Coluna do Daileon#94 | Clássico de Shotaro Ishinomori, Robocon está de volta em novo filme

Isso não foi uma pegadinha de primeiro de abril. :P

Saudações inca-venusianas! (Awika!) Semana histórica para quem é fã de heróis japoneses! O canal Toei Tokusatsu World Official já está no ar com 55 séries de tokusatsu e de animê e mais um filme. Valeu a pena esperar para ter acesso a essas produções de forma oficial e conhecer boa parte delas, que era praticamente desconhecida e/ou só tínhamos contato por publicações. Aproveitando esse hype, a Coluna do Daileon apresenta hoje um Top 10 com indicações de clássicos inéditos no Brasil. E você vai ver também nesta edição: Novo Robocon a caminho dos cinemas japoneses. Ator de Zyuranger estará no próximo episódio de Kiramager. Ryo Komiya recebe alta após contrair a COVID-19. Vamos juntos rumo ao 15º Sistema Solar.


Go!! Robocon

Como será o Robocon da era Reiwa? | Divulgação/Toei

Parece notícia de primeiro de abril (e saiu mesmo nessa data), mas é oficial. A Toei anunciou via Twitter um revival de Robocon nos cinemas. Ganbareiwa!! Robocon tem estreia marcada para 31 de julho e com qualidade MX4D. Uma das primeiras imagens mostram uma silhueta do novo personagem da franquia, representando, portanto, a era Reiwa.

Logo oficial do filme Ganbareiwa!! Robocon | Divulgação/Toei

Kamen Rider Zero-One, que descreve o mundo dos robôs em funcionamento, foi um trampolim para reviver o Robocon!“, conta Shinichiro Shirakura, produtor da Toei, sobre o novo filme.

O Robocon original de 1974 | Divulgação/Toei

Criada por Shotaro Ishinomori (o mesmo de Kamen Rider), Ganbare!! Robocon foi a série original exibida pela NET (atual TV Asahi) de 4 de outubro de 1974 a 25 de março de 1977, totalizando 118 episódios exibidos nas noites de sexta-feira. Robocon é um robô-estudante da Academia Gantz, que ajuda humanos como parte de seus estudos. Apesar de ser desastrado, ter medo de barata e se alimentar de gasolina, ele tenta fazer o melhor.

De 31 de janeiro de 1999 a 23 de janeiro de 2000, a TV Asahi apresentou Moero!! Robocon nas manhãs de domingo, substituindo Tetsuwan Tantei Robotack (de 1998), a última série Metal Hero e precedendo Kamen Rider Kuuga (de 2000). Esta foi a primeira obra póstuma de Ishinomori (falecido em 28 de janeiro de 1998). Em 10 de dezembro de 1999, a Toei lançava o filme direto-para-vídeo Moero!! Robocon vs. Ganbare!! Robocon, que, como o próprio título evidencia, promoveu o encontro entre os Robocons das eras Showa e Heisei.

Em tempo, os dois primeiros episódios de Ganbare!! Robocon e Moero!! Robocon estão online pelo canal Toei Tokusatsu World Official, no YouTube. Confira a lista completa dos títulos disponíveis no Brasil aqui.

Comentário: Uma breve mea culpa por aqui. Não incluí essa notícia na Coluna da semana passada por ser um dos que achavam que era pegadinha de 1º de abril (Rá! glu-glu! Ié-ié!). Confesso ser cabreiro com a data. Só depois da publicação da edição é que eu percebi que fontes de confiança noticiaram em poucos dias. Em tempo, veio a calhar com o lançamento do canal da Toei. :D


Queda de audiência

Segundo o Observatório da TV (do UOL), as exibições de Changeman, Jiraiya e Jaspion deste domingo (5), pela Band, obtiveram uma média de 1,9 pontos no Ibope, com share de 4,3% e pico de 2,5 pontos.

A média é igual a da primeira semana, mas o pico foi inferior ao da segunda semana, que atingiu 2,9 pontos.

