Tokyo Ghoul S: sequência do filme live-action tem abertura liberada em novo vídeo teaser

O filme tem previsão de estreia para julho.

Para as pessoas que ainda não desistiram de adaptações live-action e fãs da franquia Tokyo Ghoul, o site oficial do filme divulgou hoje (27/05) um vídeo teaser com os 2 primeiros minutos de créditos iniciais. Em abril foi lançado o primeiro trailer, além de uma versão de 30 segundos. O longa tem estreia prevista nos cinemas japoneses para 19 de julho.

Confira o teaser:

O elenco contará com a entrada de alguns novos rostos:
Shota Matsuda (Soujiro Nishikado em Boys Over Flowers) como Shuu Tsukiyama;
Mai Kiryuu (Fumi em Lying to Mom) como Kimi Nishio;
Jiyoung Kang (Irina Jelavic em Assassination Classroom) como Itori;
a modelo Maggy como Margaret;
Maika Yamamoto (Kaede Kayano em Assassination Classroom) substituindo Fumika Shimizu como Touka Kirishima;
e Nana Mori (Miho Ichikawa em Hell Girl) também substituindo a atriz Seika Furuhata como Yoriko Kosaka.

O time de produção conta com a direção de Kazuhiko Hiramaki e Takuya Kawasaki, o roteiro de Chuuji Makasano (Tokyo Ghoul e Tokyo Ghoul:re) e Sui Ishida (criador da série), música de Naruyoshi Kikuchi (Lupin the III: The Woman Called Fujiko Mine) e Tomomi Oda, edição de Akira Takeda (Perfect Revolution), design de produção de Hiroyasu Koizumi (Black Butler) e Geek Sight.

O primeiro filme foi lançado no Japão em julho de 2017, com a direção de Kentarou Hagiwara (Anniversary, Snow Man), arrecadando 1.1 bilhão de ienes por lá (equivalente a R$39 milhões na cotação atual). Chegou ao Brasil em setembro do ano passado através do Festival de Ação Japonês, promovido pela Sato Company em circuito limitado – confira aqui a resenha feita pelo JBox. O título está disponível na Netflix e para aluguel pelo Looke.

[Via Tokyo Ghoul website]


Criado por Sui Ishida nas páginas da revista Young Jump em 2011, Tokyo Ghoul deu origem também a um anime de 12 episódios em 2014, oficialmente inédito por aqui. A história nos mostra um universo onde existem criaturas chamadas ghouls, que são espécies diferentes de seres humanos que se alimentam de humanos normais. Eles se diferenciam apenas pela cor de seus olhos ficarem alteradas ao serem tentados pela fome, e pelo fato de não conseguirem comer algo além da própria carne humana sem terem um colapso de enjoo. Nesse mundo vive o protagonista Kaneki, que acaba envolvendo-se de uma forma não muito agradável no mundo desses canibais.

O mangá original foi publicado pela Panini no Brasil, tanto em formato físico quanto em formato digital.

Uma continuação direta do mangá, intitulada de Tokyo Ghoul:re, começou a ser publicada no Japão em 2014, sendo finalizada em 2018 com 18 volumes. A Panini publica a edição física dessa continuação desde 2017, estando atualmente no 10º volume. Uma adaptação animada é exibida por aqui pela Crunchyroll, com legendas em português.

No ano passado, a Sato Company trouxe aos cinemas brasileiros o 1º filme live-action que adapta o mangá original, com dublagem em português realizada em um estúdio de Miami (leia a crítica do filme aqui). A série conta com outros spinoffs também em mangá, novel e anime.

Publicidade
close