Resenha: Golgo 13 Volume 1 – Editora JBC

JBC apostando em mangá adultos!

O mangá Golgo 13, lançado no início do ano pela JBC é na verdade parte de uma coletânea de 13 volumes da VIZ, sendo que no Brasil apenas 3 edições foram confirmadas, havendo a possibilidade de ser extendida caso venda bem. É uma pena que não siga o original japonês, mas concordo que brasileiro quase nenhum ia comprar algo desse tamanho.

Depois da trágica tentativa da Panini de lançar seinens e da quase falência da Conrad que também investia esporadicamente no gênero, sinceramente tinha perdido as esperanças de ver mais títulos desse tipo por aqui. Ver a JBC apostando em material mais adulto é animador, principalmente pela segurança de que não vai ser cancelado depois do primeiro volume, né Panini?

Criado por Takao Saito, Golgo 13 é um dos mangás mais importantes do Japão com seus  mais 150 volumes publicados ao longo de mais de 4 décadas. A primeira aparição de Golgo foi em 1969 na antologia Big Comic. Como mencionado anteriormente, trata-se de um seinen, mais especificamente um genkigá – mangás com temática adulta de forma mais realista, abordando a podridão da sociedade e seus conflitos.

No caso de Golgo ele mostra a Guerra fria e os interesses que a circundam. O autor usa constantemente histórias ou pessoas reais como parte dos roteiros. Nessas histórias ele aborda o psicológico humano, os valores, motivos e objetivos que levam os clientes a requisitarem o trabalho do assassino. É constante a presença da CIA e KGB.

Golgo 13, G13 ou ainda conhecido pelo pseudônimo Duke Togo, é um assassino de aluguel. Não se sabe sua idade ou local de nascimento. Na verdade ele nem sempre é um protagonista, mas um coadjuvante que interliga as diversas histórias. Sua moral é deturpada pela situação de guerra e o necessidade de sobrevivência. Em algumas passagens ele aparece como um herói, principalmente por questionar os motivos de suas vítima e trabalhar aparentemente pelo “bem maior”, mas em outras ele é completamente imoral e egocêntrico. Ao contrário de outros espiões famosos na mídia, Golgo 13 não é nem um pouco simpático, ao contrário, é um durão de poucas palavras e de cara fechada.

Não é engraçado, não tem romance, não tem ação, são páginas e páginas de diálogos e desenvolvimento da trama através de memórias. Não é uma obra voltada para adolescentes, mas sim para um público mais maduro. Geralmente a resolução do caso (ou seja a morte do alvo) ocorre rápido em meia dúzia de páginas. As histórias são organizadas em capítulos e são bem grandinhas. No volume 1, por exemplo, são apenas 2.

Esse mangá foi baseado no estilo de quadrinho Europeu, o que explica várias características do mesmo. Como o traço mais real, investindo nas expressões, rostos e corpos dos personagens. Eles tem narizes (não riscos), cicatrizes, dobras de pele próprios como uma caricatura. Cada personagem é único e inconfundível. É um estilo totalmente diferente dos mangás que estamos acostumado a ver por essas bandas.

Quanto a qualidade da versão brasileira, a tradução e revisão estão perfeitas. A edição também está bem feita com fontes muito bem escolhidas e claras, está realmente muito bom. No máximo posso reclamar da horizontalidade das legendas das onomatopéias, principalmente as compridas como “rrrrrrrmmmmmm”. Acho que ninguém precisa de uma coisa desse tamanho no meio do quadro para entender o som, um “rrmmm” basta. Também senti falta de um pequeno glossário explicando os lugares, pessoas e situações que podia muito bem ter sido colocado no lugar das páginas de propaganda.

A JBC lançou o mangá com o selo Graphic Novel, capa mais resistente e bonita, orelhas e folhas brancas. Não é todo esse “luxo”, mas bem melhor que o oferecido normalmente. Aproximadamente 170 páginas por 19,90.

É um disperdício de dinheiro para qualquer um que ache que mangá é só coisa para adolescente. É o tipo de teor que eu não me surpreenderia se fosse lido pelos nosso pais. É um show de cultura, história e reflexão moral. É uma ótima pedida para quem quer conhecer melhor a cultura japonesa de mangás.

Espero que esse título seja bem aceito por aqui e que a editora traga mais!

Título: Golgo 13 Volume 1
Editora: JBC
Autora: Takao Saito
Formato: 13,5 x 20,5 cm, aproximadamente 200 páginas.
Preço: R$ 19,90

Publicidade
close