Novo mangá de Supercampeões contará infância de Oliver

Com novo anime na TV, chegou a hora de Yoichi Takashi espremer o que der de seu eterno sucesso.

Yoichi Takahashi (uma espécie de irmão perdido do Kurumada, só que mais esforçado) já tem novas páginas de “Supercampeões” em vista, mas dessa vez focando no pequeno Oliver Tsubasa. Captain Tsubasa Shounen-hen (que pode ser traduzido como o “Capítulo da Infância”) será um spin-off que narrará o dia dia do pequeno aspirante a jogador de futebol, pegando carona no remake animado e mais uma comoção em volta da Copa do Mundo de Futebol.

supercampeoes-shonenhen-anuncio

O mangá começa a ser serializado na revista Grand Jump Premium a partir do 25 de abril. Esse não é o primeiro e dificilmente será o último spin-off em mangá, já que após a série original (que rendeu 37 volumes encadernados entre 1981 e 1988), ao menos 9 títulos entre continuações e one-shots foram publicados.

[Via Anime News Network]

Novo anime

A nova série animada de Supercampeões (nomeada dessa vez apenas como Captain Tsubasa) tem estreia marcada também para o mês de abril na TV japonesa. A animação está a cargo do estúdio David Production, que todos conhecem por animar recentemente outra obra dos anos 1980: JoJo’s Bizarre Adventure. Na América Latina, a Televix já garantiu os direitos de distribuição. Confira o trailer logo abaixo.

No Brasil

Os brasileiros conheceram Supercampeões em 1997. Naquele ano, a extinta Rede Manchete estreava o que seria o último anime de sua história. Super Campeões (grafado com as palavras separadas) foi trazido pra cá através da empresa espanhola Samtoy, a mesma d’Os Cavaleiros do Zodíaco, e ganhou dublagem no também extinto estúdio paulista Gota Mágica – dublagem essa cercada de “pérolas” que a tornaram negativamente memorável. Porém, a série que assistimos na verdade foi um remake, Captain Tsubasa J, produzida no ano de 1994 e cancelada sem uma conclusão.

Anos mais tarde, o segundo remake da série, Captain Tsubasa Road to 2002, chegou por aqui inicialmente em DVD em um projeto audacioso do Studio Gábia. Por vários motivos o negócio não deu certo (a pirataria foi um deles) e o lançamento não foi além do 2º volume. Pouco depois, o Cartoon Network comprou a série completa e a dublagem do restante dos episódios foi mantida no Studio Gábia, que repetindo o histórico da Gota Mágica, cometeu uma incontável lista de deslizes. A série também foi exibida na TV aberta pela RedeTV!, em uma parceria com a Swen Filmes e a Focus Filmes – que lançou novos DVDs que também não cobriram a série inteira.

Pra fechar, tivemos também um mangá “primo” de Tsubasa. De surpresa, a Nova Sampa lançou durante o evento Anime Friends do ano passado os dois volumes de Pride: O Supercampeão, outro mangá de futebol do mesmo autor da turma do Oliver. Com uma edição controversa, até o momento não houve sinal da publicação dos outros dois volumes que encerram a obra.

Falamos da passagem de Supercampeões no Brasil em três edições do TriviaBox, que você pode conferir abaixo.


Publicidade
close