Mangá do Jaspion: Editora JBC publicará obra em parceria com Sato e Toei Company

Iniciativa tem roteiro de criador dos Combo Rangers.

A comemoração aos 30 anos de Jaspion no Brasil segue firme com um anúncio surpreendente da Sato Company junto à Editora JBC. Com devida autorização da Toei Company, está em produção um “mangá” nacional do herói.

Os quadrinhos de O Fantástico Jaspion trazem roteiro do veterano Fábio Yabu, conhecido pela premiada saga dos Combo Rangers, também publicada pela JBC. A bela arte é assinada por Michel Borges, ilustrador de Anarriê, que já possui um longo trabalho homenageando as séries japonesas (confira algumas ilustrações em seu álbum no Facebook).

ilustração oficial do mangá O Fantástico Jaspion, por Michel Borges

Com produção executiva de Edi Carlos Rodrigues (gerente de marketing da JBC), o mangá vai inaugurar o selo Henshin Universe dentro da JBC, pretendendo ser um universo expandido com outras séries. Marcelo Del Greco e Cassius Medauar comandarão a edição, que tem lançamento previsto para o mês de dezembro.

O mangá do Jaspion também faz parte de um caminho para dar evidência ao personagem, que tem um filme brasileiro anunciado e esbarrado ainda na captação de orçamento. “O anúncio do filme Jaspion permitiu abrir portas para muitos outros projetos, como a publicação do mangá, em parceria com a JBC, o que é extraordinário, porque amplia o repertório desse resgate. E temos mais novidades pela frente”, comenta Nelson Sato, CEO da Sato Company.

Jaspion contra seu arqui-inimigo MacGaren: em live-action e no novo mangá

Produzida em 1985 pela Toei Company, a série O Fantástico Jaspion foi o 4º segmento da franquia conhecida como Metal Hero, inaugurada com a trilogia dos policiais do espaço Gavan (1982), Sharivan (1983) e Shaider (1984). Narra a saga do órfão Jaspion, que recebe a missão de lutar contra o império do temido Satan Goss. Ao lado da androide Anri e da monstrinha Miya, Jaspion chega à terra para procurar as crianças que possuem o poder de encontrar o Pássaro Dourado, um ser mítico que teria a chave para a vitória contra o mal.

Em 1988 a série estrearia na programação da extinta Rede Manchete, iniciando ao lado de Changeman um verdadeiro “boom” de heróis japoneses na TV brasileira. Ícone de uma geração, virou referência do tokusatsu por aqui, sendo sem dúvidas o maior sucesso comercial do gênero no país.

[Via Press Release]


Teaser do Projeto

Um vídeo teaser com as artes de Michel Borges foi divulgado no canal Made in Japan. Atualizações sobre o projeto serão divulgadas por lá, onde também será criada uma playlist para o Henshin Universe.

 


Desejo antigo de Edi Carlos?

Em entrevista para o JBox publicada no último mês de março, o gerente de marketing da JBC relembra a época em que as séries tokusatsu ganharam releituras em quadrinhos feitos no Brasil. “Tinha umas coisas legais de ler, eu mesmo tinha vários quadrinhos da Ebal (editora), várias coisas da Abril (editora). Eu gosto muito do quadrinho do Jaspion, […] que conta a história depois do que aconteceu aqui na Terra, o Jaspion vai para um campeonato de sobrevivência, […] o Tarzan tá crescendo e por aí vai…  Eu gosto dessa iniciativa” –  comenta o agora produtor executivo do mangá O Fantástico Jaspion.

No início da entrevista, Edi Carlos também comenta sobre a importância do herói em sua formação de senso de justiça e como fã de cultura pop japonesa. Você pode conferir as duas partes da entrevista nos links abaixo:

 


Publicidade
close