Editora Nova Sampa Publicará Mangá Vagabond

Não é pegadinha!

vagabond

Por essa ninguém esperava: a Nova Sampa anunciou que trará de volta ao Brasil no próximo ano o mangá Vagabond, de Takehiko Inoue, publicado anteriormente pela Conrad e que desapareceu das bancas devido à crise que a editora enfrentou no final da década de 2000.

O que mais chama atenção é que a Sampa dará continuidade à versão definitiva do mangá a partir de onde foi paralisado por aqui, ou seja, do volume 15 (atualmente o mangá se encontra na edição 36 no Japão) e já anunciou que cada número sairá por cerca de R$40,00.

Agora pensemos: se por um lado continuar a numeração de uma obra cancelada há 7 anos atrás é uma ótima notícia para quem a acompanhava, por outro é um tiro no pé, já que não atrairá novos leitores, fato que poderia ser corrigido caso houvesse a (re)publicação dos primeiros volumes, como a Panini vem fazendo com One Piece e a JBC fez com Evangelion.

Fora isso, é de se pensar que Vagabond não tivesse uma vendagem expressiva por aqui (tanto é que foi cancelado pela Conrad e não voltou como Battle Royale e Episódio G) e como muita gente que comprava na época provavelmente desitiu de acompanhá-la nos últimos anos, fica a dúvida se realmente a Sampa irá acertar caso trabalhe apenas dando continuidade ao título.

É bom lembrar que, mesmo sendo uma edição definitiva, R$40,00 fará de Vagabond o mangá mais caro em publicação no Brasil.

Para os que acompanharam na época da Conrad sem dúvidas é uma ótima notícia, afinal, trata-se de um título de peso e que mostra a arte de Inoue no seu auge. Mas “mercadologicamente” falando, o negócio pode não ser tão promissor.

Esperamos estar errados.

Vagabond começou a ser publicado na antologia seinen Weekly Morning em 1998 e conta até o momento com 36 volumes encadernados, estando, segundo o autor, eu sua reta final.

A obra conta de uma maneira própria a trajetória de Miyamoto Musashi, fazendo uma adaptação livre do livro mundialmente famoso escrito por Eiji Yoshikawa.

[Via Chuva de Nanquim]

Publicidade
close