Sailor Moon Eternal: Toei revela detalhes do novo projeto para os cinemas

Filme em duas partes dá sequência à série Sailor Moon Crystal.

A continuação de Sailor Moon Crystal finalmente está chegando (quer dizer, vai demorar mais um pouquinho, mas está)! Durante evento que aconteceu esse domingo (30) no Japão, intitulado Usagi Special Birthday Party 2019, a Toei Animation revelou os detalhes de Sailor Moon Eternal, um projeto para os cinemas composto por duas partes (dois filmes, se preferir), com estreia marcada para o ano de 2020.

Esses filmes já haviam sido anunciados em 2017, mas por um bom tempo pareciam ter sido deixados de lado. A história vai adaptar o arco Dead Moon do mangá original (que no passado fez parte da temporada SuperS do primeiro anime), funcionando como uma espécie de “4ª temporada” de Sailor Moon Crystal. A última temporada do remake animado das marinheiras foi exibida em 2016.

Um teaser para o anúncio foi divulgado no canal oficial de Sailor Moon e você conferi-lo abaixo:

O elenco de vozes de ‘Crystal‘ retorna a reprisar seus papéis em ‘Eternal‘. A diretora também é a mesma da temporada anterior (que trouxe uma boa mudança visual pra série), Chiaki Kon. O desenho das personagens está mais próximo do anime clássico e isso tem um motivo: o designer é o mesmo da série original, Kazuko Tadano. Já o roteiro é de Kazuyuki Fudeyasu, o cara por trás do anime JoJo’s Bizarre Adventure.

Um pôster de divulgação também foi revelado. A arte reproduz uma cena clássica do mangá de Naoko Takeuchi (que aparece nos créditos como supervisora do projeto):

© Naoko Takeuchi, PNP / Sailor Moon Eternal the Movie – Comitê de Produção

 

[Press release via ANN e Natalie]


Cadê o anime clássico no Brasil?

Em dezembro do ano passado, o JBox publicou uma entrevista exclusiva com Daniel Castaneda, diretor de licenciamento da Toei Animation. Entre várias novidades, Daniel comentou sobre o relançamento da série clássica de Sailor Moon no Brasil, em alta definição e com uma redublagem.

A previsão era de que a série clássica fosse exibida em uma emissora de TV aberta a partir do 1º trimestre de 2019. Com a exibição do anime completo, em seguida seria exibida a versão mais recente, Sailor Moon Crystal. Entretanto, meses já se passaram do “prazo” e nada aconteceu.

Primeiramente, é bom ficar claro que o que o Daniel mencionou se tratava de uma previsão, não uma certeza. Naquele ponto, negociações estavam avançadas, mas algo pode ter ocorrido fora dos planos na reta final. Buscamos contato com o diretor várias vezes desde então, mas infelizmente não obtivemos mais retorno.


Sailor Moon foi criado como um mangá por Naoko Takeuchi no final de 1991, nas páginas da revista japonesa Nakayoshi, sendo finalizado em 1997 (originalmente com 18 volumes). Em 1992, virou uma série animada pela Toei Animation, encerrada em 1997.

Na história, Serena Tsukino (Usagi Tsukino) é uma estudante de 14 anos, chorona e que não vai muito bem na escola. Um dia ela se encontra com uma gata falante e recebe poderes para se transformar em Sailor Moon, uma heroína que luta pela justiça. Outras Sailors, com poderes inspirados nos planetas do sistema solar, juntam-se com o tempo, formando uma equipe de guerreiras.

A série estreou no Brasil em 1996, pela extinta Rede Manchete. Retornou à TV em 2000, pelo Cartoon Network, a partir da temporada Sailor Moon R. Todas as fases seguintes, nomeadas como SSuper S e Stars, foram exibidas pela emissora paga. Sailor Moon R também teve uma rápida passagem pela TV Record, sendo exibido dentro do infantil Eliana & Alegria. Alguns episódios das fases R e S foram lançados em DVD, enquanto a primeira temporada teve alguns episódios lançados em VHS.

Após mais de 10 anos de negociação, a Editora JBC publicou o mangá original por aqui a partir de 2014. Foi usada como base uma reedição fechada em 12 volumes. A empresa também lançou os 2 volumes de Sailor Moon: Short Stories e de Sailor V, história que deu origem a Sailor Moon.

Em 2014, a Toei Animation produziu Sailor Moon Crystal, um remake animado mais próximo à história do mangá. A série foi exibida por aqui via Crunchyroll, com legendas em português.

Publicidade
close