday
Disponível em: VHS

Última Atualização: 12/06/2007

A primeira vez que os japoneses ouviram falar no nome Kamen Rider foi no ano de 1971. Shotaro Ishinomori (que parece um irmão perdido do Reginaldo Rossi) criou um novo gênero dentro dos seriados tokusatsu com uma produçãozinha paupérrima, mas que na época se tornou um grande sucesso, conseguindo emplacar a impressionante marca de 98 episódios! Muitos atribuem o sucesso do primeiro Kamen Rider ao aspecto inovador que a série apresentava – um homem comum que se transformava e lutava contra monstros de tamanho igualmente humano – que contrastava com o número excessivo de seriados derivados de Ultraman, que entupia a tevê japonesa na época.

Com o sucesso, o autor foi criando mais personagens do mesmo estilo, formando uma verdadeira “família”, comparável à famosa “Irmandade Ultra”. Tal como os Ultras, a família Rider possui muitos altos e baixos, mas algumas características eram e se mantêm pertinentes a todas as séries, conseguindo mantê-las vivas ao longo dos anos. Um herói atormentado, com visual similar ao de um gafanhoto (hã… Nem sempre) que luta contra monstros emborrachados e dirige uma motoca envenenada – sonho de consumo de todo tokufã que se preze: assim é um Kamen Rider.

O excesso de fiascos produzido (como os bizarros Kamen Riders Stronger e Amazon) fez com que o gênero fosse ganhando um desgaste no decorrer dos anos 70 e 80. Com a chegada dos Metal Heroes (heróis estilo Jaspion) e o sucesso dos Super Sentais (super esquadrões como Changeman) os gafanhotos justiceiros foram ficando de lado na preferência do público. Isso até o ano de 1987.

Black! Henshin!
Com um roteiro mais denso que os demais que já houvera escrito, Shotaro Ishinomori chamou a atenção do público para a nova série da família Kamen Rider: Kamen Rider Black (Black Kamen Rider aqui ou ainda Blackman :P).
O primeiro episódio da série (intitulado “A Metamorfose”, no Brasil) é um clássico absoluto! Escrito por Shozo Uehara (conceituado cineasta japonês) e produzido pela Toei Company, esse episódio entrou pra história dos tokus como um dos (senão “O”) mais bem produzidos pilotos dos anos 80.

Black também apresenta ao público um dos melhores vilões já vistos em um tokusatsu: Shadow Moon. Além da série de tv, Shotaro se encarregou de desenhar um mangá (um bocado diferente da série) publicado na Shonen Magazine. Mas infelizmente nem tudo foram flores. No ano seguinte (1988), Shotaro e Toei Company se uniram para fazer uma desnecessária sequência direta da série com Kamen Rider Black RX. Mas falemos no momento do melhor e único Black Kamen Rider.

A história mostra o jovem Khotaro Minami (que sabe-se lá o porque virou Issamu no Brasil), lutando com todas suas forças contra a seita de Gorgom.
Em pleno aniversário de 19 anos, o rapaz e seu irmão de criação, Nobuhiko Akizuki, são sequestrados e levados ante os 3 grandes sacerdotes (Danker, Pérola e Baraon na versão brasileira) para serem operados e transformados em Black Sun (Senhor Black aqui) e Shadow Moon. Como tais, duelariam até a morte e o vencedor seria coroado Imperador Secular dos Gorgom.

Mas, no meio da operação de implante das poderosas esferas King Stone nos rapazes, o Dr. Akizuki se arrepende do pacto que fez em troca de recursos para suas pesquisas (e que resultou na morte dos pais biológicos de Issamu) e intervém na cirurgia.

Issamu consegue fugir na moto orgânica Battle Hopper e após uma alucinante perseguição dos sacerdotes pelas ruas de Tóquio, sofre uma mutação que o transforma no homem mutante… O Black Kamen Rider!

