Imagem: As Cures "líderes" das temporadas 'GoGo' e 'Healin' Good'.

Healin’ Good Precure: Novo trailer do 2º filme com a série é lançado

Vídeo dá um gostinho do que esperar no longa.

A Toei lançou um novo trailer de Eiga Healin’ Good Precure Yume no Machi de Kyu! tto GoGo! Daihenshin!! (algo como Healin’ Good Precure – O Filme: Se Transformando na Cidade dos Sonhos com GoGo!), o 18º filme da franquia Precure.

O vídeo postado pela Toei mostra um pouco da história do próximo longa das garotas mágicas. Ao final, há um chamada também do curta de Tropical-Rouge. Confira:

O filme está previsto para chegar às telonas japonesas no dia 20 de março e  terá crossovers com a série Yes! Precure 5 GoGo! e personagens de Rilakkuma, há um animê do mascote, Rilakkuma e Kaoru, disponível Netflix.

Imagem: A sereia Laura e Cure Papaya., com o logo de 'Tropical-Rouge Precure'.
Reprodução: Toei.

Como já informado, contará com um curta, intitulado Eiga Tropical-Rouge! Precure Petit Tohikome! Collabo Dance Party! (Tropical-Rouge! Precure – O Filme: Petit Dive! Festa de Dança da Colaboração!, numa tradução livre), que será baseado na próxima série da franquia: Tropical-Rouge! Precure, com estreia marcada para 28 de fevereiro, colocando as personagens em uma festa numa ilha.


Fonte: ANN


PreCure

Imagem: Banner com as duas protagonistas de 'Futari wa Precure'.

A franquia Precure ou Pretty Cure começa com Futari wa PreCure em 2004, uma série produzida pela Toei Animation, criada por uma equipe criativa da empresa intitulada de Izumi Todo. O sucesso dos 49 episódios fez com que não só uma sequência fosse produzida, como inaugurou uma das mais bem sucedidas franquias de garotas mágicas, com 15 séries diferentes divididas em 17 temporadas (Futari wa Precure e Yes! PreCure 5 tiveram sequências), vários filmes e produtos.

Já nos anos 2000, tentaram negociar a vinda da 1ª série Pretty Cure com canais de TV brasileiros, porém nenhuma emissora topou a exibição. Anos mais tarde, em 2015, a Saban Brands adquiriu os direitos para uma adaptação de Smile PreCure! (fase de 2012), fazendo uma série de edições, alterando nomes e trilha sonora para transformar o produto em Glitter Force. Sob alvo de muitas críticas, o animê teve exibição exclusiva pela Netflix e ganhou um item bastante desagradável por aqui: uma dublagem em português feita fora do Brasil, além dos cortes criticados por todos os fãs da série internacionalmente.

Mesmo assim, a parceria com a Saban ainda rendeu a adaptação de mais uma temporada, com Glitter Force: Doki Doki (DokiDoki! PreCure), que até se salvou um pouco por aqui, com uma dublagem feita no Rio de Janeiro. Mas a essa altura a empresa de Haim Saban já não estava mais empenhada na marca, devolvendo-a para a Toei em 2017.

Healin’ Good é a série mais atual e traz a 15ª geração de heroínas. Na história dessa temporada, três garotas recebem os poderes dos chamados “Animais de Cura’ para se tornarem as heroínas Pretty Cure. Sua missão é proteger a vida na Terra em uma batalha contra os Patógenos, que pretendem envenenar o planeta.

Publicidade
close