Coluna do Daileon#15 | BraveStorm! É tokusatsu nos cinemas brasileiros

“Jiraiya” fala sobre sua versão americana, nova arte de “Godzilla” e mais toku-novidades!

Saudações inca-venuzianas! (Awika!) Esta semana está imperdível para quem é fã de tokusatsu. Depois de muito tempo, finalmente veremos um filme do gênero no cinema. BraveStorm estará em cartaz graças a Sato Company e aqui vamos “hypar” pra você ficar por dentro e não perder nada. E mais: as origens desta superprodução, além, é claro, das novidades e dicas dos nossos heróis favoritos. Embarque nessa viagem rumo ao espaço-tempo.


O renascimento de duas lendas

A Sato Company está encerrando o Festival de Ação Japonês, que exibiu entre agosto e setembro os filmes Bungo Stray Dogs: Dead Apple e o live-action de Tokyo Ghoul. Agora é a vez de vermos finalmente um filme tokusatsu nas telonas. Desde os tempos dos clássicos de Godzilla e outras produções do gênero pela estúdio Toho (mais precisamente em circuitos de exibição da colônia japonesa de São Paulo), não tivemos oportunidade de ver um longa-metragem de tokusatsu. Quase tivemos uma chance em 2000 com a tentativa de inserção do filme Ultraman Tiga: A Odisseia Final (do mesmo ano).

A partir deste sábado (22) estará em cartaz o filme BraveStorm em mais de 30 salas de exibição do Brasil. Para algum leigo, pode parecer mais um filme de ficção-científica regado de invasão alienígena, catástrofe e coisas do tipo. Mas BraveStorm é acima de tudo uma releitura de dois clássicos do tokusatsu produzidos pelo extinto estúdio Senkosha: Silver Kamen (ou Silver Mask), de 1971 e Super Robot Red Baron, de 1973.  A Senkosha é conhecida historicamente por produzir Gekko Kamen (de 1958), o primeiro super-herói japonês da TV. Além de clássicos como Yusei Ouji (Príncipe Planeta, de 1959) e Iron King (de 1972).

Em 2050, a humanidade está praticamente em extinção por causa da invasão da raça alienígena Kilgis, que terraformou a atmosfera da Terra. O oxigênio praticamente não existe mais e foi substituído por um gás tóxico. Para impedir a invasão dos Kilgis, os irmãos Kasuga constroem uma máquina do tempo e viajam para o passado. Entre eles está Koji Kasuga (Shunsuke Daito) que veste o traje Silver que lhe concede uma força sobre-humana. Durante a primeira missão, a equipe conhece o gênio da robótica Kenichiro Kurenai (Hisashi Yoshizawa), que os convencem a criar um robô gigante que seja eficaz para a defesa da Terra.

BraveStorm estreou nos cinemas do Japão em 10 de novembro de 2017. O veterano produtor Junya Okabe (de filmes tokusatsu como Godzilla vs. Biollante e Mega Batalha na Galáxia Ultra) assume a direção e o roteiro do título. Os destaques do elenco são Shu Watanabe, o Kamen Rider OOO da série-homônima de 2011 e a bela Chihiro Yamamoto, que brilhou ano passado em Ultraman Geed com suas habilidades marciais.

| FICHA TÉCNICA |
Produção: Blast Inc.
Elenco: Hisashi Yoshizawa, Shunsuke Daito, Chihiro Yamamoto, Shu Watanabe, Yuki Matsuzaki
Direção/roteiro/produção: Junya Okabe
Produtor executivo: Shuichi Okabe
Direção de fotografia: Yuki Noguchi
Distribuição: Sato Company
Classificação: 12 anos
Duração: 82 minutos

| EXIBIÇÕES |
Espaço Itaú de Cinema: 22 de setembro – 17h30
Cine Roxy: 22 de setembro – 20h
Cinépolis: 26 de setembro – 19h30
Cineflix: 28 de setembro – 19h30

Fiquem ligados aqui no site JBox, pois faremos a análise de BraveStorm. Enquanto isso, nas próximas duas notas vamos conhecer um pouco sobre os clássicos que deram origem.


