Netflix adiciona filmes japoneses de “Death Note” e “Attack on Titan”

A Netflix liberou em seu catálogo na última sexta (02/11) os filmes japoneses baseados em Death Note e Attack on Titan. Os longas, distribuídos no Brasil pela Sato Company, estão disponíveis apenas no idioma original com legendas em português.

Death Note conta com três longas-metragens: Death Note (2006), Death Note II – O Último Nome (2006) e Death Note: Iluminando um Novo Mundo (2016). Já Attack on Titan vem em duas partes: Attack on Titan (2015) e Attack on Titan: Fim do Mundo (2015).

Todos os 5 filmes foram exibidos anteriormente em sessões curtas nos cinemas brasileiros (Death Note no ano passado, Attack on Titan neste ano de 2018).

Death Note | 2006 Warner Bros.

Os primeiro longa de Death Note foi lançado no Japão antes mesmo da série animada (que estrearia 4 meses depois), em junho de 2006. Logo em outubro daquele ano veio a sequência, ambas sendo dirigidas por Shusuke Kaneko (Godzilla, Mothra and King Ghidorah: Giant Monsters All-Out Attack). O elenco conta com Tatsuya Fujiwara (Shishio no live-action de Samurai X) como Light Yagami e Kento Yamazaki (Kakeru no live de Orange) como L.

Em 2008 houve o lançamento de um spinoff chamado L: Change the World, com outro ator vivendo L (Kenichi Matsuyama) e outro nome assinando a direção (Hideo Nakata). Essa história original permanece inédita no Brasil.

Death Note: Iluminando um Novo Mundo | 2017 Warner Bros.

Death Note: Iluminando um Novo Mundo veio em 2016 com uma premissa arriscada: continuar a mitologia da série. Dirigido por Shinsuke Sato (Gantz), o filme traz um enredo que se passa 10 anos após a história que todos conhecem (e, portanto, sem a maioria dos personagens icônicos). Os protagonistas são como “sucessores” de L e Light, vivendo em um mundo onde o cyberterrorismo reina dentro de uma sociedade que usa bastante dos avanços da tecnologia. O elenco inclui Sosuke Ikematsu como Ryuzaki (personagem que corresponder ao “L” na trama), Masahiro Higashide (Ko no live de Aoharaido) como Tsukuru Mishima (um investigador que é dono de um Death Note) e Masaki Suda (Karma Abane no live de Assassination Classroom), como Yugi Shion, um cyberterrorista que é meio que um “discípulo” de Kira.

Attack on Titan | 2015 Toho

Já os dois filmes de Attack on Titan (Shingeki no Kyojin), baseados no mangá de Hajime Isayama, são duas partes de uma mesma história, lançadas nos cinemas japoneses respectivamente em agosto e setembro de 2015. A direção foi de Shinji Higuchi, que pouco depois trabalharia em Shin Godzilla (2016).

Você pode conferir nossa análise dos dois filmes aqui e aqui.

[Via Netflix]


Publicado pela Shonen Jump de 2003 a 2006, Death Note é cria da dupla Tsugumi Ohba (roteiro) e Takeshi Obata (desenho). A história original acompanha o jovem Light Yagami, que após mais um dia entediante se depara com um caderno misterioso, que leva à morte aquele que tiver seu nome anotado. A partir daí, ele procura fazer uma “faxina” eliminando criminosos pelo mundo, enquanto serviços de alta inteligência da polícia começam uma caça para descobri-lo. Os 12 volumes encadernados foram publicados no Brasil pela JBC, que posteriormente relançou a obra em uma edição especial chamada de “Black Edition”, rendendo 6 edições.

Em 2006, ganhou uma versão animada finalizada em 37 episódios. A série foi um sucesso por todo o mundo, gerando um burburinho no Brasil por conta da internet. A fama fez com que ele fosse lançado oficialmente por aqui, com exibição a partir de março de 2009 no extinto canal Animax. Posteriormente, o anime foi reprisado pelo canal PlayTV e está disponível por streaming pela Netflix e em DVD pela PlayArte.

Uma série live-action produzida em 2015 está disponível pela Crunchyroll.

Attack on Titan (Shingeki no Kyojin) foi criado como mangá por Hajime Isayama em 2009, nas páginas da Bessatsu Shonen Magazine. Os capítulos reúnem até o momento 26 volumes encadernados, com publicação no Brasil pela Panini – que também trouxe o spinoffs da franquia Ataque dos Titãs: Antes da Queda e Ataque dos Titãs: Sem Arrependimentos.

O anime surgiu em 2013, pelo Wit Studio, tornando-se um sucesso mundial. Conta a história de um mundo distópico onde a humanidade vive isolada por muros, buscando a sobrevivência contra os “titãs”, criaturas enormes que se alimentam dos homens.

A exibição do anime acontece pela Crunchyroll, que disponibiliza todas as temporadas com legendas em português.

Um live-action americano está em desenvolvimento pelo diretor de It, a Coisa.

 

Publicidade
close