Imagem: Personagens de 'Jujutsu', 'Mistery To Iunakare' e 'Kaiju 8'.

Ranking Oricon 2021 #10: ‘Jujutsu’ lidera e ‘Kaiju 8’ se mantém no topo das vendas de 8 a 14 de março

Diminuição nas vendas de ‘Demon Slayer’ abre espaço para outras séries na lista; ‘Mystery To Iu Nakare’ #8 estreia bem e fica em 2º.

A segunda semana de março apresenta número bem mais tímidos em relação ao começo do mês, marcado pelo lançamento de volume inédito de Jujutsu Kaisen. No período de 8 a 14 de março, apenas 3 volumes fizeram mais de 100 mil cópias vendidas.

Em compensação, muitas séries diferentes aparecem dessa vez, quebrando um pouco da monotonia das últimas listas em que víamos um amplo domínio de Jujutsu Demon Slayer – este parece estar chegando ao último momento do sucesso de vendagem pré-segunda temporada do animê, o que provavelmente recolocará o mangá no centro do holofote.

Vejamos o top 50, além das 10 séries mais vendidas da semana (e breve comentários ao final):

Os colocados, do primeiro ao último: Jujutsu Kaisen #15; Mistery to iu nakare #8; Kaijuu NO. 8 #2; makai no shuyaku wa wareware da! #4; Gokushufudou #7; Chainsaw-man #11; Jujutsu KAisen #14; Marimashita! Iruma-kun #20; Jujutsu Kaisen #0; The Ancient Magus Bride #15; Jujutsu KAisen #7; Jujutsu KAisen #8; Jujutsu Kaisen #10; Jujutsu Kaisen #9; Jujutsu KAisen #1; Jujutsu KAisen #3; Jujutsu Kaisen #11; Jujutsu Kaisen #13; Jujutsu KAisen #2; Jujutsu Kaisen #4; Jujutsu KAisen #12; Uzaki-chan wa asobitai #6; Jujutsu KAisen #5; Jujutsu KAisen #6; Chihayafuru #46; Isekai Nonbiri Nouka #6; YotsubaTO! #15; Yubisaki to Renren #4; Kaijuu NO. 8 #1; Wotakoi #10; Otoyomegatari #13; UQ Holder #25; Maou Gakuin Futekigousha #4; ShikkakuMon no Saikyou Kenja #14; How (not) to Summon a Demon Lord; Demon Slayer Fanbook 2; Demon Slayer #23; sankaku mado no sotogawa wa yoru #10; Kurosaki-kun no iinari ni nante naranai #18; Tatoeba Last Dungeon Mae no Mura no Shounen ga Joban no Machi de Kurasu Youna Monogatari; Chijou no Seppun #6; Demon Slayer #22; Mashle #5; One Piece #98; Demon Slayer #18; Demon Slayer #19; Yoku Wakaranai Keredo Isekai ni tensei shiteita you desu #5; Demon Slayer #17; Kaguya-Sama: Love is War #21; Legend #10.
Clique em “Ver Imagem” com o botão direito para ver em melhor resolução.

Virou rotina vermos o volume mais novo de Jujutsu Kaisen na liderança da Oricon durante suas duas primeiras semanas desde o lançamento. Com a 15ª edição não foi diferente e, depois das 1.138.798 cópias da lista anterior, o tomo vendeu 231.565 exemplares – o suficiente pra manter a ponta da tabela.

Imagem: Capa do 8º volume de 'Mistery To Iu Nakare'.
Divulgação: Shogakukan.

Somados todos os volumes da série, o mangá de Gege Akutami vendeu cerca de 1.264.434 na semana, menos da metade da semana passada, mas ainda assim uma quantidade surreal.

Assim como tem sido há algum tempo, os 15 tomos e o especial Jujutsu 0 estão presentes no top 50 do ranking (a faixa do 11-20 totalmente tomada pelo título).

O 2º lugar ficou para um josei policial que parece interessante. Mystery to Iu Nakare narra a história do colegial Kunou Tanou, principal suspeito do assassinato de um colega de classe.

