Criador de Evangelion diz que o anime está “morrendo”

Hora da polêmica.

hideakiannoeva-banner

Volta e meia algum badalado artista japonês solta uma premonição pessimista acerca do mercado de animação oriental. A “polêmica” da vez foi solta por Hideaki Anno, que todos nós conhecemos como o responsável pelo cult Neon Genesis Evangelion.

Em entrevista à agência de notícias russa RIA Novosti, Anno disse que é uma questão de tempo para o anime como vemos hoje entrar em declínio e morrer de vez, algo numa variável de 5 a 20 anos.

A animação japonesa está em declínio, já atingiu o pico. Depois de um um colapso, provavelmente haverá um ressurgimento“, disse. A dúvida de Anno é se as pessoas vão de fato esperar por isso. “Eu não acho que a animação vai desaparecer, mas talvez possa não haver as condições que existiram até agora que levaram à criação de filmes interessantes.

O animador destaca também outros aspectos como a economia e a demanda de profissionais no Japão. Demais países da Ásia parecem despontar bem para o mercado, investindo cada vez mais em produções próprias, ao passo que também enriquecem mais que a Terra do Sol Nascente.

Citando uma visita recente a Taiwan, Anno percebeu uma energia e vontade apaixonante dos animadores daquele lugar, coisa que não acontece no Japão, onde os profissionais do ramo estão meio que agindo por inércia. Ele vai além e enxerga uma inversão do jogo: “O Japão só vai deixar de ser o centro da animação mundial. Talvez em cinco anos, Taiwan será um centro deste tipo.

Para encerrar, a salvação da animação japonesa estaria em uma renovação no modo de produção e apresentação. Para Anno, ela precisa ser mais flexível e absorver técnicas mais modernas como a computação gráfica para tornar o anime interessante em um novo ambiente. O modelo de negócio atual simplesmente não se sustenta e, se não for mudado, será o principal fator para o esgotamento do estilo.

E você, concorda com a profecia de Anno? O que está faltando pra curar a mesmice dos animes atuais?

[Via Kotaku]

Publicidade
close