Silver Kamen

Silver Kamen (Senkosha, 1971)

Após o assassinato do Professor Kasuga por alienígenas que visam um super-foguete, os seus filhos viajam pelo Japão sob proteção de seu irmão mais velho, Koji Kasuga. Este pode se transformar em um super ciborgue e assume o codinome Silver Kamen. A série foi exibida entre 28 de novembro de 1971 e 21 de maio de 1972, sempre nas noites de domingo pelo bloco Takeda Hour. O mesmo da emissora TBS que exibia anteriormente as séries tokusatsu Ultra Q, Ultraman, Captain Ultra, Ultra Seven e Kaiki Daisakusen. Para salvar Silver Kamen da baixa audiência, a produção contou com parte do staff que trabalhara anteriormente em Ultra Seven na segunda metade da atração. Infelizmente a mudança não surtiu efeito e a série foi cancelada.


Super Robot Red Baron

Super Robot Red Baron (Senkosha, 1973)

No início do século XXI, o Partido da Máscara de Ferro, liderado por Dr. Devilar, domina robôs gigantes durante uma exposição. Prevendo sua captura, o cientista Kenichiro Kurenai confia os cuidados do super robô Red Baron para seu irmão mais novo, Ken Kurenai. Ken é membro da equipe SSI (Secret Science Investigation), formada por cientistas que lutam através do ninjutsu. Como braço direito da SSI, está o Inspetor Ippei Kumano, que sempre anda com sua inseparável bicicleta. Os 39 episódios foram exibidos nas noites de quarta da Nippon TV, entre 4 de julho de 1973 e 27 de março de 1974. Em 2008, Super Robot Red Baron foi lançado no mercado home-video dos EUA numa box com a série completa e mais um livreto com 20 páginas. O título rendeu um anime em 1993 exibido no Brasil pelo extinto canal pago Locomotion como Barão Vermelho (veja no TriviaBox#7 em nosso canal).


Kushidão no JBox

Neste sábado (15) lançamos a primeira edição do novo quadro do nosso canal no YouTube. É o Perfil JBox, falando sobre artistas da cultura pop japonesa que marcaram história durante suas carreiras. O primeiro grande homenageado foi Akira Kushida. Famoso por interpretar temas de séries clássicas do tokusatsu como Jaspion, Jiraiya, Jiban, entre outros. Falamos desde sua trajetória pelo R&B até os dias de hoje, incluindo o recente The Space Wolf Symphony.

A apresentação é do Rafael Jiback. Revisão de Ricardo Cruz (JAM Project, Danger 3, Anison Lab). E o roteiro… bem, é deste caipira que vos escreve. :P


Marcelo Robocop na TV

Sexta passada o grande Marcelo Robocop foi o convidado do programa The Noite com Danilo Gentili, no SBT. Ele que é um cosmaker/cosplayer que vem se destacando pelo seu grande trabalho com réplicas perfeitas dos heróis japoneses que marcaram época na saudosa Manchete. Marcelo também conta sobre quando conheceu os atores Takumi Tsutsui (Jiraiya) e Tetsuo Kurata (Kamen Rider Black).

O rapaz tem reconhecimento merecidíssmo. Vale a pena conferir seu trabalho.


Jiraiya aprova Skyfire

Takumi Tsutsui, o ator que viveu o nosso ninja Jiraiya no clássico de 1988, mencionou em seu blog pessoal que gostou de sua contraparte em Power Rangers Super Ninja Steel, o Policial Skyfire. Obviamente o ator não esteve no episódio, sendo que sua participação mais recente como Toha Yamashi foi em outubro de 2015, no episódio 34 de Ninninger, série Super Sentai que deu origem à esta e à temporada anterior. O episódio que introduz o novo herói vai ao ar nos EUA neste sábado (22).

PS: se o próprio Jiraiya deu boas-vindas ao Skyfire, em vão é toda a comoção (entenda: mimimi) nas redes sociais, né? Acorda pra vida, Manchetinha.

Skyfire ao lado dos Power Rangers

Questionário Sato Company

A distribuidora que atualmente detém os direitos de títulos como Jaspion, Changeman, Jiraiya, BraveStorm, entre outros, quer saber o que o público mais gosta. A pesquisa é rápida e não leva mais que dois minutinhos. Participe aqui.


Atores divulgado

Build NEW WORLD Cross-Z, o novo V-Cinema focado no herói secundário Banjo Ryuga, de Kamen Rider Build, teve dois nomes confirmados. Mariya Nagao (ex-AKB48) será a heroína Yui Mabuchi. Uma personagem-chave na trama com um passado trágico. E Gaku Shindo (Barizorg em Gokaiger) será o vilão Kilbus, que assume um disfarce como um famoso dançarino chamado Satoshi Kakizaki.

