Exclusivo: Entrevista com Asa Suehira, diretor de conteúdo da Funimation

Serviço será lançado em dezembro com mais de 200 títulos no catálogo, incluindo opções dubladas!

Como todos bem sabem, a Funimation chega ao Brasil em dezembro e já vem anunciando vários animês que estarão presentes no catálogo de estreia. O JBox entrevistou Asa Suehira, diretor de conteúdo (Chief Content Officer) da empresa, para sabermos mais sobre a vinda do serviço para cá.

Fique também de olho no nosso canal para uma novidade especial sobre a plataforma! Quem quiser checar as respostas originais em inglês pode descer até o final da matéria ou clicar aqui.


NOTICE: Original answers in English can be checked at the end of this post, click here to be redirected.


Muitos fãs brasileiros conhecem a Funimation apenas pelo serviço de streaming, mas a empresa tem um longo histórico intrinsecamente ligado a animês. Pode dividir um pouco da história da Funimation com a gente?

Asa: Estamos muito ansiosos para chegar no Brasil e no México em dezembro e virar parte da intensa comunidade de animê da América Latina. A Funimation foi fundada há 25 anos nos EUA, pelo amor por animê. Desde aquela época, colaboramos para a popularização dos animês nos EUA e agora estamos de olho no público global.

Quando a Funimation começou, não havia um grande público otaku na América do Norte. No começo, conseguimos alguns títulos importantes, como Dragon Ball e Dragon Ball Z, que fizeram muito sucesso e, dali em diante, crescemos rápido. Ano passado, entramos para a família Sony, como uma joint-venture entre a Sony Pictures Television e a Aniplex. Estamos esperando pelo que o futuro nos aguarda.

 

Quando começou o planejamento para trazer a plataforma ao Brasil e quais os planos para o país?

Asa: Estamos muito animados por finalmente podermos contar mais sobre nossa chegada. Sabemos o quão apaixonados os brasileiros são e é incrível poder fornecer animês fantásticos com vocês. A comunidade otaku é global, mas é também local, com eventos e encontros. Queremos ter uma presença local e apoiar a cena local de animês e mangás. Estamos empolgados com nossa parceria com a CCXP neste ano. Queremos trazer conteúdos incríveis para os fãs.

Attack On Titan, a temporada final, terá dublagem exclusiva na Funimation. | Imagem: Divulgação/MAPPA/Funimation

 

Qual o diferencial da Funimation ante os concorrentes?

Asa: Nosso foco é sempre o fã. Estamos felizes em trazer ainda mais animês populares para o Brasil. Como vocês sabem, vamos começar já com estreias quentes como Attack on Titan, My Hero Academia, Overlord, Sword Art Online e Fruits Basket – muitos deles, com dublagem brasileira. A Funimation é um lar para os fãs de animês, buscamos trazer séries novas, icônicas e populares em todo o mundo. Se você ama animê, como a gente, a Funimation é a sua casa.

 

Quais os maiores desafios do mercado brasileiro para a Funimation?

Asa: Sabemos que os fãs brasileiros querem muito mais e queremos ser parte da comunidade. Nossa maior empreitada tem sido trabalhar com nossos parceiros no Japão para ter os direitos e localizar o conteúdo em português.

 

Existe no Brasil um valor muito grande, por parte dos fãs, para a qualidade das dublagens em nosso idioma. A Funimation está a par desse público mais exigente nesse quesito?

Asa: Sabemos o quão ansioso vocês estão para assistir às séries dubladas e teremos alguns títulos com dublagem já no lançamento, incluindo Attack on Titan (dublagem exclusiva da Funimation), My Hero Academia, Tokyo Ghoul, Assassination Classroom, Blood Blockade Battlefront [Kekkai Sensen], Claymore, Overlord, e Steins;Gate. Pretendemos adicionar ainda mais dublagens ao catálogo futuramente.

My Hero Academia | Imagem: Divulgação/BONES

Existem muitos estúdios de dublagem no Brasil, mas os principais serviços de streaming, como Netflix, Amazon Prime e Crunchyroll, atualmente apenas firmam parcerias com os chamados “estúdios de qualidade premium”. A Funimation também trabalha em parceria com eles? Se sim, quais são os parceiros?

Asa: Sabemos dos estúdios no Brasil, mas para nós, o importante é o talento e fazer tudo para entregar os melhores episódios para os fãs o mais rápido possível.

 

Os lançamentos do Brasil e México serão os mesmos ou há chances de algum “exclusivo do Brasil”?

