Animes fora do ar: Rede Brasil ainda não definiu situação de Cavaleiros e Dragon Ball Z

Animes foram substituídos por programação religiosa na última segunda.

Demorou mais do que o previsto, mas desde a última segunda-feira (30/07), a faixa das 20h da Rede Brasil passou a ser alugada para a programação da Igreja Plenitude do Trono do Deus, ocupando a vaga da Sessão Oriental, que exibia o programa Senpai TV junto aos animes Os Cavaleiros do Zodíaco e Dragon Ball Z. E ao que parece, as coisas ainda não estão muito bem resolvidas quanto ao destino das séries japonesas na grade.

Em contato com a emissora na tarde desta terça (31/7), nos foi informado que a Rede Brasil ainda não definiu a sua programação para os próximos dias. Ontem, o perfil do Twitter do Senpai TV afirmou que o programa passaria a ser exibido às 22h a partir de hoje, porém na grade que chegou ao setor responsável não constava a exibição dos animes. Enquanto resolvem o imbróglio que se formou, o esperado é que tanto Os Cavaleiros do Zodíaco quanto Dragon Ball Z não sejam exibidos essa semana.

Em uma nota um tanto confusa na fanpage da Rede Brasil no Facebook, é informado que as séries retornam na segunda-feira, mas podemos ser surpreendidos a qualquer momento – como já ocorreu ontem, aliás, quando a Igreja entrou abruptamente em cima da transmissão do Senpai TV.

Problemas da mudança

A possível exibição de Os Cavaleiros do Zodíaco e Dragon Ball Z na faixa das 22h implica em uma mudança na chamada “linha de shows” do canal. Isso acabaria atropelando o programa Em Revista de Evê Sobral, diretor de programação da Rede Brasil. Seu programa é exibido às quartas, às 22h30 e, inclusive, tem pauta anunciada para amanhã para comentar a estreia de outro anime: Saint Seiya: The Lost Canvas.

A exibição de Lost Canvas é outra que se vê ameaçada nessa confusão. De acordo com a última divulgação ao próprio JBox, a série seria exibida semanalmente às 22h a partir do próximo dia 7 de agosto.

Contrato renovado

Apesar de momentaneamente fora do ar, os animes clássicos da Toei Animation estão com direitos garantidos pela Rede Brasil por um bom tempo ainda. O próprio Evê Sobral declarou semanas atrás que o contrato de ambas as séries foi renovado.

Nessa história toda, os espectadores de Dragon Ball Z foram os mais prejudicados. A série sai do ar no momento em que deu-se início a transmissão da Saga de Majin Boo, até então inédita na emissora. O 1º episódio dessa fase foi exibido na última sexta.

[Informações via departamento de programação da Rede Brasil]

Publicidade
close