Coluna do Daileon#30 | Homem-Aranha japonês no Aranhaverso?

Produtor comenta sobre a chance da versão japonesa do herói surgir numa possível sequência do “Aranhaverso” no cinema.

Saudações inca-venusianas! (Awika!) Eu tava morreeeeeeeeeedo de saudade! Há quanto tempo a gente não se fala? Deixa eu ver… Ah, foi ano passado. Faz tempo, hein. 2019 para uns é o ano do Kamen Rider Woz, para outros é o ano de AKIRA… Bem, o que importa é que o final da década será cheia. E começamos esse novo calendário com o Homem-Aranha na nossa “primeira página”.


Universo paralelo

Em cartaz desde a última quinta (10) nos cinemas de todo o Brasil, o filme Homem-Aranha: No Aranhaverso estreou bem antes nos EUA, em 14 de dezembro de 2018. Recentemente, o produtor Phil Lord respondeu via Twitter perguntas sobre outras versões paralelas do “cabeça de teia”.

Indagado por um fã sobre uma aparição de Spiderman – o herói da série tokusatsu da Toei – numa possível sequência do filme, Lord respondeu que tudo depende da bilheteria local passar de $200 milhões antes do título sair de cartaz. Até então a arrecadação totalizava $104 milhões, faltando $96 milhões para bater a meta. Veja o tuíte:

A série tokusatsu Supaidaman Spiderman (de 1978) foi a primeira produção da Toei Company em uma parceria de quatro anos com a Marvel. Rendeu 41 episódios para a TV e mais um filme para o extinto festival de mangá da Toei, que narravam as aventuras de Takuya Yamashiro – um jovem motoqueiro que assumia o codinome do herói para lutar contra o Exército da Cruz de Ferro e seus monstros semanais. Além de possuir um bracelete de transformação e um veículo chamado Spider Machine GP-7, Spiderman foi o primeiro herói japonês a pilotar um robô gigante, o Leopardon. Esta ideia foi do desenhista Katsushi Murakami, que serviu de embrião para a concepção original das séries Super Sentai a partir de 1979, com a inclusão de um robô gigante pilotado pelo quinteto da vez, Battle Fever J*. Denziman e Sun Vulcan foram as duas séries Super Sentai produzidas pela parceria entre a Toei e a Marvel, sendo que na última atuou apenas como co-produtora.

Ainda nos anos 1970, a Marvel tentou popularizar o Homem-Aranha através do mangá de Ryouichi Ikegami, onde o jovem cientista Yu Komori é picado por uma aranha radioativa e passa a adquirir superpoderes. Assim como Peter Parker, Yu se torna o Homem-Aranha. Rumiko Shiraishi (equivalente à Mary Jane) pede ajuda a Yu para encontrar seu irmão que desapareceu em Tóquio. Em seu caminho, surge o vilão Electro. O primeiro de muitos vilões que esse aracnídeo teve que enfrentar. O mangá de Ikegami foi publicado em inglês nos EUA em 1997 e também chegou por aqui em 1998 pela editora Mythos.

*Nota: Gorenger e JAKQ só foram incluídos oficialmente na franquia em meados nos anos 1990. A criação de ambos são do mangaká Shotaro Ishinomori e não da equipe Saburo Hatte.


Parte final

A Netflix lançou com exclusividade a última parte da trilogia animada “AniGoji”. Godzilla: O Devorador de Planetas já está disponível na plataforma de streaming desde a última quarta (9). Assim como as anteriores Planeta dos Monstros e Cidade no Limiar da Batalha, o delay é exatamente de dois meses de lançamento dos cinemas japoneses.

O anime foi produzido em parceria entre a Toho Animation e Polygon Pictures. Conta com o roteiro de Gen Urobuchi (Kamen Rider Gaim, Madoka Magica) e direção de Kobun Shizuno e Hiroyuki Seshita. Esta é a primeira animação oficial da franquia pela Toho. Antes disso vimos uma versão animada da Hanna-Barbera de 1978 e outra de 1998, baseada no longa dirigido por Roland Emmerich.


No ar

Também está disponível Power Rangers Super Ninja Steel pela Netflix. A temporada comemorativa de 25 anos da franquia conta com a reunião de vários Rangers do passado e a introdução do Xerife Skyfire (a contraparte americana de Jiraiya). Confira mais detalhes aqui.


Últimos preparativos

A produção de Tokusatsu Gagaga confirmou nesta semana mais nomes para o elenco. Kenichi Suzumura (Ryutaros em Kamen Rider Den-O) será o narrador da nova série. O dublador Tomokazu Seki (a voz do Mobirates em Gokaiger) interpretará o General Genka.

A título de curiosidade, as gravações terminaram no dia 29 de dezembro.


Prévia

A NHK lançou em seu site oficial a prévia do episódio de estreia de Tokusatsu Gagaga. Veja aqui.

A estreia é na próxima sexta, 18 de janeiro, pela emissora estatal japonesa NHK. Leia mais nas edições #14 e #27.


Expectativa

O primeiro trailer de Gallas já está no ar. A série kaiju da Toei estreia no dia 2 de fevereiro pelo serviço japonês de streaming Toei Tokusatsu Fan Club.