O amargo destino de um herói
Diferente dos demais seriados (todos inéditos no Brasil) o clima de suspense impera, e apesar de estarem ali os bons e velhos defeitos especiais de sempre e os monstros emborrachados, a série conseguiu chamar atenção com seu ar mais sombrio, diferente das demais. O roteiro tem altos e baixos com algumas idEias bem bobas, mas no final se saiu superior aos demais Riders produzidos até então. A concepção visual da série é magnífica pros padrões oitentistas da época. Os sacerdotes possuem apenas um capuz branco e máscaras, mas conseguem ser tão assustadores quanto qualquer vilão de um Power Rangers da vida (XD). O vilão Shadow Moon também se destaca e é considerado o melhor antagonista que já foi criado na saga dos Kamen Riders. Como esquecer o som singular de suas passadas?

A trilha sonora composta por pop japa do fim dos anos 80 é muito legal e o próprio ator que interpretou Issamu (Tetsuo Kurata) foi o cantor da abertura (aqui um João Ninguém de voz horrorosa desafinou uma musiquinha que dá vontade de vomitar :P).

Depois de ver seu pai adotivo ser morto pelos Górgons no primeiro episódio, Issamu passa a perseguir qualquer pista que possa levá-lo ao covil dos inimigos, para que assim ele tente resgatar Nobuhiko, que deixou para trás em sua fuga. Os planos dos Górgons se resumem a querer acabar com a humanidade, mas Black Kamen Rider sempre surge para impedir isso (afinal, ele é o herói né?). No decorrer da série Issamu ganha outra moto – a computadorizada e linda Lord Sector. Vivendo em companhia de sua irmã de criação (Kioko) e da namorada de seu irmão (Satie), Issamu não se perdoa por ter fugido deixando pra trás Nobuhiko.

Com a intenção de fazer com que Shadow Moon ressuscite (Nobuhiko foi posto em uma espécie de cápsula de energia vital em um estágio de metamorfose incompleto) os Gorgons sequestram Kioko para lhe sugar a energia vital. Issamu a salva, mas os sacerdotes resolvem sacrificar suas próprias vidas para derrubar o Senhor Black. Eis que finalmente surge o terrível Shadow Moon diante de Issamu e tem início o maior drama da vida do rapaz. Nobuhiko não se lembra de seu passado e só pensa em matar Black Kamen Rider. Dizem por aí que o cara até se lembrava (e em alguns momentos na série até pode-se notar isso) mas não dá pra afirmar categoricamente isso.

Depois de muita enrolação (Shadow Moon sempre evitava confrontos diretos com Black ao mesmo tempo que Issamu se recusava a lutar e acabava fugindo) se manifesta o Grande Rei dos Górgons, exigindo que seus “filhos” tenham um duelo final para sucedê-lo já que sua existência estava chegando ao fim. E tal duelo final culmina com a trágica morte de Kamen Rider. Com a ajuda do traidor Monstro Baleia, Black ressuscita e deixa de lado as tentativas de tentar fazer Shadow Moon recobrar a consciência de Nobuhiko.

Issamu finalmente chega ao covil dos Górgons e fica frente a frente com Shadow Moon, que covardemente toma o controle de Battle Hopper e tenta atropelar Issamu usando sua única “amiga” (uma vez que durante o período em que permaneceu morto, Kioko e Satie fugiram para os EUA, para não se tornarem escravas do domínio Górgon que se instaurou no Japão). Assim termina o último episódio de Black Kamen Rider exibido no Brasil. No último capítulo (inédito, mas nem tão raro de se ver na internet hoje em dia) Battle Hopper é destruída a golpes de espadadas por Shadow Moon por resistir ao seu controle. A explosão da moto faz com que o (aparentemente) invencível vilão se recolha ao interior da masmorra Górgon. Black vai atrás e finalmente derrota seu maior inimigo. Mas ainda restava o Grande Rei (que se apresenta como uma espécie de coração gigante vivo que solta… gelo seco x_x) que Issamu consegue derrotar graças ao Sabre Satã enviado por Shadow Moon num último lampejo de consciência humana como Nobuhiko. Issamu fica sozinho no mundo pois sua irmã e amiga resolveram ficar nos EUA para começar uma nova vida. E assim termina (de forma melancólica e triste) a saga do homem mutante.

