Imagem: O Jaspion com o espadão.

‘Jaspion’, ‘Changeman’ e mais séries tokusatsu clássicas estão fora do Prime Video e do YouTube

Segundo informações do canal TokuDoc, ainda não houve acerto com os todos os dubladores sobre seus respectivos direitos conexos.

Os fãs de tokusatsu que assistiam as séries clássicas, licenciadas pela Sato Company, sofreram mais um baque. No Prime Video, Jaspion, Changeman e Flashman saíram do catálogo (Jiraiya, Jiban e National Kid já tinham saído da plataforma de streaming da Amazon em janeiro deste ano).

No TokuSato, canal oficial da Sato Company do YouTube, os clássicos também saíram do ar, com exceção de National Kid e Jiban.

Segundo apuração de Danilo Modolo, do canal TokuDoc, ainda não houve acerto com os todos os dubladores das séries antigas sobre seus respectivos direitos conexos. O mesmo vale para Kamen Rider Black, que está disponível no Prime Video apenas na versão legendada. Até o momento, a distribuidora oficializou o acordo feito com o dublador Elcio Sodré, a voz de Issamu Minami na série de 1987.

Até o momento da publicação desta nota, a Sato Company ainda não se pronunciou sobre a retirada das séries clássicas. No entanto, é possível que as mesmas retornem, mas em versões legendadas.

Assista o vídeo:

Além da disponibilização nas plataformas de streaming, Jaspion, Changeman e Jiraiya tiveram exibições nas manhãs de domingo da Band. Inicialmente programadas para ocupar o horário do futebol, que foi adiado por causa da pandemia da COVID-19, as séries de sucesso da extinta Rede Manchete estrearam em 22 de março de 2020 e dobraram a audiência faixa.

Segundo dados prévios do Ibope, Jaspion garantiu uma média de 2,2 pontos de audiência na grande São Paulo, com pico de 2,6. Os nomes dos títulos apareceram nos trending topic do Twitter (relembre aqui).

Em 30 de agosto do mesmo ano, os dois primeiros episódios de Kamen Rider Black foram exibidos, substituindo Jaspion na faixa das 11h50 da manhã. Mas em 3 de setembro de 2020, a versão brasileira sofreu uma suspensão pela lei dos direitos conexos, causando no cancelamento da série na programação da Band.

Segundo informações, esse foi um dos motivos pela saída das séries tokusatsu da emissora do Morumbi em 13 de setembro, somado à falta de patrocínios. Cogitava-se a possibilidade de outro horário para as séries tokusatsu na Band, já que a programação esportiva voltou a ocupar boa parte da grade dominical.


Fonte: TokuDoc

Publicidade
close