Mais Informações sobre os DVDs de Dragon Ball

Saiba mais sobre um dos lançamentos mais aguardados (e polêmicos) do ano!

Anunciado desde 2009, o lançamento de Dragon Ball em DVD é sem dúvida um dos acontecimentos mais aguardados pelos fãs brasileiros de animação japonesa. A PlayArte está disponibilizando a partir de hoje (20/04) os volumes 1 e 2 da série e já existe previsão para a chegada de novos discos no mês de julho.

Embora Dragon Ball seja o anime mais popular da televisão brasileira nos anos 2000, o lançamento da PlayArte foi recebido com fortes críticas por grande parte dos fãs de Goku e cia. Motivo: o formato adotado pela empresa, que disponibilizou em cada DVD apenas 3 episódios da série. Além disso, por ser um anime bastante extenso, todos estavam na expectativa do lançamento de boxes assim como feito com Os Cavaleiros do Zodíaco,  Yu Yu Hakusho e Naruto.

Segundo a PlayArte a opção pelo formato avulso foi para dar ao consumidor a chance de comprar os DVDs com um preço mais acessível por volume, já que o investimento nos boxes acaba sendo bem maior – e o preço final consequentemente acompanha.

Com relação à quantidade de episódios, a empresa não quis abrir mão da versão remasterizada e sem cortes (a mesma disponível no mercado internacional) para o lançamento, e diferente dos discos de Naruto e One Piece, os DVDs não possuirão dupla face (lados A e B) reduzindo assim o risco de danos ao produto, além dos mesmos terem impressão (label) na face superior.

Como por mais de 6 capítulos por mídia em um só lado comprometeria a qualidade, a solução encontrada foi colocar 3 episódios remasterizados em japonês sem cortes e legendados, juntos dos 3 episódios com a versão dublada editada, a mesma exibida na tv.

A distribuidora também nos esclareceu que as capas finais são as mostradas abaixo, conforme solicitação do público e recomendação da própria Toei.

Ciente do potencial e popularidade da série, a empresa está trabalhando para desenvolver um produto com a melhor qualidade possível levando em conta é claro, a realidade do mercado brasileiro.

Publicidade
close