Dragon Ball Ultimate: Panini confirma mudança na periodicidade da “edição definitiva”

Agora vai demorar menos pra chegar ao final.

A assessoria de comunicação da Editora Panini confirmou ao JBox que houve uma alteração na periodicidade de Dragon Ball Ultimate, nova edição de luxo que começa a ser publicada no Brasil no mês de março. Anteriormente anunciada como trimestral, a publicação será bimestral. A informação aparece também no checklist oficial da editora.

Dragon Ball Ultimate terá formato 14,7 x 21cm, com páginas em papel couché fosco 150g. A nova edição seguirá o padrão do chamado “kanzenban” japonês, o mesmo utilizado no passado pela Conrad Editora. Trata-se de uma reedição do material original, completo em 34 volumes (no passado, a Conrad lançou no Brasil 16 volumes desses 34).

Assim como a chamada Edição Definitiva que foi cancelada por aqui, o número de páginas coloridas variam de acordo com o volume. Essa primeira edição também acompanhará um marcador de páginas de brinde e o preço de capa será de R$ 64,90 (o mesmo valor inicial de Cavaleiros do Zodíaco – Kanzenban, da Editora JBC). Como já dito anteriormente, Dragon Ball Ultimate terá capa dura.

Dragon Ball surgiu em 1984, sendo uma criação de Akira Toriyama, que anteriormente já tinha emplacado no Japão o sucesso Dr. Slump (também publicado aqui pela Panini). Adaptando livremente o conto chinês Jornada ao Oeste, começa contando a história do pequeno Goku, um garoto com uma força extraordinária e um rabo de macaco, que viveu até então isolado da humanidade. Sua vida muda quando uma jovem aventureira chamada Bulma o conhece, procurando por uma das lendárias Esferas do Dragão. Juntos eles entram numa jornada atrás das 7 esferas existentes, que reunidas podem conceder qualquer desejo.

O título foi publicado pela primeira vez no Brasil em 2000, pela Conrad Editora, sendo ao lado de Cavaleiros do Zodíaco o primeiro mangá em sentido de leitura oriental no país. Dividindo as sagas nos títulos Dragon Ball e Dragon Ball Z, as 42 edições japonesas se transformaram em 83 edições nessa primeira versão. Em 2005, a mesma editora começava a publicar a Edição Definitiva, que foi cancelada perto da metade.

Entre 2012 e 2015, a Panini republicou a obra, seguindo a numeração japonesa original.

[Via Assessoria Panini Comics]