Comentário: Essa queda também foi sentida nas redes sociais. As séries ficaram em quarto lugar nos trending topics durantes suas respectivas exibições. A queda é considerável, mas é bom não deixar a peteca cair.


Playlist

Olha só. Preparando o terreno para as comemorações de 45 anos de Super Sentai, a plataforma de streaming de música Spotify lançou nesta quarta (8) nove álbuns com todas as aberturas e encerramentos de Gorenger a Kiramager. Saiba mais aqui.


Lobo do espaço

Ainda no hype da volta de Jaspion para a TV, o projeto Anison Lab comemora a marca de 100 mil inscritos. No clipe desta semana, Ricardo Cruz e Lucas Araújo interpretam “Space Wolf Juspion“, tema de encerramento cantado originalmente pelo saudoso Ai Takano. A versão também é baseada na versão brasileira. Assista acima.


Programe-se!

Neste domingo (12) tem Power Rangers – O Filme no Telecine Pipoca, a partir das 13h35.


Mestre mamute

Seiju Umon (52), o Goushi/Mammoth Ranger de Kyoryu Sentai Zyuranger, fará uma participação especial no episódio 6 de Mashin Sentai Kiramager. Ele será o ex-mestre de Sayo/Kirama Pink (interpretada por Mio Kudo). O episódio vai ao neste domingo (12) no Japão.

Comentário: Anteriormente, em 2012, Umon reprisou o papel de Goushi nos dois últimos episódios de Gokaiger. E em 2014 emprestou sua voz para Mammoth Ranger no filme Kyoryuger vs. Go-Busters. Falando no ator, lançamos na semana passada uma entrevista com Walter Jones, o Zack de Power Rangers, que conta como foi o encontro com o ator japonês. Assista aqui.


Estado de saúde

Na semana passada, o ator Ryo Komiya (17), o Kirama Red de Kiramager, foi diagnosticado com o novo coronavírus (leia mais aqui).

Em uma recente nota, o produtor Hideaki Tsukada afirmou que a condição de Komiya está começando a melhorar. A equipe e os atores da série estão em casa e monitorando sua saúde com a orientação de profissionais de saúde. Até o momento, nenhum outro membro do staff de Kiramager teve sintomas da COVID-19 e todos aguardam o retorno do ator para retomar as gravações.

Nesta quinta (9), Komiya anunciou via Twitter que já teve alta e estará em repouso nas próximas duas semanas.


Mais um positivo

Kentaro Hayami (58), o cantor principal de Ohranger e Carranger, testou positivo para a COVID-19 nesta terça (7). A condição de saúde de Hayami está estável e ele está descansando em sua residência. As providências para que ele seja hospitalizado foram tomadas, dependendo do seu estado de saúde.


Mensagem positiva

Vários atores de tokusatsu como Yuichi Nakamura (Rider Zeronos de Kamen Rider Den-O), Ayame Misaki (Escape de Go-Busters), Shota Minami (Rei de Ultra Galaxy Mega Monster Battle), Shu Watanabe (Eiji Hino de Kamen Rider OOO), Masahiro Inoue (Tsukasa Kadoya de Kamen Rider Decade) e vários outros registraram suas respectivas mensagens positivas em meio à pandemia do novo coronavírus nas redes sociais.


Rosto familiar

Keisuke Minami (34), o Houou Soldier de Kyuranger, está no elenco de GARO -VERSUS ROAD- como Kou Mizugame. Recentemente, o ator fez uma participação nos episódios 21, 22 e 24 de Kamen Rider Zero-One.

Nona temporada da franquia, GARO -VERSUS ROAD- estreou na TV japonesa em 2 de abril e terá apenas 12 episódios.


Nos States

Todos os 22 episódios e o filme de Ultraman X, além do filme BraveStorm são adicionados no catálogo do movieSPREE!. O serviço americano de streaming faz parte do mesmo grupo da distribuidora Mill Creek Entertainment (a mesma que está lançando séries e filmes de Ultraman em vídeo na terra do Tio Sam).


Zombie!

