Editora Pipoca & Nanquim deve publicar o mangá ‘Rohan no Louvre’

Derivado de ‘JoJo’s Bizarre Adventure’ faz parte da coleção especial do Museu do Louvre.

A editora Pipoca & Nanquim deve em breve dar continuidade à publicação de uma coleção especial dedicada ao Museu do Louvre. O selo que trouxe tempos atrás a obra Guardiões do Louvre, de Jiro Taniguchi, agora deve apostar em Rohan no Louvre (Rohan au Louvre), um derivado do personagem conhecido pelo mangá JoJo’s Bizarre Adventure (publicado no Brasil pela Panini).

O título foi cogitado a partir do registro encontrado no site do ISBN, onde são cadastradas todas as publicações oficiais. Até o momento, o Pipoca & Nanquim ainda não fez qualquer tipo de anúncio oficial.

Com apenas 1 volume, tendo 140 páginas na futura edição na nacional, Rohan no Louvre foi produzido por Hirohiko Araki (o autor de ‘JoJo‘) em 2010. O título acompanha a missão do personagem título, Rohan Kishie, indo à Paris atrás de uma pintura amaldiçoada que foi preservada por um curador do Museu do Louvre. Ele soube dessa arte 10 anos antes, quando ainda estudante conheceu um bela mulher misteriosa, que lhe contou que a pintura foi originada da tinta mais negra que se teve conhecimento – fruto de uma árvore milenar que o pintor original cortou sem o aval do imperador japonês.

Capa da edição em inglês de ‘Rohan no Louvre’.

Rohan Kishibe é uma espécie de alter ego do autor de Hirohiko Araki. O personagem nasceu na 4ª parte dos quadrinhos de ‘JoJo‘, conhecida como Diamond is Unbreakable, sendo um artista de mangá famoso que almeja trazer realismo às suas obras. Usando sua técnica, ele consegue transformar uma pessoa em um livro, tendo acesso a todas as suas memórias.

A chamada The Louvre Collection foi uma colação de histórias em quadrinhos idealizada pelo Museu do Louvre, convidando artistas de várias nacionalidades para adentrarem o museu e extraírem da experiência com as obras encontradas ali alguma história pra contar. Outro autor japonês que participou do projeto foi Naoki Urasawa (de Monster, Pluto e 20th Century Boys).

[ISBN via Blog BBM]


Criado por Hirohiko Araki em 1987, JoJo’s Bizarre Adventure (JoJo no Kimiyou na Bouken) foi publicado na revista Weekly Shonen Jump até 2004, quando migrou para a revista Ultra Jump (dedicada a um público mais “maduro”), onde é editado até hoje, rendendo a marca de 125 volumes encadernados. No Brasil, a Panini publica uma edição com mais páginas por volume em comparação com o encadernado original, baseada em uma coleção japonesa chamada de bunkoban. Foram garantidos por aqui os 3 primeiros arcos: Phantom Blood (3 volumes, já publicados em formato impresso), Battle Tendency (4 volumes, já publicados em formato impresso) e Stardust Crusaders (10 volumes, em publicação). No Japão, a saga se encontra em seu oitavo arco, conhecido como JoJolion.

A obra ganhou a primeira adaptação animada em 1993, com uma série de OVAs (animação lançada direta no mercado de vídeo) de 6 episódios e outra em 2000 com mais 7 episódios. Em 2007 ganhou um longa animado adaptando o arco Phantom Blood, com direção de Junichi Hayama. Finalmente, em 2012 começou a série de anime “definitiva”, com animação do estúdio David Production (Captain Tsubasa 2018). Esta última produção trouxe holofotes para JoJo no mundo todo, com um sucesso que garantiu a produção de mais temporadas – a última foi 4ª temporada, encerrada no último mês de julho adaptando o 5º arco do mangá, Golden Wind (ou Vento Aureo).

Todos os episódios do animê estão disponíveis com legendas em português pela Crunchyroll.

Publicidade
close