Coluna do Daileon#37 | Ryusoulger: atores veteranos serão os mestres dos heróis

Saudações inca-venusianas! (Awika!) Antigos atores do tokusatsu estarão em Ryusoulger para ensinar os heróis, tanto na ficção quanto na vida real. A nova série da franquia Girls x Heroine tem elenco e data de estreia revelados. Mais novidades sobre Power Rangers Beast MorphersKamen Rider Zi-O e nossa comemoração aos 30 anos de Flashman no Brasil. Está no ar mais uma edição da Coluna do Daileon, atualizando você antes de cair no carnaval (ou não).


Mestres dos cavaleiros

A Toei anunciou mais nomes para o elenco de Kishiryu Sentai Ryusoulger. Masaya Kikawada (Takeshi Hongo nos filmes Kamen Rider: The First e Kamen Rider: The Next) será Master Red; Jouji Shibue (Kamen Rider Ibuki em Kamen Rider Hibiki e Tuxedo Mask em Bishojo Senshi Sailor Moon) será Master Blue; e Miyu Sawai (Usagi Tsukino em Bishojo Senshi Sailor Moon) será Master Pink. Respectivamente, os mestres de Ryusoul Red, Blue e Pink. Eles aparecerão juntos no passado.

Na vida real, os atores procuram levar a sério os ensinamentos sobre suas experiências como heróis de tokusatsu para os novos atores. Sawai, por exemplo, falou para o elenco sobre como se manter saudável durante várias horas de filmagem. Shibue falou como lidar com o clima durante as gravações. Curiosamente, Kikawada se dá muito bem com o ator Hayate Ichinose/Ryusoul Red e são como se fossem irmãos.

O elenco de Ryusoulger também contará com um nome de peso. Jiro Dan, nada menos que Hideki Go/Ultraman Jack de O Regresso de Ultraman (1971), será o ancião da Tribo Ryusoul.

Ryusoulger estreia em 17 de março na japonesa TV Asahi, onde será exibido aos domingos a partir das 9h30 da manhã, logo após Kamen Rider Zi-O. Leia mais sobre o elenco principal da série na coluna 34.


Heróinas fantasmas

Na coluna 28 anunciamos que a Takara Tomy (de Ryukendo) registrou em dezembro a série Himitsu x Senshi Phantomirage! (ou Gilrs x Secret Phantomirage!), a terceira da franquia de tokusatsu Girls x Heroine. A série apresenta um trio de ladras fantasmas que luta contra uma organização anti-polícia que transforma as pessoas em mutantes.

Minami Hishida será Cocomi Sakurai/Phantom Heart, Kira Yamaguchi será Saki Asumi/Phantom Spade e Toa Harada será Yotsuba Shizuki/Phantom Clover.

Mandy Sekiguchi (da boyband GENERATIONS from EXILE TRIBE) interpretará Fandy, o chefe do trio Phantomirage. Takumi Saitoh, da versão live-action do mangá Kamen Teacher (2013), será o pai de Cocomi Sakurai. Tsubasa Honda dará voz a Kumachi, o mascote do programa.

Phantomirage! é dirigido por Takashi Miike (de K-Tai Sosakan 7), o criador da franquia Girls x Heroine. O roteiro é de Yoichi Kato (de Yokai Watch).

A série estreia domingo, 7 de abril, às 9h da manhã na TV Tokyo, substituindo Magic x Warriors Majo Pures!.


Criaturas desconhecidas

Semana passada foi postado o novo trailer de Godzilla II: Rei dos Monstros na internet. O tal monstro que aparece no vídeo não é uma releitura de nenhum monstro da Toho. A confirmação é do diretor Michael Doughert:

Os Titãs que ainda não foram revelados e anunciados e que aparecem no filme não são monstros da Toho, então não os espere ali.

Godzilla II: Rei dos Monstros estreia no Brasil em 30 de maio, nos cinemas.


Antes do lançamento

A Hasbro aproveitou o hype de Power Rangers Beast Morphers para lançar a abertura antes da estreia neste sábado (2) pela Nickelodeon americana. O tema conta com a composição de Noam Kaniel, que trabalha na franquia desde Power Rangers Samurai (2011).


Antes do lançamento 2

E nesta sexta (1) saiu uma prévia do primeiro episódio de Power Rangers Beast Morphers intitulado “Beast Unleashed“.


No topo

A Toei informou através de um comunicado que Kamen Rider Heisei Generations FOREVER é o maior filme da franquia Kamen Rider na vigente era imperial, arrecadando 1.545 bilhões de ienes. Nos primeiros doze dias de exibição, o filme havia arrecadado 1 bilhão de ienes.