Para sempre Kamen Rider Black!
Em toda linhagem da família Rider, apenas Kamen Rider Kuuga (de 2000) e Ryuuki (2002) conseguem competir com Black, com relação à qualidade (do ponto de vista de roteiro). Os fãs mais radicais ignoram o fato de RX ser uma continuação de Black, devido a quebra do clima de suspense – que deixou RX uma série mais voltada pro público infantil.

Por sorte, a Saban adquiriu “apenas” RX e o longa Kamen Rider ZO para compor o tenebroso Masked Rider (que por sinal é o nome das séries Riders em diversos países do mundo).

No Brasil, a série rendeu uma coleção muito bacaninha de brinquedos da Glasslite (que era sócia da Everest na época, e bateu o pé querendo trazer a série pro Brasil, enquanto o Sr. Toshi, dono da distribuidora, queria Patrine XD), um LP (com canções adaptadas de uma forma assustadora e uma tal de língua do P que faz você querer dar um tiro em seus tímpanos!) e figurinhas num álbum que reunia os tokus da época pós Jaspion.

Sobre os boatos que cercam o último episódio (entitulado “O último dia de Gorgon”), existe uma explicação no mínimo curiosa, dada pelo próprio Toshihiko Egashira, que trouxe Black pra cá: as séries com um número ímpar de episódios sempre ficavam com o último episódio “preso” pelos japoneses, pois cada fita master vinha com 2 capítulos. E como a importação de um único episódio era tão complicada/cara, Toshi deixava pra lá o último capítulo (grande respeito com os fãs, né?).

Mesmo assim, existem pessoas que juram com a vida que viram o último episódio sendo exibido na Manchete num dia de domingo, quando a série cumpria o papel de tapa-buraco na programação… Eles devem ter cheirado alguma coisa…

Black Kamen Rider (Blackman é o caramba!) merece figurar no “altar” dos grandes tokus exibidos no Brasil, e merece (tanto quanto Jaspion) um dia ser lançada em DVD – como o clássico National Kid. Mas completa, porque ninguém merece ver o Shadow Moon tentando matar o Black com a Batlle Hooper e não saber como termina a situação!

Checklist Episódios
01 – A metamorfose
02 – A festa dos monstros
03 – O mutante das galáxias
04 – Experiência maquiavélica
05 – A peste das trevas
06 – A guerra dos computadores
07 – A regeneração de Battle Hopper
08 – O poema do demônio
09 – As façanhas de Madame Pérola
10 – Os rebeldes
11 – Tempestade negra
12 – Máquina lendária
13 – O rapto das mães
14 – O desaparecimento dos peixes
15 – A escola em perigo
16 – Amigos pra valer
17 – Sonho de infância
18 – O imortal das trevas
19 – Armadilha satânica
20 – O túmulo de Kamen Rider
21 – Duelo das máquinas
22 – Sombra negra
23 – O monstro de duas cabeças
24 – Pesadelo sem fim
25 – Máquina combate
26 – A possuída
27 – No fio da navalha
28 – O amuleto dourado
29 – Boneco assassino
30 – A misteriosa Lana
31 – A força do comando jovem
32 – Febre alucinante
33 – Eu venci o mundo!
34 – A ressurreição de Shadow Moon
35 – O herdeiro imperial
36 – O nascimento dos sacerdotes
37 – Nos céus de Yubari
38 – Conspiração negra
39 – Ídolo fatal
40 – O segredo do Karateca
41 – O ladrão do tempo
42 – Congresso dos monstros
43 – Paraíso subterrâneo
44 – Dimensão do mal
45 – A esfera solar
46 – O inimigo das sombras
47 – A morte de Kamen Rider
48 – A Terra há de vencer
49 – O último dos sacerdotes
50 – Quem é o Grande Rei ?
51 – Gorgom Saigo no Hi


Enviar para um amigo
Imprimir
Larc
Larc é editor do JBox e queria pular dentro de um fosso para sair no passado e esquecer os problemas da vida moderna...

