Imagem: Ash Ketchum e Pikachu em screenshot de Pokémon: Koko (ou Segredos da Selva).

Pokémon – Segredos da Selva: Pela 1ª vez, Ash fala sobre seu pai no animê

Sim, o Ash tem um pai e aparentemente lembra dele.

O filme Pokémon, Segredos da Selva (Pokémon Koko, no original) está para sair nos cinemas japoneses no dia do Natal, 25 de dezembro. Com uma trama meio tarzanística, o longa traz Zaza (Koko, no original), um humano criado por um Pokémon mítico, Zarude. Apesar da estreia ainda não ter ocorrido, veículos japoneses já soltaram informações sobre o filme.

Vendo Zaza passar dificuldades com Zarude, Ash fala um pouco das memórias de seu pai – algo até então nunca abordado em nenhuma produção do animê. Segundo as informações, ele diz algo como “eu lembrei do meu pai ao ver o Zaza” e conta suas memórias do pai. De acordo com o diretor, Tetsuo Yajima, a história é sobre “relação entre pais e filhos” e, por isso, era impossível que o protagonista não mencionasse seu próprio pai.

Não é de hoje que o público tem curiosidade sobre o pai de Ash, há mil e uma teorias sobre quem seria. Mas a série de TV e os filmes quase nem passam pelo assunto, aumentando ainda mais as especulações. Infelizmente, só saberemos após a estreia quanta informação sobre o pai do personagem realmente há no longa, mas já fica registrado que Ash ao menos lembra dele.

O longa não tem data para sair no Brasil, mas um trailer dublado já foi divulgado:

Em Segredos da Selva, Zaza viveu desde sempre na Floresta Okoya, um “paraíso proibido”, sendo criado pelo Pokémon mítico Zarude. Um encontro do rapaz com Ash trará o primeiro choque com a humanidade. E claro que um inimigo ameaçará a floresta, fazendo com que os novos amigos, Pokémon e humanos, se unam.

O longa marca o “retorno” dos filmes 2D de Pokémon, já que os últimos longas da franquia foram Detetive Pikachu (2019), misturando atores reais com animação CG, e o remake totalmente CG do filme do Mewtwo,  Mewtwo Contra-Ataca: Evolução (2019). O filme mais recente em animação 2D é O Poder de Todos (2018).

A estreia no Japão (onde é chamado de Pokémon: Koko, nome que poderia trazer alguns “problemas” por aqui, graças à sonoridade) estava prevista para julho deste ano, mês tradicional dos pokéfilmes por lá, mas foi adiada devido à pandemia de coronavírus. Lembrando que os filmes recentes se passam em uma linha temporal independente da série de TV.


Fonte: Livedoor News


Os primeiros jogos de Pokémon foram Red e Green (no Japão), lançados em 1996 para Game Boy. O lançamento internacional, no entanto, foi das versões Red e Blue, em 1998, levemente modificadas (posteriormente seria lançada a versão Yellow).

A franquia faz, desde então, enorme sucesso mundial, tendo também animês, mangás, diversos tipos de produtos licenciados além, de claro, vários outros games. Cada vez que um jogo com novos Pokémons é lançado, considera-se ser uma “nova geração”. Atualmente, estamos na oitava geração da série.

Em toda estreia de jogo da série principal, uma animação para TV é produzida se passando no novo continente. Mas, com as facilidades das redes sociais, a Pokémon Company vem diversificando o conteúdo por outros meios, oferecendo uma série de opções pelo YouTube.

A série animada principal conta a história de Ash Ketchum (Satoshi, no original em japonês), um aspirante a treinador de Pokémon. Ao lado de Pikachu, seu primeiro Pokémon, Ash inicia a jornada para se tornar um mestre, desbravando regiões, conhecendo novos amigos e enfrentando os planos malignos da Equipe Rocket – uma corporação que sequestra Pokémon poderosos, mas que frequentemente é representada por um trio de vilões atrapalhados.

Na virada de 1999 para o ano 2000 foi febre ao ser exibido no Brasil pela TV Record e Cartoon Network, rendendo álbuns de figurinhas, roupas, CDs, tazos, brinquedos diversos, revistas oficiais e uma infinidade de produtos relacionados. Posteriormente, também teve temporadas exibidas na Rede Globo e RedeTV!, além de ter algumas fases disponíveis na Netflix e Prime Video.

Publicidade
close