Mangá do Jaspion tem novos esboços divulgados

Artes de Michel Borges fazem parte do material oficial da HQ.

O Instagram do canal TokuDoc divulgou com exclusividade nesta tarde alguns esboços de artes oficiais do mangá nacional do Jaspion. As ilustrações foram feitas por Michel Borges, que assina todo o visual da história em quadrinhos.

Confira no link da postagem logo abaixo:

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

VAZOU!! EXCLUSIVO do TokuDoc, desenhos originais feitos pro mangá do Jaspion, pelo desenhista @michel_borges, pra @editorajbc. Que acharam dos esboços!?

Uma publicação compartilhada por Danilo Modolo (@tokudoc) em

O projeto de um mangá nacional do Jaspion foi anunciado em julho deste ano pela Editora JBC, que firmou uma parceria com a própria Toei Company junto a Sato Company – ou seja, trata-se de um produto oficial. Os quadrinhos contam com roteiro de Fábio Yabu (Combo Rangers) e arte por Michel Borges (Anarriê) e devem trazer uma história que se passa após os acontecimentos da série de TV.

O projeto inicial foi pensado como um crossover com o universo de Changeman, porém houve um impasse contratual com a Hasbro, detentora dos direitos da franquia Super Sentai no Ocidente. No entanto, ainda há intenção de se expandir o universo, unindo Jaspion com outros heróis da Toei.

O lançamento, previsto inicialmente para dezembro, foi adiado para 2019. Novas artes devem ser divulgadas este sábado, durante painel da JBC no evento Virada Nerd.

[Via TokuDoc]


Produzida em 1985 pela Toei Company, a série O Fantástico Jaspion foi o 4º segmento da franquia conhecida como Metal Hero, inaugurada com a trilogia dos policiais do espaço Gavan (1982), Sharivan (1983) e Shaider (1984). Narra a saga do órfão Jaspion, que recebe a missão de lutar contra o império do temido Satan Goss. Ao lado da androide Anri e da monstrinha Miya, Jaspion chega à Terra para procurar as crianças que possuem o poder de encontrar o Pássaro Dourado, um ser mítico que teria a chave para a vitória contra o mal.

Em 1988 a série estrearia na programação da extinta Rede Manchete, iniciando ao lado de Changeman um verdadeiro “boom” de heróis japoneses na TV brasileira. Ícone de uma geração, virou referência do tokusatsu por aqui, sendo sem dúvidas o maior sucesso comercial do gênero no país.

Publicidade
close