Imagem: Luffy e personagens de 'One Piece'.

Ranking Oricon 2021 #5: ‘One Piece’ #98 vende mais de 1 milhão e lidera semana de 1 a 7 de fevereiro

‘Jujutsu’ perde o fôlego depois de sequência de boas semanas, mas permanece entre os mais vendidos; ‘World Trigger’ e novo fanbook de ‘Kimetsu’ também se destacam.

A primeira semana do mês foi movimentada no ranking da Oricon, trazendo uma lista um pouco mais diversa. Embora ainda ateste a predominância de Demon Slayer: Kimetsu no YaibaJujutsu Kaisen, os dois megahits atuais da Shueisha, o período do dia 1 a 7 de fevereiro é marcado por uma presença maior de outra séries que não haviam rankeado no ano.

Observa-se, na tabela abaixo, como o lançamento de volumes inéditos se destaca, o que se pode atestar em todo começo de mês (que geralmente é quando as novas edições são lançadas no Japão). Confira a lista com os 50 mais vendidos da semana, além do top 10 por série:

Imagem: Ranking, na seguinte ordem: Jujutsu Kaisen #11 Shonen Jump (Shueisha); Tensei Kenja no Isekai Life #11 Manga Up! (Square Enix); Jujutsu KAisen #1 Shonen Jump (Shueisha); Jujutsu KAisen #6 Shonen Jump (Shueisha); Jujutsu KAisen #5 Shonen Jump (Shueisha); Jujutsu KAisen #3 Shonen Jump (Shueisha); KEMONO Jihen #13 Jump SQ (Shueisha); Jujutsu Kaisen #4 Shonen Jump (Shueisha); Jujutsu KAisen #2 Shonen Jump (Shueisha); Dragon Quest new edition #11 Shonen Jump (Shueisha); Dragon Quest new edition #12 Shonen Jump (Shueisha); Jujutsu KAisen #14 Shonen Jump (Shueisha); Demon Slayer #23 Shonen Jump (Shueisha); Toshokan Sensou - Love & War EXTRA Lala (Hakusensha); Jujutsu Kaisen #0 Shonen Jump (Shueisha); Demon Slayer #19 Shonen Jump (Shueisha); Demon Slayer #22 Shonen Jump (Shueisha); KUUbo Ibuki Great Game #3 Big Comic (Shogakukan); Demon Slayer #18 Shonen Jump (Shueisha); Demon Slayer #17 Shonen Jump (Shueisha); Platinum End #14 Jump SQ (Shueisha); Attack on Titan #33 Bessatsu Shonen Magazine (Kodansha); Demon Slayer #20 Shonen Jump (Shueisha); Demon Slayer #12 Shonen Jump (Shueisha); Demon Slayer #14 Shonen Jump (Shueisha); Demon Slayer #16 Shonen Jump (Shueisha); Demon Slayer #15 Shonen Jump (Shueisha); Demon Slayer #13 Shonen Jump (Shueisha); Demon Slayer #21 Shonen Jump (Shueisha); Isekai Kenja no Tensei Musou - Game no Chishiki de Isekai Saikyou #3 MangaUp! (Square Enix); Demon Slayer #9 Shonen Jump (Shueisha); Demon Slayer #11 Shonen Jump (Shueisha); Demon Slayer #8 Shonen Jump (Shueisha); Demon Slayer #10 Shonen Jump (Shueisha); Toshokan Sensou - Love & War SPECIAL ED. #1 Lala (Hakusensha); Demon Slayer #7 Shonen Jump (Shueisha); Spy x Family #6 Jump + (Shueisha).
Clique em “ver imagem” com o botão direito para visualizar melhor.
Imagem: Capa do volume 98 de 'One Piece'.
Divulgação: Shueisha.

O 1º lugar foi para One Piece #98, que obviamente dispensa apresentações. É impressionante que em apenas 4 dias de disponibilidade, o volume inédito do mangá de Eiichiro Oda tenha atingido 1.273.929 exemplares vendidos. Evidentemente, trata-se do reflexo da campanha promovida pela Shueisha em comemoração à chegada do milésimo capítulo da série.

Este volume, aliás, ainda não inclui o capítulo 1000, lançado em 4 de janeiro no Japão. Os capítulos contidos aqui vão do 985 ao 994. Apenas no #99 é que a publicação encadernada alcançará o referido número, o que deve lhe garantir uma quantidade igualmente colossal de vendas. Cabe lembrar que na semana passada a série chegou a exorbitantes 480 milhões de cópias em circulação pelo mundo.

Na 2ª colocação está o novo fanbook de Demon Slayer, com 1.005.655 cópias vendidas nos mesmos 4 dias de OP 98. Pegando carona no sucesso do material inédito, o 1º fanbook da série conseguiu um montante de 75.376 novas unidades vendidas, garantindo a 5ª colocação e totalizando 1.555.231 cópias desde que fora lançado, em julho de 2019.

Imagem: Capa do segundo fanbook de 'Demon Slayer'.
Divulgação: Shueisha.

Isso torna o feito do novo livro ainda maior, já que este – em menos de uma semana –alcançou 2/3 das vendas totais de seu precedente.