Saiba mais nas edições #21#24 e #28 da coluna.


Osomatsu Rider

O filme da série de anime Osomatsu-san, baseado no mangá clássico Osomatsu-kun, do Fujio Akatsuka (1935~2008), será lançado nos cinemas japoneses em 15 de março. A relação com tokusatsu é que nos últimos dias de 2018 o personagem serviu como divulgador do filme Kamen Rider Heisei Generations FOREVER, lançado em 22 de dezembro.

Nas imagens promocionais, os irmãos Matsuno serviram de “manequins” vestindo jaquetas baseadas em alguns Heisei Riders e repetindo os bordões dos heróis. Veja na galeria:

As duas temporadas de Osomatsu-san estão disponível no Brasil pela Crunchyroll.


Apetrechos

O novo power-up (Foto: Reprodução/kenthis via Instagram)

Power Rangers Beast Morphers deverá apresentar um power-up exclusivo. Ou seja, jamais visto na versão original Tokumei Sentai Go-Busters. Uma imagem do set de gravações mostra o novo Ranger Vermelho lutando contra um soldado inimigo e trajando a vestimenta especial em campo (ao invés de utilizar no cockpit do Megazord, como em temporadas recentes). Até o momento não há uma confirmação oficial pela Hasbro.

A nova temporada deve estrear em fevereiro ou março na Nickelodeon americana.


No altar

Yamato Kinjo (35), o Kyoryu Blue de Kyoryuger, anunciou em seu blog que vai se casar com a atriz Sayaka Kotani. Numa longa mensagem, Kinjo expressou seu desejo de estar com a esposa até que seu cabelo fique grisalho.

Sayaka Kotani participou dos episódios 13 e 14 de Kamen Rider OOO.


Confirmados

Na edição anterior falamos sobre a apresentação teatral de Kamen Rider Zangetsu, o anti-herói da série Kamen Rider Gaim (2013). Além de Yuki Kubota (que voltar a interpretar o alter-ego Takatora Kureshima), estão confirmados os seguintes nomes: Motohisa Harashima, Shota Onuma, Yuya Uno, Dai Goto, Atsuki Masahiko, Kyohei Chida, Keito Takahashi, Rui Tabuchi e Haruki Kiyama.

A apresentação será realizada de 9 a 24 de março no Nippon Seinenkan Hall (em Tóquio) e de 28 a 31 do mesmo mês no Teatro de Kyoto.


Fim de carreira

Notícia triste para os fãs de Kamen Rider Girls. Ayako Kuroda (27) anunciou que vai deixar o grupo em março. A nota oficial foi publicada no dia 31 de dezembro. A cantora, que representa Kamen Rider Ghost nos palcos, fará turnê até fevereiro.

Kuroda se ingressou ao Kamen Rider Girls em 2015, após a saída de Kaori Nagura (que representava Kamen Rider Kiva). Sua voz pode ser ouvida primeiro no single Next Stage, com sua primeira estreia no álbum, Invincible. Ela fez várias aparições no programa de rádio e concertos de Kamen Rider e até de Super Sentai.

Ayako Kuroda é a quinta integrante a deixar o Kamen Rider Girls desde a sua formação em 2011.


A marca de Satoh

Nesta quarta (9) aconteceu uma coletiva de imprensa com o elenco principal de Kamen Rider Zi-O, que comentou sobre o sucesso filme Kamen Rider Heisei Generations FOREVER.

So Okuno (Sougo Tokiwa/Kamen Rider Zi-O) falou sobre os atores convidados, especialmente sobre Takeru Satoh, que fez uma aparição surpresa no filme. “Eu tive arrepios o tempo todo“, comentou. Okuno disse que era quase inédito conhecer Takeru Satoh como Kamen Rider e que, para o jovem ator, se tornou uma experiência preciosa.

Shieri Ohata (Tsukuyomi), Gaku Oshida (Geiz/Kamen Rider Geiz) e Keisuke Watanabe (Woz/Kamen Rider Woz) também estiveram presentes. Oshida contou que a participação de Satoh o fez feliz tanto como ator quanto como um Rider. Apesar de aparecer com Satoh, Oshida diz que não conseguiu aproveitar a performance completa até ver uma prévia. “Foi um grande choque“, disse ele.

Watanabe não contracenou com Satoh, mas estava no local onde a cena foi gravada. “Tanto eu quanto a equipe ficamos apaixonados quando aparecemos com uma Lenda, e também porque esse é um trabalho memorável. É uma cena que deixa absolutamente uma impressão no coração das pessoas“, disse ele.

Em tempo, Kamen Rider Heisei Generations ultrapassa a marca de 1 bilhão de ienes num recorde de 12 dias. O último filme dos motoqueiros mascarados da era atual estreou em terceiro lugar e atualmente está em quinto. Foi o segundo maior lançamento na história dos filmes de inverno da franquia.


Galera, valeu pela atenção nesta primeira edição do ano. Próxima sexta a gente se encontra de novo para falarmos de mais tokusatsu. Vai ter mais uma nostalgia por aqui, hein. Aguardem. Té mais. Tchau tchau!