Imagem: Ash, Pikachu e Gou em 'Pokémon Jornadas'.

Pokémon Jornadas: Prévia do próximo episódio causa polêmica entre fãs

Fãs internacionais se incomodaram com sonho de Gou informado na prévia do episódio 59.

Após liberação da prévia do próximo episódio de Jornadas Pokémon no Japão, muitos fãs internacionais ficaram incomodados. O episódio é muito esperado pela aparição de Grookey, um dos iniciais da nova geração, mas um outro detalhe incomodou o público. Confira o vídeo:

Segundo mostrado, no episódio o protagonista Gou terá um sonho em que seus pais literalmente são Rillabooms, um Pokémon inspirado em gorilas, a segunda evolução de Grookey (o nome em japonês é Gorirander). Contudo, como os pais de Gou, assim como o próprio personagem, possuem pele mais escura, a associação com gorilas não foi bem vista.

Um resumo adiantando o básico da trama foi postado no Twitter, com citações e respostas implicando racismo no trecho e podemos ver comentários como “vai ser estranho ver os pais do Gou como gorilas”, “que nojo”, “esse episódio vai ser banido internacionalmente”, “por que estão fazendo isso?”, “imagine esperar um ano para ver o Grookey e os roteiristas estragam a linha evolutiva porque quiseram fazer uma “comédia” racista com pessoas de pele escura”.

De acordo com um outro perfil, será a terceira vez que a série associa pele escura a macacos ou símios: a primeira foi em um episódio de Sol & Lua, quando Ash aparece com a cara pintada e roupa “imitando” um Passimian – passagem vista por muitos como um tipo de black-face (esse episódio foi banido em diversos países, incluindo o Brasil); e a segunda seria no filme Segredos da Selva, ainda inédito aqui, no qual o personagem de pele escura Zaza (Koko) é criado por um Zarude.

Além desses, o Pokémon Jynx também já foi considerado um estereótipo negativo de africanos e afrodescendentes, especialmente os afro-americanos, devido ao rosto escuro, lábios grossos e aparência “drag”, comum em performances espetáculos de menestréis, nos quais era frequente o uso de black face.

Provavelmente em resposta, a Game Freak mudou o design do Pokémon por volta de 2000, tornando seu rosto roxo. Recentemente, alguns fãs começaram a supor que Jynx poderia ter sido inspirado na moda japonesa ganguro, que inclui bronzeamento e maquiagem fortes com um propositalmente contrastando com o outro. A segunda metade dos anos 1990 foi o auge desse estilo no Japão.

A personagem de pele escura Lenora também causou polêmica e teve seu design modificado internacionalmente. Originalmente, ela utilizava um avental, mas foi isso mudado para evitar associação com o arquétipo da “Mammy”, uma mulher negra trabalhando como doméstica em uma casa de pessoas brancas, cuidando dos filhos dos patrões (por vezes até amamentando-os) – uma imagem com fortes raízes na escravidão.

O episódio vai ao ar na próxima quinta-feira, às 6h55 do horário local. Aqui no Brasil, a série é exibida pelo Cartoon Network, às 8h30 de segundas-feiras.


Fonte: Anipoke Fandom, gracideaaflower


Os primeiros jogos de Pokémon foram Red e Green (no Japão), lançados em 1996 para Game Boy. O lançamento internacional, no entanto, foi das versões Red e Blue, em 1998, levemente modificadas (posteriormente seria lançada a versão Yellow).

A franquia faz, desde então, enorme sucesso mundial, tendo também animês, mangás, diversos tipos de produtos licenciados além, de claro, vários outros games. Cada vez que um jogo com novos Pokémons é lançado, considera-se ser uma “nova geração”. Atualmente, estamos na oitava geração da série.

Em toda estreia de jogo da série principal, uma animação para TV é produzida se passando no novo continente. Mas, com as facilidades das redes sociais, a Pokémon Company vem diversificando o conteúdo por outros meios, oferecendo uma série de opções pelo YouTube.

A série animada principal conta a história de Ash Ketchum (Satoshi, no original em japonês), um aspirante a treinador de Pokémon. Ao lado de Pikachu, seu primeiro Pokémon, Ash inicia a jornada para se tornar um mestre, desbravando regiões, conhecendo novos amigos e enfrentando os planos malignos da Equipe Rocket – uma corporação que sequestra Pokémon poderosos, mas que frequentemente é representada por um trio de vilões atrapalhados.

Na virada de 1999 para o ano 2000 foi febre ao ser exibido no Brasil pela TV Record e Cartoon Network, rendendo álbuns de figurinhas, roupas, CDs, tazos, brinquedos diversos, revistas oficiais e uma infinidade de produtos relacionados. Posteriormente, também teve temporadas exibidas na Rede Globo e RedeTV!, além de ter algumas fases disponíveis na Netflix e Prime Video.

Publicidade
close