Geiz Revive

Uma nova publicação revela a nova forma de Kamen Rider Geiz, mencionado nos episódios recentes de Kamen Rider Zi-O. Kamen Rider Geiz Revive terá duas formas: a laranja utiliza habilidades defensivas, enquanto a azul permite ataques poderosos.

As scans ainda revelam a volta de Tsukasa Kadoya/Kamen Rider Decade (Masahiro Inoue) na série, que assume um papel como policial. Veja na galeria:


Novas almas

Temos também novas scans de Ryusoulger. Os dispositivos Ryusouls poderão aumentar os poderes dos heróis. Cada alma tem as seguintes funções:

  • Mabushi Soul: cria uma luz ofuscante;
  • Muki Muki Soul: dá superforça a quem utiliza;
  • Gyaku Soul: tem a capacidade de consertar objetos quebrados;
  • Nemu Soul: faz com que os adversários adormeçam.

Temos também imagens de todos os Kishiryu, os dinossauros parceiros de cada herói. São eles: Red Tyramigo, Blue Triken, Pink Ankydoze, Green Tiger Lance e Black Mi Needle. Cada um tem habilidades únicas de combate. Ryusoul Red aparece usando outro Ryusoul, o Chia Soul. Ao ser usado, Tyramigo pode ser encolhido para o tamanho humano.

Os Kishiryu se unem para formar o robô gigante Kishiryuoh. A primeira combinação será entre Tyramigo, Blue Triken e Pink Ankydoze, formando o poderoso Kishiryuoh Three Knights. Quando Tiger Lance for adicionado ao grupo, será formado o Kishiryuoh Tiger Lance. Uma forma que possui mais rapidez e domínio na espada.

Por fim, os vilões Druidon e seus monstros chamados Minasaurus. Creon é quem seleciona os humanos para serem transformados em monstros, drenando sua energia vital.

Veja as scans na galeria:


Gigante de aço

O vilão Mechagodzilla apareceu pela primeira vez no filme Godzilla vs. Mechagodzilla, lançado nos cinemas japoneses em 21 de março de 1974. Para comemorar os 45 anos do personagem, será lançado a partir de 6 de março na terra do sushi o livro Showa Mechagodzilla Kotetsu Zukan (Showa Mechagodzilla Enciclopédia de Aço).

As 160 páginas terão cerca de 300 fotos e informações sobre seu primeiro filme e também Terror of Mechadzilla (1975), o último da franquia Godzilla na era Showa.


Drivers do futuro

Logo após o episódio de Kamen Rider Zi-O deste fim de semana, a Bandai Premium anunciou a coleção DX Mirai Driver Set. Ou seja, a venda dos cintos dos três Riders do futuro: Shinobi (de 2022), Quiz (de 2040) e Kikai (de 2121).

Se você é magnata e está interessado, a bagatela será de ¥9720 (R$ 327 mais impostos). A pré-venda já está acontecendo e vai até 8 de abril. O lançamento é previsto para julho. Veja as imagens:


Relógio jurássico

Sem perder tempo (e sendo bem esperta), a Bandai vai lançar a partir de 21 de março o Ride Watch baseado no Ryusoul Red, de Ryusoulger. Diferente das versões DX, este Ride Watch terá efeitos sonoros.


Os Riders e suas motos

De 22 a 24 de março acontecerá no Japão o evento Kamen Rider Character & Bike Exhibition. Neste espaço voltado para toda a família, os fãs poderão tirar fotos com Riders como Ghost, Ex-Aid e Build. Os heróis estarão com suas respectivas motos. Kamen Rider Zi-O e Kamen Rider Geiz também deverão se apresentar. Veja as imagens:


Save the Earth! Save the life!

A dupla de ouro Ricardo Cruz e Lucas Araújo apresentaram no Anison Lab desta semana o cover do tema de abertura de Kyuukyuu Sentai Go Go V. Na série Super Sentai do ano de 1999, a canção é interpretada por Shinichi Ishihara (Blue SWAT, B-Fighter, Kamen Rider Agito, etc). Os novos arranjos ficaram ótimos. Confira no vídeo acima.

PS: Curiosamente, na data de hoje em 2001 estreava no Brasil, pela saudosa Fox Kids, a sua contraparte americana: Power Rangers o Resgate. Já sua estreia na Globo foi em 1º de janeiro de 2002, no primeiro dia da TV Globinho, como programa próprio na grade matinal da emissora.


Refração Flash!!