28 Comentários

  1. #1
    Masanori:

    Bom, eu gostava muito da séire do Black Kamen Rider. Mas enquanto último episódio não passava mais no Brasil desde nos anos 90, somente eu assisti no site do youtube. Mostrava o duelo contra o Black Rider e Shadow Moon em O ultimo dia de Gorgon, exibido no Japão em 1988. Foi bem antes da chegada do RX.

    Masanori.

  2. #2
    Felipe:

    KAMEN RIDER BLACK foi melhor q RX,ele é verde e preto tinha q ser só preto.E se alguem tiver noticias q o Japão possa um dia enviar um box completo da série não deixem de avisar.Valeu.

  3. #3
    deni:

    Foda tua matéria, só uma uma observação… hoje quando olho acho um tanto tosco,
    ainda sim, mostrei para o meu filho de 6 anos e o moleque adorou. Assiste com o mesmo
    entusiasmo que eu assistia quandi tinha a idade dele. Tá viciadão.

  4. #4
    Alessandro:

    Kamen Rider Black sendo tosco ou não, cheio de “defeitos especiais”, ainda continuo gostando, como Jiraiya, Jaspion, Jiban etc. Tenho todos os dvds do Black, com o último episódio legendado. Espero que lancem esta série em dvd original, que eu vou comprar do mesmo jeito.

  5. #5
    Felipe:

    Onde eu encontro o mangá do Kamen Rider Black (de preferencia em português).Grato!

  6. #6
    Flávio Antonio de Souza:

    Excelente matéria…porém apenas faltou citar que o Black teve dois “movies” (que pra variar não sairam no Brasil…pelo menos não oficialmente claro..rsrs…)… os seus respectivos nomes são: Filme 1 – Rápido Para Onigashima (Hurry to the Island of Devil) e Filme 2 – Terror! O Museu dos Monstros do Mal (Monster Mansion)….

    O primeiro não é tão legal assim…mas têm o que chama a atenção é o ator Tetsuo Kurata cantando mais uma música além do tema de abertura da série…

    O segundo filme é melhorzinho e além de uma luta bacana contra o Shadow Moon têm a participação do ator Akira Ishihama que fez o Dr Tokimura no Comando Estelar Flashman em 1986… :)

    Uma dúvida…sei que ela é sobre o RX mas não consegui postá-la na materia correspondente… até hoje eu pensava que o Kamen Rider Rx possuia apenas um Movie (claro que teve aquele movie de “transição” depois do final do Black para o inicio do RX contando toda a historia de todos os Riders e com alguns trechos do primeiro episodio do RX…mas creio que não conta…)… masa agora pouco li no Wikepedia que existiram dois Movies do RX…

    O único que eu conhecia é até citado na sua matéria do RX (Kamen Rider Black RX: Stay In The World) mas segundo o link abaixo teve um outro que não acho nada dele na net (Kamen Rider Black RX: The Last Gorgom)…

    Alguém já viu ele por ai? Não estou confundido com aquele especial de TV que fizeram para o Black onde dois apresentadores liam “cartas” dos fãs….tô falando do RX mesmo….estranho pq até hj eu só sabia de um Movie dele… :(

  7. #7
    Flávio Antonio de Souza:

    Ah esqueci de colocar o link onde vi falar desse “movie misterioso do RX”…segue abaixo pra ninguem dizer que to doido…rsrs…

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Kamen_Rider_Black_RX

  8. #8
    André:

    Excelente matéria! Mesmo com todas dificuldades técnicas e de efeitos especiais da época, Black Kamen Rider possui um ótimo enredo! Se este seriado pudesse ser refeito com a mesma seriedade de enredo e com os efeitos especiais de hoje, iria fazer um enorme sucesso pelo mundo. Quero agradecer pelos comentários adicionais do Flávio Antonio de Souza.