A Tamashii Nations divulgou imagens de S.H. Kamen Rider Genm Zombie Action Gamer Level X-0, baseado no anti-herói de Kamen Rider Ex-Aid. Enquanto a data de lançamento não é divulgada, veja as imagens na galeria:


Garotos-propaganda

A empresa japonesa de cosméticos FANCL lançou um comercial baseado em Super Sentai. Plant Sentai Botanical Force é formado por um quinteto de ikemen (termo derivado das palavras “legal”, “bom” e “emocionante”, numa tradução livre) que usa o poder hidratante das plantas para proteger a pele da Terra (Oi???) contra o Império Gasagasa.

Curiosamente: a voz do Red é de Takuma Terashima (cantor e dublador de Ultraman Taiga), do Blue é de Yoshimasa Hosoya (Ageha Yummy em Kamen Rider OOO), do Yellow é de Ryuhei Kimura (Shinjiro Hayata do animê ULTRAMAN), do Green é de Junichi Suwabe (de Kamen Rider Ee-Aid) e da Pink é de Shouta Aoi (Ai Mikaze do animê Uta no Prince-sama). Assista o comercial:


Top 10

Clássicos imperdíveis no Toei Tokusatsu

O canal Toei Tokusatsu World Official já está no ar desde a tarde do último domingo (5). Teve lá alguns contratempos, mas o catálogo segue firme e forte no YouTube com vários clássicos dos anos 1960 a 1990, cada um com os dois primeiros episódios nesta semana e com legendas em inglês (você pode alterar para a tradução automática em português nas configurações do YouTube).

O Top 10 de hoje vai destacar 10 séries inéditas no Brasil para você aproveitar ao máximo o resto da quarentena. Confira a lista e tome nota antes que eu diga “Bara-bara-bara-bara-bara-banba!“.

 

10) Changéríon (série de 1996)

De longe, essa foi a produção mais atípica da Toei nos anos 1990. Choukou Senshi Changéríon (grafado assim mesmo, com dois acentos agudos; e pronunciado como “Shanzérion”) foi a primeira série filmada em vídeo pelo estúdio e é impossível não lembrar de Cybercop, que também contou com o mesmo recurso. Aliás, há poucas filmagens de película nas cenas dos veículos do herói. O protagonista é o detetive particular Akira Suzumura (interpretado por Takashi Hagino, que mais tarde foi o vilão Kamen Rider Ohja de Kamen Rider Ryuki), que se envolveu em um acidente no qual contraiu a energia de um misterioso cristal. Assim, ele assume o codinome do brilhante soldado Changéríon e enfrenta as criaturas demoníacas de Dark Zide. No meio da série, surge o herói secundário Brader. Changéríon teve 39 episódios transmitidos nos finais de tarde de quarta-feira, pela TV Tokyo, e contou com a ilustre participação de Yutaka Hirose (Wandar em Flashman) como o vilão General Zander.

 

9) Henshin Ninja Arashi (série de 1972)

Criado pelo mangaká Shotaro Ishinomori (o pai dos Kamen Riders) e produzido por Toru Hirayama, esse foi mais um clássico do gênero baseado no Japão feudal, assim como seu contemporâneo Lion Man. Hayate é um ninja que se candidata a utilizar uma poderosa técnica de transformação, para lutar contra o Clã da Roda Sangrenta. Tal técnica foi ensinada por seu pai, que foi um desertor dessa tribo demoníaca. O herói é acompanhado por uma família de ninjas* durante a jornada. Arashi teve 47 episódios exibidos semanalmente no horário nobre da NET (atual TV Asahi) e influenciou algumas séries de Kamen Rider da era Heisei como Blade e Hibiki, por exemplo. Curiosamente, os episódios 25 a 27 fariam um crossover com personagens de Kamen Rider, mais precisamente com o alter-ego Takeshi Hongo e o agente do FBI Kazuya Taki. Porém, a ideia foi cancelada por motivos desconhecidos.