O filme será lançado em DVD e Blu-ray no Japão em 24 de abril de 2019.


Arte-chave

Godzilla: The Planet Eater, a última parte da trilogia animada em CG do Rei dos Monstros, ganhou uma nova arte-chave com King Ghidorah. O filme terá uma pré-estreia em 3 de novembro (aniversário do kaiju) durante o encerramento do Festival Internacional de Cinema de Tóquio.

Sua estreia oficial no Japão acontece em 9 de novembro. Ainda sem previsão no Brasil.


Tem mais

O site oficial da trilogia de Godzilla revelou a adição de mais dois nomes no elenco. Saori Hayami e Kenichi Suzumura viverão, respectivamente, Haruka e Akira Sakaki, os pais de Haruo, dublado por Mamoru Miyano (a voz de Ultraman Zero).

Suzumura é conhecido no tokusatsu como Ryutaros de Kamen Rider Den-O (de 2007) e tem numerosos papéis ao longo dos anos.


Osugi no tributo ao Faiz

Takushi Tanaka, o professor Osugi de Kamen Rider Fourze, irá reprisar o personagem nos episódios 5 e 6 de Kamen Rider Zi-O. Curiosamente esse será o arco que vai prestar tributo ao Kamen Rider 555 (Faiz). Osugi foi o conselheiro do Kamen Rider Club, formado pelos estudantes da série de Fourze.

Sougo, Geiz e Tsukuyomi investigam sobre o desaparecimento de estudantes provocado por um Another Rider. Os membros “atuais” do Kamen Rider Club aparecerão.

Os episódios vão ao ar em 30 de setembro e 7 de outubro.


Artes inéditas no Brasil

A edição desta terça (18) do TokuDoc é imperdível para quem é verdadeiramente fã de tokusatsu. Meu amigo Danilo bateu um papo com Yuki Takasaka, do programa Ito, mahoroba, sobre as artes dos heróis da Toei dos anos 1980 e 90 – todas criadas por Katsushi Murakami. Graças a ele temos os visuais de Gavan, Jiraiya, Kamen Rider Black, entre outros. As artes jamais haviam sido apresentadas no Brasil e cada uma delas tem histórias bem curiosas dos bastidores.

Olha, se eu fosse você não deixava pra assistir depois. Não diga depois que eu não avisei, hein. Assista, curta o vídeo e não deixe de se inscrever no canal (caso seja novo). Ah, vai ter parte dois.

Nota da coluna: O mestre Alexandre Nagado escreveu este texto sobre a carreira de Katsushi Murakami.


Ishiro Honda

Falando no Nagado, ele postou nesta quinta (20) em seu blog Sushi POP um texto que conta uma breve biografia sobre Ishiro Honda, o primeiro diretor dos filmes de Godzilla. Assistente e grande amigo de Akira Kurosawa, de Os Sete Samurais, Honda dirigiu em outras produções do gênero. Imperdível também para quem curte o gênero e saber mais sobre um dos homens que ajudaram a criar todo esse conceito ao lado de Eiji Tsuburaya.


Filme animado

Usuzumikazura -Garo- é um filme animado da franquia tokusatsu do Cavaleiro Makai e estreia em 6 de outubro nos cinemas japoneses. Foi revelado o visual dos personagens criados por Masakazu Katsura, que já trabalhou no anime Garo: Guren no Tsuki. A banda JAM Project interpreta o tema “Hitohira” (Pétala em japonês). Os nomes principais do elenco de vozes locais são Jouji Nakata (Kaura de Flashman) e Tomoazu Seki, respectivamente Tenko e Takeru na trama. Satoshi Nishimura está na direção, enquanto Yasuko Kobayashi assume o roteiro.

O site oficial de Usuzumikazura -Garo- descreve a trama da seguinte maneira:

“O mundo Heian, a bela capital Kyo em seu glorioso esplendor.

Quando dois Onmyoji atraentes se encontram, as tristes, efêmeras e belas flores de cerejeira…

…Florescerá depois de um milênio.”

Nota da coluna: a Crunchyroll disponibiliza o anime Garo -Vanishing Line-  (de 2017) no catálogo brasileiro.


Agora vocês já estão sabendo de tudo. Estas foram as novidade da semana e a gente se encontra na próxima sexta ou a qualquer momento da nossa programação. See you again!

 

Publicidade
close