Resenha: Shinshoku Kiss Volumes 1 e 2 – Editora NewPOP

Mangá com romance e drama sobrenatural.

O mangá Shinshoku Kiss da autora Kazuko Higashiyama, foi originalmente lançado na revista Spica da editora Gentosha em 2004. Possui ao todo 10 capítulos divididos em 2 volumes. Foi também publicado nos Estados Unidos pela TokyoPop, na Rússia pela Comix-ART e agora no Brasil pela NewPOP. A autora é a mesma de Tactics, produzido em conjunto com Sakura Kinoshita (cujo mangá Alice será lançado em breve também pela NewPOP).

O título significa “beijo usurpador” e trata-se de um josei bem leve (não é shoujo, viu NP?), com muito sobrenatural, fantasia e uma pitadinha de romance e comédia non-sense. A história gira em torno da sonhadora Kotoko, uma garota esforçada, que deseja com todo o seu coração fazer bonecas tão lindas quanto as de seu ídolo Fool. Por causa disso a garota esforça-se diariamente tirando fotos de pessoas bonitas – não só de rosto, mas de corpo também – além de participar de todos os concursos que pode.

Durante uma de suas “caçadas” em busca de modelos, acaba encontrando um rapaz sentado num banco de praça carregando um buquê. Kotoko fica impressionada com as mãos, o rosto delicado e indiferente e decide tirar algumas fotografias. Ao chegar perto do rapaz algo a repele dele. Ainda assustada e confusa com o que acabou de acontecer se vê sendo raptada pelo belo homem!!

Kotoko é levada (à força) para uma casa, onde é mantida prisioneira (com muito esforço por parte do sequestrador). Outro jovem entra em cena, o “moço de óculos”, a princípio seu salvador, mas logo ela descobre que ele é igualmente maníaco! Ele lhe oferece (ou seria convoca?) um emprego, o que ela nega sem pestanejar. Isso não agrada os raptores que, enquanto a gorota foge desesperada, adverte que, se ela não aceitar trabalhar para eles, morrerá!

Kotoko não leva nem um pouco a sério, e mais tarde estranhas ligações e ameaças são feitas. Surpreendentemente todas começam a acontecer, o que faz a garota perceber que o negócio é sério. Decidida a resolver as coisas, Kotoko vai até a casa de seus ex-sequestradores. A garota acaba sem alternativas, é morrer ou trabalhar, e desesperada ela aceita a proposta. E assim o jovem de óculos se revela ser “Fool” seu ídolo! O acordo acaba sendo selado com um beijo.

A partir de agora Kotoko trabalha para Fool, aprendendo e aperfeiçoando suas habilidades de fazer bonecas… Mas esse é só o começo, algo nela parece ter mudado, ao invés de fotos, agora basta um beijo para capturar as qualidades de seu modelo, um beijo usurpador (Shinshoku Kiss)! Kotoko começa a se perguntar por que ele precisa dela. E mais mistério entra em cena quando ela ouve falar de uma boneca chamada “Star” cujo olhar destrói as pessoas.

O trabalho da NewPOP ficou bom, embora eu tenha encontrado algumas onomatopeias ignoradas. Também não gosto da fonte deles, em todo caso é fato que há uma simplificação delas, muitas diferenciações são feitas apenas com negrito e itálico, o que desaprovo… A encardenação ficou com páginas cinzas (papel brite) – podia ser off-set que nem os volumes únicos – e capa cartonada.

Esse mangá é uma mistura entre romance e drama com um leve non-sense sobrenatural.

Título: Shinshoku Kiss
Editora: NewPOP
Autora: Kazuko Higashiyama
Formato: 12,7 x 18,9 cm, 200 páginas aproximadamente.
Preço: R$ 10,00

Publicidade
close