*NOTA: A shinobi adolescente Kasumi foi interpretada pela atriz e cantora Hiroko Hayashi. Em 1978, ela foi a estrela principal de Ganbare! Red Vickies, série de Shotaro Ishinomori que apresenta Reiko Esaki, uma garota de 16 anos que se torna técnica de um time de beisebol. Ganbare! Red Vickies teve 48 episódios exibidos pela TV Asahi nas noites de sexta-feira, na faixa das 19h30, a mesma que foi ocupada mais tarde por Gavan, Sharivan, Shaider e Jaspion.

 

8) Captain Ultra (série de 1966)

Quando Ultraman teve que ser encerrado após 39 episódios, a Toei deu uma mãozinha para a Tsuburaya enquanto sua “concorrente” preparava a produção de Ultra Seven. É que Captain Ultra foi uma espécie de tapa-buraco no extinto bloco Takeda Hour*, da emissora japonesa TBS. Totalizando 24 episódios, a série foi baseada nos quadrinhos Captain Future, do autor norte-americano Edmond Hamilton (1904~77). Contava as aventuras do herói-título e seus fiéis escudeiros, Joe e o robô Hack, na missão de defender o Sistema Solar contra alienígenas. Em auxílio ao herói, também estão os cadetes Akane e Kenji. É quase um Perdidos no Espaço oriental. Captain Ultra foi estrelado pelo veterano Hirohisa Nakata, o agente Shimizu do filme live action de Fantomas e o vilão Mason da série Choudenshi Bioman. Recentemente, o ator participou do episódio 20 de Kamen Rider Zero-One.

*NOTA: Outra série tokusatsu da Toei exibida no mesmo bloco foi Yojutsu Bugeicho (1969), de apenas 13 episódios e estrelada por Isao Sasaki (o Prof. Nambara de Jaspion).

 

7) Space Ironman Kyodain (série de 1976)

Mais um clássico criado por Shotaro Ishinomori e produzido por Toru Hirayama. Tudo começa quando o Dr. Hayami e seus filhos mais velhos Joji e Ryuji são sequestrados pelo exército de robôs do planeta Dada. Apenas escaparam o caçula da família Kenji (que fazia aniversário durante o ocorrido) e a assistente da família, Etsuko Shirakawa. Exatamente um ano depois, os irmãos retornam como os cybernoides Skyzel e Grounzel, os Irmãos Kyodain, para proteger a terra contra os invasores de Dada. Carismático, Space Ironman Kyodain (Uchuu Tetsujin Kyodain) teve 48 episódios exibidos pela TBS e parte de sua trilha sonora foi reaproveitada mais tarde em Bicrossers (a partir do episódio 11). Destaque para o ator Takeshi Sasaki (Ryuji/Grounzel), que anteriormente foi o segundo Kamen Rider na série original de 1971. E Etsuko foi interpretada pela veterana cantora Mitsuko Horie. Recentemente, a Toei fez uma releitura dos Irmãos Kyodain para o filmes Kamen Rider Fourze the Movie: Everyone, Space is Here! (de 2012) e Kamen Rider × Super Sentai × Space Sheriffs: Super Hero Taisen Z (de 2013).

 

6) Message from Space (série de 1978)

Devido ao sucesso do filme Mensagem do Espaço (Uchuu Kara no Message), estrelado por Sonny Chiba em 1978, a Toei produziu uma série derivada para a TV Asahi de 27 episódios. Roteirizada por Shotaro Ishinomori, Message from Space: Galactic Wars (Uchuu Kara no Message: Ginga Taisen) bebeu na fonte de Star Wars: Uma Nova Esperança (de 1977). Hayato Gen retorna ao seu planeta natal, Analis e descobre que toda a sua família foi assassinada pelos ninjas tiranos do Império Gavanas. Prestes a morrer, o jovem é salvo pela misteriosa mulher chamada Sofia, que lhe confia a nave espacial Liabé. Ao seu lado estão o piloto Ryu, o homem-macaco Baru e o robozinho Tonto (!) para lutar pela paz e a justiça do 15º Sistema Solar. Hayato Gen foi interpretado por Hiroyuki Sanada, que foi Shiro Hongo no filme Mensagem do Espaço. Sanada também participou dos filmes O Último Samurai, 47 Ronins e Wolverine: Imortal. Em 2021, ele será Scorpion no filme reboot de Mortal Kombat.