    Valeu!

  9. #9
    THIAGO NUNES:

    ÓTIMA MATÉRIA… SOBRE UM POSSÍVEL CONSCIÊNCIA DE SHADOW MOON, ELA FICA EVIDENTE NO EPISÓDIO EM QUE ELE APARECE NA ANTIGA CASA DO CLÃ AKISUKI, E FALA PARA SATIE E KIOKO QUE DESEJA QUE ELAS FUJEM, POIS O ELE VAI MATAR O SENHOR BLACK. ACREDITO QUE ELE TINHAS MOMENTOS DE SOBRIEDADE… UMA OUTRA QUESTÃO: QUANDO IMAGINAVAM UM SUPOSTO CONFRONTO ENTRE OS DOIS ANTES DE SHADOW MOON SURGIR, APARECIA A IMAGEM NUMA PENUMBRA DE DOIS BLACKS LUTANDO? FICOU MEIO ESTRANHO, POIS DEPOIS SHADOW MOON APARECE COM ESTILO PRÓPRIO. MAS DESDE JÁ É A MELHOR SÉRIE TOKUSATSU, SÓ ABAIXO DO METALDER! EU ASSISTO SEMPRE, POIS COMPREI O DVD COMPLETO DA SÉRIE! ABRAÇOS smile

  10. #10
    Bacon:

    Nunca fui fã de Kamen Rider, mas de fato Black marcou. smile

  11. #11
    Kaji-san:

    Faltou comentar sobre o tal do Birugenia(Tauros aqui no Brasil), mas de resto a matéria ficou legal(e engraçada xD)

  12. #13
    JM Scott:

    Sem sombras de dúvidas a melhor série Kamen , cara dá pra chorar no final e tudo já assisti a mesma 2 vezes e não me canso , fato que dificilmente faria com RX cujo vi uma vez só e já me dei por satisfeito…

  13. #14
    diogo:

    É uma obra prima dos tokus…mas KR Kabuto, KR Blade e Agito são ótimas séries do gênero que merecem respeito…Ryuki achei infantil..

  14. #15
    Dark Rock X:

    Pra mim o Black foi um dos melhores,se não o melhor Kamen Rider que existiu e a respeito do final da série eu pude assistir na web…sobre o a imagem de dois Blacks lutando antes de Shadow Moon aparecer em sua forma definitiva,eu acredito que a Toei até então não tinha idéia de como seria o Shadow Moon, que graças a deus ficou com um visual diferenciado…o que eu não gostei foi dele ter levado apanhado do W e dos outrs KRs no filme do Decade, eles deviam ter deixado essa honra pro Black ter dado o Rider Kick (Golpe Louva-a-deus) final…Podem vir os Masked Riders, os Kamen Riders Dragon Knight da vida, mas Black e outros KR japoneses são e sempre serão imortais aos olhos dos fãs.Henshin! Kamen Rider Black! Forever!!!

  15. #16
    Pablo:

    o Black Kamen Rider foi sem sombra de duvidas um dos melhores seriados que eu ja assisti só quem vivenciou aquela época sabe e BEM do que eu me refiro….
    afinal quem numca fingiu ser o Kamen Rider??rsrs
    Confesso que eu sempre quis ser o Shadow Moon abraçoss….

  16. #17
    Rodolfo:

    Cara, pela pouca memória que me resta daquela época, eu lembro sim de ter assistido pela TV, o Shadow moon destruído a moto verde…agora em qual dia e horário, já é demais.

    Você devia manter o nível de sarcasmo como nessa matéria, quando você não gosta de escrever ou do próprio seriado, fica evidente e torna a leitura chata.

