Resenha: Alice no País das Maravilhas Volume Único – Editora NewPOP

Obra é fiel ao livro original.

 

Alice no País das Maravilhas (Alice in Wonderland – Fushigi no Kuni no Alice) é o mais recente lançamento da editora NewPOP. Trata-se de uma obra de Sakura Kinoshita, conhecida por Mythical Sleuth Loki (exibido no Animax) e Tactics (em conjunto com Kazuko Higashiyama, autora de Shinshoku Kiss).

Na verdade a versão em volume único da NewPOP engloba dois livros: o Alice in Wonderland (Fushigi no Kuni no Alice), com cerca de 70 páginas, que representa o mangá em si e o Alice in Wonderland – Picture Book (Fushigi no Kuni no Alice – Oogatahon), parcialmente incluído, originalmente com 62 páginas, onde são mostrados rascunhos, extras e textos da autora. Ambos foram lançados no final de 2006.

Como todos já sabem, essa obra é baseada no livro Alice in Wonderland do britânico Lewis Carroll. Acho que todos sabem da história de Alice já que a mesma inspirou e inspira diversas adaptações, como o desenho da Disney, o recente filme do Tim Burton, livros e mangás. Mas quanto mais você conhece as adaptações, mais longe você fica da obra original. Alice que estamos acostumados passa e longe da Alice original. Será que você sabe realmente a história da menina?

Nos extras a autora diz que aceitou fazer o mangá com o objetivo de mostrar a verdadeira Alice, a original de Carroll, para todos aqueles que nunca leram o livro. E de fato a obra foi toda produzida sempre se atentando à fidelidade ao original, desenhando sobre todos os capítulos e todas as passagens. Talvez você até sinta falta de um ou outro personagem, como os irmãos Tweedledum e Tweedledee ou a história da Morsa, do carpinteiro e das ostras, presentes no filme da Disney, mas que na verdade são personagens da continuação.

Além da fidelidade, essa versão evidencia e destaca as situações mais malucas e engraçadas da história. O que torna o mangá super hilário e descontraído, sem que isso comprometa de forma nenhuma o objetivo primário da autora.

Com um tema tão manjado e tão batido, é realmente difícil produzir algo diferente, e por ter conseguido, a autora merece nossos parabéns. É realmente uma obra muito interessante, embora convenhamos que o lançamento dela por aqui é influenciado pelo filme do Tim Burton (=P).

Somado a isso, o mangá é todo colorido a mão, o que dá a obra um toque especial e único! Também com páginas brancas e capa cartonada com orelhas, fechando um bom acabamento.

A tradução e revisão também estão boas, vale a pena destacar o cuidado em manter os termos e nomes dos personagens iguais aos do livro de “Alice no País das Maravilhas” em português. A edição também não está ruim, só desaprovo a simplificação das fontes (para negrito, itálico, etc), mas talvez eu que seja muito exigente.

Quem quiser dar uma checada no original, a editora liberou duas páginas e encontrei mais 4 na internet, que você pode acessar neste site.

Realmente um ótimo lançamento que merece um lugarzinho especial na sua coleção.

Título: Alice no País das Maravilhas
Editora: NewPOP
Autora: Sakura Kinoshita
Formato: 15 x 19 cm, 80 páginas (64 páginas coloridas).
Preço: R$ 12,00

Publicidade
close