Imagem: Eren lendo mangá sentado numa poltrona.

Ataque dos Titãs: Kodansha está tomando ações legais para evitar vazamento do último capítulo

Editora está tomando atitudes independente do país de origem dos textos e scans ilegais.

A editora Kodansha está tomando ações contra diversas contas e pessoas postando imagens e textos ilegais com vazamentos do último capítulo de Ataque dos Titãs (Attack on Titan, Shingeki no Kyojin), previsto para abril. A informação foi dada pela conta oficial de  Twitter da pessoa responsável por editar a série na Bessatsu Shonen Magazine.

Imagem: Capa japonesa do volume 33 de 'Shingeki no Kyojin'.
Divulgação: Shueisha.

O informe ainda ressalta que as ações são tomadas legalmente e “independente de país”, ou seja, mesmo se forem scans advindas de fora do Japão, a Kodansha ainda seguirá com tais atitudes.

Por fim, a postagem ainda agradece ao apoio dos fãs que consomem “os materiais oficiais”.

Em um outro tweet, também foi confirmado o recebimento do último capítulo, que deve então ser publicado normalmente em 9 de abril, o dia de lançamento da próxima edição da revista.

Essa não é a primeira vez que esse tipo de atitude é tomada. Ainda em janeiro deste ano, a Kodansha já estava se movimentando para evitar vazamentos e uploads ilegais.

Contudo, as medidas não foram capazes de frear a pirataria e scans seguiram vazando dias antes dos capítulos saírem oficialmente.

Aqui no Brasil, a Panini publica o mangá com o nome Ataque dos Titãs, mas muitos volumes são difíceis de encontrar nas lojas especializadas. Essa série ainda não entrou nos lotes de reimpressão da editora.

Já o animê está na temporada final, e a primeira parte contou com exibição simultânea na Crunchyroll e na Funimation – esta última exibe também uma dublagem exclusiva. Uma segunda parte deve estrear no fim do ano, ou começo de janeiro.


Fonte: Shingeki


Titã e Eren, em cena de 'Shingeki no Kyojin'

Attack on Titan (Shingeki no Kyojin) foi criado como mangá por Hajime Isayama em 2009, nas páginas da Bessatsu Shonen Magazine. Os capítulos reúnem até o momento 32 volumes encadernados, com publicação no Brasil pela Panini – que também trouxe os spinoffs da franquia Ataque dos Titãs: Antes da Queda e Ataque dos Titãs: Sem Arrependimentos.

O animê surgiu em 2013, pelo WIT Studio, tornando-se um sucesso mundial. Conta a história de um mundo distópico onde a humanidade vive isolada por muros, buscando a sobrevivência contra os “titãs”, criaturas enormes que se alimentam dos homens. A nova temporada estreou no último domingo e ficou por conta do estúdio Mappa.

Atualmente, Attack on Titan tem exibição na TV aberta brasileira pela Loading, de segunda a sexta às 20h30, dentro do bloco Funimation TV. A 4ª e última temporada estreou por streaming no último domingo na Crunchyroll, que exibe os episódios legendados simultaneamente com o Japão. Pouco depois, os episódios também chegam à plataforma da Funimation (legendados, mas uma dublagem já foi prometida para sair em breve), que também traz as temporadas anteriores com opção de dublagem em português.

Dois longas-metragens em live-action, produzidos em 2015, foram exibidos em sessões restritas em cinemas do Brasil em 2018 e atualmente estão disponíveis na Netflix. Três filmes compilatórios que resumem as duas primeiras temporadas do animê também chegarão de maneira oficial por aqui até o fim do mês, no Amazon Prime Video. Saiba mais em nossas críticas aqui e aqui.

Publicidade
close