Mariya Takeuchi, aquela de “Plastic Love”, terá seu primeiro fan meeting em 40 anos de carreira

Viral de um de seus singles menos bem sucedidos revitalizou sua imagem para uma nova geração.

Caso você assista qualquer conteúdo minimamente relacionado ao universo nipônico no YouTube, é bem provável que, na aba de recomendados, você já tenha se deparado com esse vídeo abaixo:

“Plastic Love” é um single da cantora Mariya Takeuchi, lançado em 1985, mas que viralizou há pouco tempo por, sabe-se lá qual motivo, frequentemente aparecer na lateral do YouTube como indicado, atraindo milhões de views – o que tornou tanto a canção como a imagem de capa do LP “Morning Glory”, utilizada como ilustração no vídeo, ícones cult na internet, com memes, recriações, remixes, paródias e tudo mais o que pode ser esperado do tipo:

A grande novidade sobre isso é que tal viral deu um novo gás para a carreira da Mariya Takeuchi, que havia atingido seu ápice durante os anos 1980 e 90, voltando agora a ser famosa entre os ouvintes mais jovens. O que lhe renderá seu primeiro fan meeting no dia 16 de novembro, seguido de outro no dia 18, contendo no evento um pocket show e uma rodada de perguntas e respostas com o público. Além disso, um site comemorando seus 40 anos de carreira foi colocado no ar (aqui).

Interessante como as coisas acontecem de maneira aleatória. A Mariya Takeuchi tem uma carreira de muito sucesso, com vários álbuns e singles que passaram de milhões de cópias vendidas. “Plastic Love”, no entanto, à época, foi um de seus maiores fracassos comerciais, alcançando apenas a 86º posição na Oricon, principal parada musical japonesa. Irônico ser essa a música a espelhar sua imagem ao redor do mundo atualmente, não?

[Via Asian Junkie]

Publicidade
close