O 3º colocado foi World Trigger #23, podendo surpreender quem não acompanhava o desempenho da série nos rankings (eu incluso). 238.549 exemplares em 4 dias é um número extremamente positivo para qualquer série, sobretudo num período em que se divide atenção com Kimetsu Jujutsu. Os 340.613 volumes vendidos durante a semana (isto é, contabilizados todos os 23 volumes publicados) são de impressionar, garantindo para World Trigger a 5ª posição no ranking de séries (que pode ser conferido ao final do post).

A 2ª temporada do animê da Toei, em exibição no Japão (e disponível com legenda em pt-br na Crunchyroll) desde o mês passado, certamente exerce sua influência. Cabe um parêntese de que, a partir dessa semana, a série entra em hiato de 1 mês na Jump, por motivos de saúde do autor Daisuke Ashihara. O retorno está programado para 4 de março.

Imagem: Capa do volume 23 de 'World Trigger'.
Divulgação: Shueisha.

O 4º lugar foi ocupado por Death Note Short Stories, uma coletânea de histórias ambientadas no universo criado por Tsugumi Ohba e Takeshi Obata, com 85.378 cópias. Dentre elas, está o one-shot publicado em fevereiro de 2020 no MangaPlus (e trazido ao Brasil pela JBC) e capítulos publicados por volta de 2003 e 2004, quando a série principal ainda estava sendo seriada na Shonen Jump. A JBC ainda não acenou com a possibilidade de trazer este novo volume para cá, mas é bem provável que ocorra.

Completando o top 10, estão as cartas marcadas e um menos recorrente: Demon Slayer Gaiden, que também pegou a rabeira do fanbook recém-lançado, ficou em . Jujutsu Kaisen diminuiu um pouco o fôlego em relação à semana passada, quando colocou todos os seus 15 volumes nas primeiras posições do ranking, mas ainda aparece entre os 10 primeiros, com as , e 10ª colocações (além de outras aparições ao longo das 50 posições da tabela). Seraph of The End #23, com 65.911 exemplares, conseguiu uma boa marca e ficou na 7ª posição.

Do 11º ao 20º colocado, a despeito d0s 8 volumes de Jujutsu , os destaques vão para Tensei Kenja no Isekai Life – que teve outro mangá da franquia ranqueando bem, na 43ª colocação (Isekai Kenja no Tensei Musou – Game no Chishiki de Isekai Saikyou #3) – na 15ª posição, com seu volume inédito, e Kemono Jihen, com o também inédito #13, no 20º lugar.

Imagem: Capa do novo volume de 'Death Note' com Ryuk e Minoru.
Divulgação: Shueisha.

Na sequência, dão as caras os dois novos volumes da edição especial de Dragon Quest – Dai no Daibouken, em 23º e 24º lugares. O novo formato de Fly sempre consegue ranquear nas semanas de lançamento, mantendo uma média regular nas semanas seguintes.

Assim como o isekai da semana, a franquia Toshokan Sensou – Love & War também aparece com dois volumes novos: um extra, na 27ª colocação e o #1 da edição especial na 48ª.

Por fim, destaco a permanência de Kuubo Ibuki Great Game #3, continuação da série Kuubo Ibuki, de Osamu Eya e Kaiji Kawaguchi, dentre os 50 títulos do ranking. Na lista da semana passada, havia atingido o 47º lugar, com 36.303 cópias, mantendo um número muito próximo agora: 34.166 exemplares, ocupando o 31º posto.

Platinum End #14, o último da série, conseguiu ranquear, mas com um número bem pouco expressivo tendo em vista a visibilidade da revista e a “grife Ohba e Obata” que sustentou o mangá ao longo desses 6 anos de publicação. O 32º lugar com 32.151 cópias para um volume final (somado a todos os fatores mencionados) é bem pouco animador. Veremos se com o animê do Signal.MD, previsto para o segundo semestre, as coisas mudam para o trabalho da dupla de Bakuman Death Note.

Spy x Family #6 fecha a lista, permanecendo no ranking, com 24.849 e o último lugar na tabela. Desde que foi lançado, no final de dezembro, o volume nunca esteve de fora, o que é bem impressionante para um título tão novo. Imagino o que será do mangá quando finalmente for lançado um animê (que com certeza deve ser anunciado em breve). Certamente renderá um enorme acréscimo nas vendas e quem sabe poderá rivalizar com Jujutsu, que não para de crescer.

As séries mais vendidas da semana

  1. One Piece, 1.281.230 cópias vendidas;
  2. Demon Slayer – Kimetsu no Yaiba Fanbook 2, 1.081.031 cópias vendidas;
  3. Jujutsu Kaisen, 733.066 cópias vendidas;
  4. Demon Slayer – Kimetsu no Yaiba, 684.424 cópias vendidas;
  5. World Trigger, 340.613 cópias vendidas;
  6. Attack on Titan, 211.038 cópias vendidas;
  7. The Promised Neverland, 177.320 cópias vendidas;
  8. Kemono Jihen, 144.470 cópias vendidas;
  9. Chainsaw Man, 127.280 cópias vendidas;
  10. Haikyu!!, 98.019 cópias vendidas;

Fonte: Oricon

Publicidade
close