 

5) Inazuman/Inazuman Flash (séries de 1973 e 1974)

Goro Watari é um universitário que salvou dois dos pequenos agentes da Liga Jovem (uma espécie de Patrulha Científica mirim) de um ataque do Exército Fantasma do Império Neo-Humano. Aceitando o convite para integrar-se à Liga Jovem, Goro sofre uma breve mutação e ganha superpoderes. Para enfrentar o exército liderado pelo Imperador Banba (que sempre repetia algo como “Bara-bara-bara-bara-bara-banba!“), Goro se transformava primeiro na criatura Sanagiman e no clímax da batalha se tornava em Inazuman, o guerreiro da liberdade. Nas duas formas, o herói sempre repetia “Chest!”, uma vez que seu peito concentrava uma forte energia. Criado por Shotaro Ishinomori, Inazuman foi estrelado pelo grande Daisuku Ban, que havia consagrado sua carreira como Kikaider em 1972. Teve 25 episódios e uma sequência direta intitulada como Inazuman F (ou Inazuman Flash). Com mais 23 episódios, a segunda fase apresentava inimigos com referências (não confunda com apologia) ao nazismo e enredos mais brutais. Nesta fase, Inazuman não teve um upgrade no seu visual (o que seria comum nos anos 1980 em diante), mas destruía os monstros da semana com a arma do trovão Zeber. A Toei fez uma releitura do herói para o filmes Kamen Rider × Kamen Rider Wizard & Fourze: Movie War Ultimatum (de 2012) e Kamen Rider × Super Sentai × Space Sheriffs: Super Hero Taisen Z (de 2013).

 

4) Kaiketsu Zubat (série de 1977)

Ken Hayakawa é um detetive particular com jeitão de cowboy que decide vingar a morte de um velho amigo em nome da justiça. Assim ele assume o codinome Zubat (não confunda com o Pokémon morcego, ok?) para enfrentar os criminosos mais perigosos (e espalhafatosos) do Japão. Hayakawa seguia um clichê onde desafiava seus algozes dizendo ser o atirador número um e com bastante estilo, convicção e sarcasmo. Ao ser capturado, junto com as vítimas da semana (incluindo até mulheres e crianças apanhando; algo comum na época e impensável para produções atuais), Hayakawa se desprendia das cordas, desaparecia e (sabe Deus como) aparecia do outro lado trajando seu Zubasuit e dirigindo o Zubat Car. Sendo mais uma obra do prolífico Ishinomori, Kaikatsu Zubat teve apenas 32 episódios exibidos pela Tokyo 12 Channel (atual TV Tokyo). O astro principal era Hiroshi Miyauchi, que anteriormente foi Kamen Rider V3 e Ao Ranger em Gorenger. Assim que Zubat terminou na TV japonesa, Miyauchi apareceu em JAKQ como Big One. No Brasil, vimos Miyauchi como o Policial do Espaço Alan em Gavan e especialmente como Chefe Masaki em Winspector e Solbrain.

 

3) Kikaider/Kikaider 01 (séries de 1972 e 1973)

