Imagem: Seiya em capa nacional do filme da 'Éris', vestindo a armadura de Pégaso.

Os Cavaleiros do Zodíaco: série original pode chegar em breve à Netflix

Anime clássico aparece entre as futuras estreias da plataforma.

Quando a Netflix faz uma nova versão de algum produto antigo, é relativamente comum que o original também apareça no serviço. Foi assim com Fuller House, por exemplo, e Death Note e Fullmetal Alchemist, que possuem tanto o live-action recente quanto o anime. Aparentemente, Os Cavaleiros do Zodíaco também farão parte dessa equação.

Segundo a página Filmes-Netflix, que costuma antecipar várias futuras estreias da plataforma de streaming, a série original de 1986 está listada entre os futuros lançamentos, e teria até uma página em espera. No entanto, não há qualquer data prevista para essa possível estreia.

Vale lembrar que, atualmente, todos os 114 episódios estão disponíveis dublados em outro serviço de streaming, a Crunchyroll. Os episódios também estão sendo lançados em Blu-ray e relançados em DVD pela PlayArte Home Video.

Saint Seiya: Os Cavaleiros do Zodíaco, remake do anime clássico em computação gráfica, estreou na Netflix no último dia 19. Leia nossa crítica aqui e uma matéria especial com a nova geração de espectadores aqui.

[Via Filmes-Netflix]


Os Cavaleiros do Zodíaco (Saint Seiya) estreou nas páginas da revista Weekly Shonen Jump em dezembro de 1985. De autoria de Masami Kurumada (Bt’X, Ring ni Kakeru), a trama rendeu uma versão animada em 1986 pela Toei Animation (Dragon Ball, Sailor Moon), patrocinada diretamente pela Bandai, que marcou época com os bonecos derivados que vestiam armaduras de metal.

A história narra a saga de um grupo de jovens que protegem a Terra guiados por Saori Kido, a reencarnação da deusa Atena. Treinados desde crianças, órfãos de todos os cantos são recrutados para vestirem armaduras mitológicas, baseadas nas constelações.

Exibido no Brasil a partir de setembro de 1994 na extinta Rede Manchete, foi um fenômeno comercial que abriu porta para as animações japonesas no país. A série clássica foi reprisada anos depois pelo Cartoon NetworkBandPlay TV, e teve passagem recente em alta definição pela Rede Brasil de Televisão. A Crunchyroll também disponibiliza a série por streaming, com dublagem. Foi lançada por completo em DVD pela PlayArte, que atualmente produz a versão em Blu-ray.

O mangá original foi publicado por aqui pela primeira vez no fim de 2000, pela Conrad Editora. Ganhou nova edição pela mesma empresa e depois pela Editora JBC, que publica atualmente uma edição de luxo, Cavaleiros do Zodíaco: Kanzenban.

Saint Seiya gerou vários derivados entre animações e quadrinhos, sendo continuações ou spin-offs. Entre os mangás, os títulos Episódio G (Conrad), Lost Canvas, Next Dimension e Saintia Shô (JBC) foram publicados no Brasil. Entre os animes, Os Cavaleiros do Zodíaco Hades (2002), Saint Seiya: The Lost Canvas (2009), Os Cavaleiros do Zodíaco: Ômega (2012) e Os Cavaleiros do Zodíaco: Alma de Ouro (2015, apenas legendado) também foram exibidos. Em dezembro, foi lançada a versão animada de Saintia Shô, exibida no Brasil pela Crunchyroll e em julho deste ano estreou na Netflix o remake em CGI, Saint Seiya: Os Cavaleiros do Zodíaco.

Publicidade
close