Estúdio Ufotable, de Fate/Zero, está sendo investigado por sonegação de imposto

300 milhões de ienes são renda de venda de merchandising e o presidente Hikaru Kondo foi acusado de receber parte desse dinheiro diretamente.

A revista digital Bunshun publicou na última quarta-feira (27/03) que o Departamento de Tributação Regional de Tóquio iniciou uma procura no escritório do estúdio Ufotable no dia 12 deste mês, com suspeita de que o estúdio estaria sonegando imposto.

Um funcionário da Ufotable reportou que, às 10 da manhã, os investigadores foram ao café da empresa em Kouenji e Tokushima e logo depois foram ao estúdio que fica em Tóquio.

Um agente explicou a situação e 300 milhões de ienes eram a renda de apenas venda de produtos e que mais ou menos metade de 15 milhões de ienes da renda eram mantidos em segredos e impostos adicionais estavam atrasados. O presidente e fundador da Ufotable, Hikaru Kondo, foi acusado de receber, diretamente, parte da renda das vendas de merchandising.

A Bunshun entrou em contato com o Departamento de Tributação para ter mais informações, porém um representante do departamento disse que não poderia comentar sobre o assunto. A revista alega que, de acordo com evolvidos na operação, Kondo admitiu as suspeitas dos investigadores, mas ao tentar entrar em contato diretamente com Kondo, não conseguiram resposta.

Ufotable é um estúdio de animação fundado nos anos 2000 por Hikaru Kondo e é conhecido por animações famosas como Fate/Zero (Ei Aoki, 2011) e Katsugeki: Touken Ranbun (Toshiyuki Shirai, 2017). Atualmente está fazendo a animação de Demon Slayer: Kimestu no Yaiba, que está com estreia programada para a próxima temporada. Além de trabalhar com animação, o estúdio também produz e vende merchandising com personagens de animes que já trabalhou e administra cafés que vendem seus produtos.

[Via Bunshun online]