    Abraços

  17. #18
    kabuto:

    Para mim nao houve nem havera outro Kamen Rider como O SenhorBlack,otimas cenas de lutas sem contar as musicas da serie que gosto e todo dia as escuto.Exelente post meu velho.SAYONARA (^_^)smile

  18. #19
    Francisco Junior:

    Bela sinopse sobre KRB,que é uma bela serie que estou assistindo no momento.Só achei muita maldade comparar o visual com Power Rangers.smile

  19. #20
    Issamu Miname:

    Só uma correção. No ultimo episodio, nao foi Shadow Moon que deu a espada satanica pro Black Kamen rider, e sim, que a espada era pra ser do sucessor de Gorgon e como Rider tinha matado Shadow Moon, ele tinha se tornado o sucessor e tinha direito de usa-la.

  20. #21
    galego:

    Alguém sabe onde conseguir o último episódio de Black Kamen Rider?

  21. #22
    Francisco Carlos:

    smile Gente esses jovens de hoje não tem infância, pois esses seriados eram demais, sem exceção de nenhum, Jiraya, Jiban, Changeman, etc. Já foram os melhores filmes japoneses, muito bom lembrar aquela época, tenho mais de 30 anos, mais ainda me emociono assistindo-os.

  22. #23
    Isac:

    Kamen Rider Black mostra que é possível produzir um tokusatsu com criatividade, bom enredo/roteiro maduro sem ser melodramático e deprimente como foi o Metalder. O tema do seriado continua instigante e atual (me refiro a ideia de uma corporação oculta que manipula o mundo) de maneira subliminar. É isso que é bem raro, especialmete hoje: a combinação de realismo e fantasia. Kamen Rider Black é uns dos melhores(talvez até mesmo o melhor) tokusastsu de todos os tempos!

  23. #24
    Paulo:

    Salve !!
    Poxa eu curti demais , assisti varias vezes e olha que estou com 32 anos . Até meu sobrinho de 8 anos curte demais .
    Pena que o final é muito triste e ver a Battlehoper morrer corta o coração =/ .
    Tipo é ela que ressurge no Rx né , mas então ele deveria ter falado Battlehopper e não Acrobata , quando a moto resurgiu !
    Hehehe deixando de conversa fiada , Black Kamen Rider ainda hoje é um tokusatsu espetacular !!

  24. #25
    Aramis Lupin III:

    Bom, depois de lançar o especial dos 10 Kamen Rider reunidos (exibido no Japão, no dia 3 de janeiro de 1984), vem o Black Kamen Rider, teve uma continuação desta série chamado Kamen Rider Black RX, teve um encontro com o Shadow Moon e os 10 antigos Kamen Riders, também.

  25. #26
    Arcângelo:

    Nos anos 80 as séries tinham pouco efeitos (pouca qualidade) e mais história, então o foco era mais no enredo. Por isso Black é um dos melhores tokus já feitos.

  26. #27
    Masanori:

    Quem sabe na página da revista Mundo Estranho, tem o Retrato Falado; Shadow Moon (Nobuhiko Akitsuki / 1968-1989). Ele é o maior inimigo do Black Kamen Rider que apareceu na série japonesa.

  27. #28
    Erick:

    smile
    Gosatria de que fizessem um kamen rider igual ao black poi s os kamen rider de hoje não sejam aos pés dele

Trackbacks:

Deixar um Comentário

(não será publicado) (obrigatório)
Caretinha:
smilewinkwassattonguelaughingsadangrycrying

 

 

Como coloco meu próprio avatar? ▼





social
publicidade
colunas
resenhas
artigos
checklists
jboxtv
social
  • Olha só o que chegou pra gente: Yu Yu Hakusho Vol 1, da JBC! Calma que logo vocês também conhecerão o outro mundo...
mediacenter
JBOX
Vídeo: Teaser da 2ª Temporada de Tokyo Ghoul
Adicionado:
13 de outubro de 2014
JBOX
Vídeo: Novo Trailer de Dragon Ball Xenoverse
Adicionado:
20 de setembro de 2014
JBOX
Vídeo: Novo Making of da Dublagem de A…
Adicionado:
11 de setembro de 2014
 
enquete

Qual desses animes você compraria se fosse lançado em DVD?

Loading ... Loading ...
maiscomentados
twitter