Asa: Na estreia, o catálogo vai ser o mesmo, mas não excluímos a possibilidade de “exclusivos” no futuro, se fizer sentido.

 

Os animês serão só títulos mais recentes ou os fãs poderão esperar clássicos de décadas passadas no acervo? Se houver animês antigos, há chances de estarem dublados?

Asa: Ambos! Vamos adicionar novas séries do Japão em toda temporada, incluindo das temporadas de outono e inverno (no Japão) logo depois da estreia. Mas também vamos colocar alguns títulos bem populares, talvez já em janeiro de 2021. Fiquem de olho nos anúncios!


A vinda da Funimation foi anunciada em julho, durante um evento online. O serviço chega com mais de 1500 horas de entretenimento, distribuídas entre mais de 200 séries e filmes. Em breve, a empresa deve anunciar mais detalhes sobre preços e formas de pagamento. Nós também teremos uma surpresinha em nossas redes, fique de olho!


Material Original

 

Many Brazilian fans have heard about Funimation due to your streaming service, but the company has a long history in the US, deeply tied to the anime industry. Can you tell us more about this background?

Asa: We’re really excited to be expanding to Brazil and Mexico in December and become part of the vibrant anime community in Latin America. Funimation was founded 25 years ago in the U.S. out of a love of anime. Since that time, we’ve been instrumental in elevating the popularity of anime in the US and now we’re turning our eyes globally. 

When Funimation began, there was no mass awareness of anime in North America. In the early days we were able to secure a few key titles including Dragon Ball and Dragon Ball Z which were enormously successful with audiences in the US and the company grew quickly from there. Last year we joined the Sony family as part of a joint venture between Sony Pictures Television and Aniplex. We’re excited about the future of the company. 

 

When did Funimation start preparing to land here and what are you planning for Brazil? 

Asa: We’re thrilled to be able to finally share more on the launch timing. We know how passionate fans are in Brazil and it’s great to be able to distribute some really terrific anime. While Anime is a global community, it’s also very local with events and meetups. We want to have a local presence and support the local manga and anime community. We’re excited to be partnering with CCXP this year as an official anime partner. We’re working to bring fans some exciting content for the show. 

 

What makes Funimation unique? How does Funimation stand out from its competitors?

Asa: We take a fan-centric approach to everything we do. We’re excited to bring even more popular anime to Brazil. As you know, we’ll be launching with big titles like Attack on Titan, My Hero Academia, Overlord, Sword Art Online and Fruits Basket – many of them dubbed in Brazilian Portuguese. Funimation is a home for anime fans, we strive to bring new releases, popular and iconic titles to fans around the globe. If you love anime, like we do, Funimation is a home for you. 

 

What are the biggest challenges for you in the Brazilian market so far?

Asa: We know Brazilian fans are eager for more anime and we’re looking forward to being a part of the community. The biggest undertaking has been working with our partners in Japan to acquire the rights and then localizing all the launch content into Portuguese. 

 

In Brazil, they say “It’s all about dubbing”, because fans care deeply about dubbing quality in Brazilian Portuguese. Is Funimation aware of this demand from the audience?

Asa: We know how eager fans are to enjoy dubbed anime and we will have a number of titles available dubbed at launch including Attack on Titan (the dubbed version will be available exclusively on Funimation), My Hero Academia, Tokyo Ghoul, Assassination Classroom, Blood Blockade Battlefront, Claymore, Overlord, and Steins;Gate. We look forward to adding even more dubs to the service. 

 

There are several dubbing companies in Brazil but the biggest streaming services, such as Netflix, Amazon Prime and Crunchyroll, currently only partner with those considered “premium quality studios”. Does Funimation also have partnerships with them? If so, which of these are your partners studios?

Asa: We’re aware of the dub houses in Brazil but for us, it’s about voice talent and working to deliver the best episodes possible to fans as quickly as possible.  

 

Is there any “Brazilian exclusive” title that is not on Funimation Mexico or other countries?

Asa: At launch, we will offer the same library of titles to both Brazil and Mexico, but we don’t rule out future exclusives for either country if they make sense.

 

Is the platform focusing more on recent shows or can we expect some classics cult will also be available? If so, are there any chances they will be dubbed? 

Asa: Both! You will see us adding new shows from Japan every season as we move forward, including from the Fall and Winter Japanese seasons shortly after launch. But we’ll also be adding in some very popular catalog titles, perhaps as early as January 2021. You’ll have to stay tuned for those announcements!