Games: Sony Fala do Playstation 3

Dois executivos da Sony andaram falando pelos cotovelos nos últimos dias, e as declarações começaram a repercutir entre os fãs de games. Shuhei Yoshida, presidente da Sony Studios soltou uma pérola: segundo ele, as vendas do Playstation 3 não decolaram no Japão (e no resto do mundo) porque as game houses japonesas não têm capacidade de criar jogos que chamem atenção do público e alavanquem as vendas. Cá entre nós, realmente o PS3 está precisando de jogos de peso, mas Yoshida se esquece que produzir um jogo para o console custa quase o mesmo que um filme hollywoodiano tamanho os gastos, e como o sistema não têm uma base muito grande instalada, não é ficanceiramente compensador para as empresas de criação. É um circulo vicioso: não há grandes jogos porquê a base de consoles é pequena, e a base é pequena porquê não há grandes jogos…

Scott Steinberg, vice-presidente de marketing da Sony foi mais feliz (e muito modesto!) em alguns comentários publicados em seu blog. Segundo o executivo, é questão de tempo até que o PS3 tome a dianteira e se torne líder da nova geração. Scott confia no poder do aparelho que é capaz de rodar jogos mais potentes que os disponíveis hoje no mercado, devido a sua altíssima tecnologia de processamento, bem maior que a de seus concorrentes. Além disso, revelou que atualmente a Sony trabalha em alguns games próprios que com certeza se tornarão blockbusters e deixarão os concorrentes comendo poeira.

Enquanto os chefões da Sony jogam conversa fora, a Microsoft e a Nintendo riem a toa vendendo consoles e jogos igual revista de mulher pelada no pátio de presídio. Tá na hora de começar a falar menos e trabalhar mais. Mostrar pra que veio, né?

Publicidade
close