Imagem: Os membros da banda V6.

Banda V6, do tema de abertura de ‘Ultraman Tiga’, chega ao fim em novembro

A formação tem como integrante o ator Hiroshi Nagano, mais conhecido como Daigo Madoka, o hospedeiro do herói-título.

A boy band V6 está com os dias contados. O anúncio oficial foi realizado nesta sexta (12) com a saída do vocalista Go Morita. O encerramento oficial das atividades ocorrerá em 1º de novembro, dia em que a formação completa 26 anos. Até lá, outros integrantes deverão seguir suas respectivas carreiras como atores.

Um dos integrantes é o ator Hiroshi Nagano, mais conhecido pelos fãs de tokusatsu como Daigo Madoka, o hospedeiro de Ultraman Tiga, herói-título da série exibida no Brasil pelas emissoras Record e Rede 21 entre 2000 e 2005.

Por ser associado à agência Johnny & Associates, ligada ao V6, as imagens de Nagano em Ultraman Tiga não foram reapresentadas na série Ultraman Chronicle Z: Heroes’ Odyssey, que atualmente está em exibição pela emissora japonesa TV Tokyo e mundialmente pelo canal oficial da Tsuburaya no YouTube.

Porém Nagano apareceu recentemente em um vídeo promocional da Bandai Spirits, divulgando o lançamento da S.H.Figuarts de Tiga (saiba mais aqui). Um provável precedente para a volta do ator nas séries Ultra.

Em atividade desde 1º de novembro de 1995, a banda V6 ganhou popularidade e interpretou temas de várias séries japonesas. Em 1996, o sexteto interpretou “Take Me Higher“, o contagiante tema de abertura de Ultraman Tiga. Em 2008, interpretou “Light In Your Heart“, tema principal do filme Superior Ultraman 8 Brothers – A Grande Batalha Decisiva (lançado no Brasil em 2011 pela Focus Filmes), onde Nagano interpreta uma versão alternativa de Daigo.

Além disso, o V6 já cantou “Change the World” e “Brand-New World“, o primeiro e oitavo tema de abertura, respectivamente, do animê InuYasha. Isso sem contar “Break Out”em Fairy Tail, “Super Powers” em One Piece, entre outros.

Assista o clipe de “Take Me Higher“:

Novos episódios de Ultraman Chronicle Z: Heroes’ Odyssey são lançados às sextas-feiras, a partir das 21h30 (horário de Brasília) no canal oficial da Tsuburaya, com legendas em inglês (tradução automática para português nas configurações do YouTube. Cada vídeo fica disponível por duas semanas.


Fonte: Yahoo! Japan via Venâncio Souza


Ultraman Tiga

Imagem: O 'Ultraman Tiga'.
Foto: Divulgação/Tsuburaya.

Exibida no Japão entre 7 de setembro de 1996 e 30 de agosto de 1997, Ultraman Tiga foi a série que celebrou os 30 anos de Ultraman e cessou um jejum de 15 anos da franquia na TV japonesa. Num universo alternativo, uma profecia previu um ataque de monstros gigantes e alienígenas contra a Terra. Para deter essas criaturas, é criada a unidade anti-monstros GUTS (Global Unlimited Task Squad). Durante uma missão especial, a GUTS descobre uma pirâmide de ouro construída por uma antiga civilização, além de três estátuas de uma raça de guerreiros que protegeu a Terra há 30 milhões de anos. Duas dessas estátuas são destruídas pelos monstros gigantes Golza e Melba. Daigo Madoka, um dos oficiais da GUTS, se funde à terceira estátua, dando vida ao Ultraman Tiga, o guerreiro da luz.

Totalizando 52 episódios transmitidos nas noites de sábado da TBS, Ultraman Tiga foi estrelado por Hiroshi Nagano, integrante da boyband V6, que interpretou o tema de abertura “Take Me Higher“. Os destaques do elenco principal são o ator Shigeru Kagemaru (Hayato Kano/Draft Redder em Exceedraft) como Tetsuo Shinjoh e a atriz Takami Yoshimoto (a filha de Susumu Kurobe, o Shin Hayata em Ultraman) como Rena Yanase, a namorada de Daigo. O sucesso de Tiga rendeu as produções de Ultraman Dyna (1997~98), que se passa alguns anos após o final, e Ultraman Gaia (1998~99), que é ambientado em outro universo paralelo.

O encontro de Tiga com o primeiro Ultraman | Divulgação/Tsuburaya

No Brasil, Ultraman Tiga estreou por volta das 10h30 da manhã de 28 de fevereiro de 2000, como atração do extinto programa infantil Eliana & Alegria, da Rede Record. Mesmo rendendo 8 pontos de audiência (a segunda temporada de Pokémon, exibido no mesmo programa, estava com 6 pontos), a série saiu do ar em 4 de maio daquele ano, quando iria ao ar o episódio 49, onde o primeiro Ultraman aparece. A série foi substituída pela animação Donkey Kong na semana seguinte. Segundo Marcelo Del Greco, que era associado à distribuidora Mundial Filmes, haviam planos de exibir o filme Ultraman Tiga – A Odisseia Final para os cinemas brasileiros em julho de 2000, além do lançamento de Dyna na Record (saiba mais aqui).

Tiga teve mais duas exibições, uma em 2001 e outra em 2002, mas restritas para São Paulo, apenas como tapa-buraco e foram interrompidas antes de chegar à reta final. A série ganhou uma sobrevida entre 9 de maio e 7 de julho de 2005 pela Rede 21, com direito à exibição dos últimos episódios. Porém, esta foi sua última reprise na TV brasileira e o herói deu lugar a mais uma reprise do animê Tenchi Muyo!.

A versão brasileira foi realizada pelo estúdio carioca Audio News, o mesmo das duas dublagens de Yu Yu Hakusho. Curiosamente, a dupla Eduardo Borgerth e Marisa Leal, que interpretou o casal Daigo e Rena, também deu voz à dupla Dai Sawamura e Anne em Shaider (1984~85), exibido por aqui pelas emissoras Gazeta e Globo no início dos anos 1990. Grande parte do elenco de dublagem foi mantido nos filmes de Tiga, que foram lançados no Brasil. Bem como o elenco de Dyna, que havia sido escalado para a série de TV.

Em fevereiro de 2008, a Impact Records lançou A Odisseia Final em DVD. Em 2011, a Focus Filmes lançou os filmes Ultraman Tiga & Ultraman Dyna: Os Guerreiros da Estrela da Luz (1998), Ultraman Tiga, Ultraman Dyna & Ultraman Gaia: A Batalha no Hiperespaço (1999) e Superior Ultraman 8 Brothers – A Grande Batalha Decisiva (2008), além de relançar A Odisseia Final.

Publicidade
close