Imagem: O Kong nuclear em 'Godzilla Vs Kong'.

‘Godzilla vs. Kong’ se torna a maior bilheteria desde o início da pandemia

Com estreia em alguns países, o filme obtém a maior avaliação de toda a saga MonsterVerse.

O último filme da saga MonsterVerse estreou em alguns países neste fim de semana e já se tornou a maior bilheteria desde o início da pandemia da COVID-19. Até o momento desta publicação, Godzilla vs. Kong arrecadou US$ 121,8 milhões (703 milhões de reais) nas bilheterias mundiais, ultrapassando Tenet, dirigido por Christopher Nolan, que havia arrecadado US$ 53 milhões.

A maior bilheteria do filme no fim de semana de lançamento foi na China, onde arrecadou US$ 70,3 milhões. Além disso, o filme teve avaliação positiva pela imprensa norte-americana, recebendo 79% de aprovação no Rotten Tomatoes e obtendo nota média 6,3 de 10 – com 34 críticas publicadas.

Em relação aos filmes anteriores do MonsterVerse, Godzilla vs. Kong obteve a melhor avaliação. Godzilla teve 76% de aprovação no RT, e Kong: A Ilha da Caveira teve 75% de aprovação no RT. Godzilla II: Rei dos Monstros teve a pior avaliação, com apenas 42% de aprovação no RT.

Godzilla vs. Kong é estrelado por Alexander Skarsgard, Millie Bobby Brown, Rebecca Hall e Brian Tyree Henry. O terreno para este filme já estava sendo preparado desde 2014 com o reboot de Godzilla.

O sucesso arrecadou $524,9 milhões e tal motivou a Legendary a produzir mais filmes. Os seguintes foram Kong: A Ilha da Caveira (de 2017) e Godzilla: Rei dos Monstros (de 2019).

O segundo filme da franquia MonsterVerse obteve o maior êxito da franquia, arrecadando $566 milhões. Já o terceiro sofreu duras críticas da imprensa e teve a menor arrecadação da franquia até o momento, com $385 milhões.

O novo filme irá recontar o encontro das duas feras, que aconteceu originalmente em 1962 em King Kong vs. Godzilla. Dirigido por Ishiro Honda (1911~1993), o clássico teve exibição no Brasil pela TV Record durante a década de 1980.

Nos EUA, Godzilla vs. Kong estreia nesta quarta (31), com lançamento simultâneo nos cinemas e na plataforma de streaming HBO Max. E aqui no Brasil, o filme está previsto para o dia 8 de abril.


Fonte: CinePOP

Publicidade
close