Entretanto Tanou alega que estava em casa preparando curry no momento em que o crime aconteceu. Para se defender da acusação, o jovem revela uma habilidade de investigação que o coloca como “investigador” do próprio caso.

A obra concorreu ao Manga Taisho Awards de 2019 e 2020, mas não conseguiu levar o prêmio em nenhuma das vezes. Também recebeu indicação ao 65º Prêmio Shogakukan, em 2019, e ao 44º Prêmio Kodansha.

Na semana de estreia, o volume 8 do mangá de Yumi Tamura vendeu 119.384 cópias, uma marca belíssima para uma série que foge da demografia mais rentável do Japão. Ao todo, os 8 tomos do mangá vendeu aproximadamente 166.492 exemplares, garantindo o 4º lugar no ranking geral de vendas por série.

A autora, inédita no Brasil, é conhecida por ter publicado Basara, um shoujo de aventura com 27 volumes, e 7seeds, josei de 35 tankobons. Sua linha de trabalho até tem cara de mangás que a JBC publicou no passado – a quantidade de tomos, no entanto, deve afastar a pretensão de qualquer editora brasileira.

A permanência de Kaiju 8 #2 numa posição tão boa confirma a alta que o mangá está vivendo. Na semana passada, o volume havia estreado com mais de 300 mil cópias vendidas, ficando na 4ª colocação. As 106.445 dessa vez reservaram-lhe o 3º lugar do pódio, classificação bastante expressiva.

A título de curiosidade, um usuário do Twitter conhecido pela produção de gráficos sobre vendas e popularidade de mangás fez um comparativo entre o sucesso de Kaiju 8Spy x Family, que era, até então, o grande paradigma de sucesso instantâneo da Jump +. O gráfico mostra que o título de Naoya Matsumoto já circula mais que o de Tatsuya Endo quando levado em conta um mesmo período desde o lançamento do primeiro volume. Mais um hit da Shueisha a caminho…

Imagem: Capa do volume 10 de Sankaku Mado no Sotogawa wa Yoru 10.
Divulgação: Libre Shuppan.

Por fim, valem a menção os novos volumes de Gokushufudou The Ancient Magus Bride aparecendo no top 10. Os dois mangás da franquia Iruma-kun, de Osamu Nishi, também fazem boa estreia – e a série principal ficou em 10º na lista de mais vendidos no geral.

Chihayafuru #46 também estreou bem e conseguiu beliscar uma 25ª colocação. Na época da exibição da primeira temporada do animê, era possível topar com um ou outro pedido de fã nas redes sociais de editoras. Hoje, com a publicação chegando aos 50 volumes, é inimaginável que o mangá chegue por aqui (em todo caso, as três temporadas da animação estão disponíveis na Crunchyroll).

Yotsubato! #15 caiu da 5ª para a 27ª posição e se aproxima do meio milhão de cópias vendidas. UQ Holder #25, de Ken Akamatsu (Love Hina), chegou aos 30.345 exemplares em 6 dias de vendas, o que soa pouco para um autor conhecido. O volume final de Sankaku Mado no Sotogawa wa Yoru fez boa estreia ao vender quase 25 mil cópias em 5 dias de disponibilidade.

A série, que representa o boys’ love na lista, costumava figurar no Oricon com frequência, nas semanas de lançamento de edição inédita.  Uma adaptação animada está prevista para esse ano, mas sem uma data definida.

As 10 séries mais vendidas da semana

  1. Jujutsu Kaisen, 1.264.434 cópias vendidas;
  2. Demon Slayer – Kimetsu no Yaiba, 439.178 cópias vendidas;
  3. Chainsaw Man, 221.636 cópias vendidas;
  4. Mystery to Iu Nakare, 166.492 cópias vendidas;
  5. Kaiju No. 8, 141.983 cópias vendidas;
  6. Attack on Titan, 144.764 cópias vendidas;
  7. Haikyuu!!, 134.981 cópias vendidas;
  8. The Promised Neverland, 134.917 cópias vendidas;
  9. Makai no Shuyaku Wa Wareware Da!, 100.558 cópias vendidas;
  10. Marimashta! Iruma-kun, 96.811 cópias vendidas.

Fonte: Oricon, @Josu_ke.

Publicidade
close