Estas são duas séries de mais uma franquia de sucesso de Ishinomori em seu país. Na série original, o Dr. Kohmyoji é mantido como prisioneiro da organização terrorista DARK. Um dia, Jiro, um androide criado pelo cientista, aparece para desafiar DARK e proteger seus filhos. Jiro se transforma no androide Kikaider e luta contra os bizarros monstros da semana criados pelo Professor Gill. Seu maior inimigo é o androide Hakaider, que teve um importante antagonismo em Kikaider 01 (Zero One). Nesta sequência, surge um novo androide chamado Ichiro, que protege Akira, o segundo filho de Gill. Exibido pela antiga NET nas noites de sábado, Jinzou Ningen Kikaider teve 43 episódios e foi estrelado por Daisuke Ban, que mais tarde estrelou em Inazuman, Inazuman Flash, Ninja Captor, além de ser o segundo Battle Cossack em Battle Fever J. Já Kikaider 01 seguiu no mesmo horário com 46 episódios e foi estrelado pelo saudoso Shunsuke Ikeda (1940~2010), o Takeshi Minami de O Regresso de Ultraman. Kikaider rendeu várias sagas nas páginas da Weekly Shonen Jump, duas séries animadas e mais dois filmes para o cinema — Mechanical Violator Hakaider (de 1995) e Kikaider Reboot (de 2014). Para promover esse último título, o novo Kikaiker apareceu no episódio de Kamen Rider Gaim.

 

2) Daitetsujin 17 (série de 1977)

Surge um novo exército de robôs gigante comandados por Brain, considerado o computador mais inteligente da Terra. Um dia, Saburo, um garoto cujo a família foi assassinada pelos capangas de Brain, desperta um robô gigante que estava oculto por vários anos. Saburo batiza o gigante como 17 (leia os numerais como “One Seven”) e enfrenta a tropa robótica do grande vilão. Daitetsujin 17 teve trilha sonora produzida pela lenda viva Chumei Watanabe e boa parte dela foi reaproveitada à exaustão em Jiban. Os temas musicais são interpretados pelo inimitável Ichiro Mizuki, com todo aquele estilo “bregão” presente nas séries tokusatsu dos anos 1970. Esse clássico durou 35 episódios e dois deles, incluindo o de estreia, contou com a participação do saudoso Akihiko Hirata (1927~84), o Dr. Serizawa do primeiro filme de Godzilla, como Capitão Gomez.

 

1) Shin Kamen Rider: Prologue (filme de 1992)

Produção comemorativa dos 20 anos da principal franquia de Shotaro Ishinomori*. Em busca da cura de doenças como AIDS e câncer, cientistas realizam experimentos para fortalecer o corpo humano. O motoqueiro Shin Kazamatsuri serviu como cobaia desses experimentos e possui a capacidade de se transformar numa criatura assassina. Sem saber os verdadeiros motivos para tal, Shin segue pistas sobre uma conspiração por trás destas experiências genéticas. Dentre os roteiristas estava Jo Onodera, o filho mais velho de Ishinomori e que também já deu as caras em Kamen Rider Black RX e Ultraman Dyna. Bem, o filme não teve retorno e parte disso é culpa de algumas inconsistências na trama. Em contrapartida, Shin Kamen Rider foi uma evolução na ocasião por apresentar um herói com uma forma monstruosa (mais uma vez com Jiro Okamoto como dublê) e ação de extrema violência. Destaques para Kiyomi Tsukada (Anri em Jaspion), Akira Ishihama (Dr. Tokimura em Flashman e Yanagida em Jiban) e também do próprio Shotaro Ishinomori. E não menos importante, o astro principal Shin Ishikawa foi o Ultraman Hikari em Ultraman Mebius. Shin foi o primeiro da trilogia de filmes que encerraram oficialmente a era Showa da franquia (junto com ZO e J) e ele apareceu em mais cinco filme da era Heisei.

*NOTA: A versão que está online é a não-censurada (contém cenas eróticas).

 

Tem muita série bacana que ficou de fora dos destaques e vale aqui fazer menções honrosas: Exceedraft, Janperson, Blue SWAT, Ninja Captor, Robot Keiji, Akumaizer 3, Bibyun, Robocon, The Kagestar e tantos outros clássicos. Mas a gente preparou uma lista completa com todas as 55 séries de tokusatsu e animê disponíveis no canal Toei Tokusatsu World Official em território brasileiro. Boa maratona, fique em casa, reflita durante a Semana Santa e até semana que vem.

Bara-bara-bara-bara-banba! Banbara!!!

Publicidade
close