Flashman completa três décadas de lançamento no Brasil

Na data de hoje em 1986 estreava Choushinsei Flashman, a décima série da franquia Super Sentai (a oitava na época em que Gorenger e JAKQ ainda não tinham sido incluídos). A produção é sem dúvida uma das melhores e tivemos o privilégio de assistir por aqui.

No Brasil, Comando Estrelar Flashman veio no embalo do sucesso de Jaspion e Changeman, graças ao empenho do sr. Toshihiko Egashira, dono da extinta distribuidora Everest Vídeo. A estreia aconteceu na tela da saudosa Rede Manchete, como atração do programa infantil Clube da Criança no final da tarde de 6 de março de 1989. Uma semana depois, no dia 13, Flashman ganhava um segundo horário: às 10h30 da matina.

A série contava a saga de cinco jovens que foram raptados 20 anos antes por caçadores espaciais. Resgatados por habitantes do Planeta Flash, o quinteto Jin, Dan (Dai), Goh (Bun), Sara e Lu foram treinados para lutar contra o Cruzador Imperial Mess, liderado pelo satânico Monarca La Deus. Ao saberem que Mess estava partindo para a Terra, Jin e os outros embarcam na base Round Base para enfrentar os vilões que pretendem criar seres através de uma mutação sintetizada.

Em meio aos embates contra os monstros semanais, os Flashman procuram seus verdadeiros pais. A carga dramática era o diferencial que ajudou a quebrar os padrões das séries Super Sentai em seu tempo. O clímax certamente foi um dos momentos mais marcantes para o público que acompanhava as séries tokusatsu na Manchete. Quem não lembra, por exemplo, do duelo sangrento entre Red Flash e Kaura diante de um belíssimo pôr-do-sol?

Flashman é até hoje uma das séries mais queridas pelos fãs brasileiros. Ganhou produtos como máscaras, espadas, LPs, quadrinhos nacionais e até um serviço telefônico com as histórias dos heróis. A dublagem feita pelo extinto estúdio paulista Álamo ajudou a eternizar a nossa memória afetiva. O saudoso Líbero Miguel não apenas emprestava sua voz para La Deus, mas também foi o diretor de dublagem da série. Os heróis ganharam as interpretações de Francisco Bretas (Jin/Red Flash), Eduardo Camarão (Dan/Green Flash), Carlos Laranjeira (in memorian, Goh/Blue), Lúcia Helena (Sara/Yellow) e Christina Rodrigues (Lu/Pink). A partir do episódio 11 houve uma curiosa troca de narração. Saía Francisco Borges (o mesmo de Jaspion e Changeman) e entrava Carlos Alberto Amaral (que narrava a maioria das séries tokusatsu da época em diante). Ambos são falecidos. Vale aqui a menção de outros dubladores que já partiram como Ricardo Medrado (Dr. Tokimura e Deus Titan), Gastão Malta (Dr. Keflen), Marcos Lander (Wandar), Muíbo Cury (Kaura) e Borges de Barros (Barak).

Carlos Laranjeira e Lúcia Helena, as respectivas vozes brasileiras de Goh e Sara (Foto: Divulgação/Blog Falando de Dublagem)

A título de curiosidade: Em 2010, a dubladora Lúcia Helena contou em entrevista para o extinto programa Tokusatsu Show (do grupo TokuBrasil), via web-emissora All TV, que após a dublagem do último episódio houve uma confraternização entre o elenco. Na ocasião, Líbero Miguel se emocionou e disse que gostaria de dublar mais episódios. Lúcia também havia relembrado sua amizade com Carlos Laranjeira e sua morte em maio de 1993.

Flashman foi reprisado nos anos 1990 pelas emissoras Record e CNT/Gazeta. A série completa foi lançada em dois boxes de DVD pela Focus Filmes entre 2010 e 2011. Quatro dos 50 episódios tiveram extras com um bate-papo descontraído com Ricardo Cruz, Eugênio “Genninhu” Furbeta e Daniel “Kuroda” Verna. Na última box era incluso um livreto onde Ricardo contava detalhes sobre a concepção de Flashman, informações inéditas por aqui até então. Atualmente, os primeiros 37 episódios estão disponíveis no canal Tokusatsu TV, no YouTube.

Esse clássico é muito mais que isso e merece ser apreciado além da nostalgia.


Galerinha, se cuidem, juízo e estejam inteiros pra gente papear mais sobre tokusatsu. Aproveitem para colocar as séries em dia, hein. Beijo do magro!

*Colaborou nesta edição: Matheus Mossmann (do blog Dynablack Asylum).