The Promised Neverland: abertura será interpretada pelo UVERworld

Veterana em animes, banda já esteve nas trilhas de Bleach e My Hero Academia.

O site oficial da adaptação em anime do título The Promised Neverland revelou na útltima quarta-feira (21/11) que a música de abertura ficará com a banda UVERWorld.

Com a voz marcante do vocalista TAKUYA∞, misturando rap com batidas agitadas, a banda já é bem conhecida entre o público de animes, marcando presença em temas de séries de grande sucesso como Bleach (2ª abertura, “D-Tecnolife”), segunda temporada de Mobile Suit Gundam 00 (1ª abertura, “Hakanaku mo to wa no kanashii”), D.Gray-Man (4ª abertura, Gekidou) e mais recente para a 3ª temporada de My Hero Academia (1ª abertura, “ODD FUTURE”). Também estiveram em Blood+, The Heroic Legend of Arslan, Blue Exorcist (tanto filme quanto arco de Kyoto) e muitos outros.

O vocalista TAKUYA∞ também deixou um recado para os fãs da obra:

“The Promised Neverland” ganhou sua primeira adaptação animada e o UVERworld ficou responsável pela música de abertura.

Nós da UVERworld somos bons em fazer uma composição bem elaborada e estamos dando os toques finais na composição musical. É claro que os fãs de UVERworld nos conhecem, mas esperamos que os fãs do trabalho original, que não conhecem direito a banda, gostem da música. Vamos fazer uma ligação com a evolução do anime e da música, por isso acho que iremos criar uma boa visão do mundo, e acho que poderão sentir essa visão.  Fiquem ligados!

The Promised Neverland estreia em janeiro de 2019, com transmissão via streaming pelo Prime Video da Amazon.

[Via Site Oficial de Promised Neverlend]


Publicado na revista japonesa Weekly Shonen Jump desde 2016, The Promised Neverland já conta com 11 volumes. A trama escrita por Kaiu Shirai, com arte de Posuka Demizu, gira em torno de um grupo de crianças em um orfanato que descobrem que, na verdade, estão sendo criadas como gado de luxo para alimentar demônios de alto poder aquisitivo.

No Brasil, o mangá é publicado desde agosto pela Panini, com 2 volumes lançados. Confira a nossa crítica do 1º volume clicando aqui.

 

Publicidade
close