Imagem: Ryu versão Power Rangers lutando contra inimigo.

Power Rangers: Ryu e Chun-Li de ‘Street Fighter’ viram Rangers no jogo ‘Battle for the Grid’

Personagens de ‘Street Fighter’ ganham morfadores no jogo de luta ‘Power Rangers: Battle for the Grid’.

Um crossover entre as franquias Power Rangers (da Hasbro) e Street Fighter (Capcom) foi anunciado nesta semana para o game de luta da nWayv, Power Rangers: Battle for the Grid, e transformará os lutadores Ryu e Chun-Li em rangers nas novas DLC que serão lançadas em 25 de maio.

Ryu será adicionado ao time de lutadores do jogo como o Crimson Hawk Ranger, e Chun-Li como a Blue Phoenix Ranger. Além dos dois personagens, o pacote “Street Fighter DLC” inclui skins exclusivas que serão reveladas numa data posterior. Os jogadores também terão a opção de comprar os novos rangers separadamente.

Confira o trailer mostrando como ficam Ryu e Chun-Li quando utilizam os morfadores:

Os designs dos dois personagens são os mesmos utilizados no jogo mobile Power Rangers: Legacy Wars, e de acordo com o site IGN, estão sendo adicionados no Battle for the Grid graças a pedidos dos fãs.

“Eles se encaixam perfeitamente na lista e nas mecânicas existentes, mas também funcionam de maneira um pouco diferente. (…) Ryu e Chun-Li seguem algumas de suas próprias regras onde faz sentido injetar aquela sensação de Street Fighter. Além do simples fato de que eles são basicamente o rei e a rainha dos jogos de luta 2D, é isso que os separa do resto da lista”, explica Rose Silvestre, da equipe de Comunidade e Marketing da nWay.

Power Rangers: Battle for the Grid foi lançado para Xbox One e Nintendo Switch em março de 2019. Posteriormente, ganhou versões para PlayStation 4, PC (via Steam) e Google Stadia. A DLC do crossover com Street Fighter ficará disponível em todas estas plataformas.


Fonte: IGN


Power Rangers é uma adaptação norte-americana da franquia Super Sentai, conhecida pelo público brasileiro através das séries Changeman (1985), Flashman (1986), Goggle Five (1982) e Maskman (1987). Criada pelo empresário Haim Saban, a série foi ao ar pela primeira vez nos EUA em 28 de agosto de 1993 com o título Mighty Morphin Power Rangers e logo se tornou uma febre mundial. A primeira temporada apresenta os adolescentes Jason, Zack, Billy, Trini e Kimberly, que foram escolhidos por Zordon para lutar contra Rita Repulsa e seus capangas. Mais tarde aparece Tommy, o Ranger Verde, como vilão e posteriormente aliado do quinteto, mantendo destaque e admiração dos fãs até os dias de hoje.

A série sofreu mudanças de elenco, surgiram novos inimigos na trama, visuais diferentes para cada temporada e com o tempo foi se consolidando como uma franquia de super-heróis na TV americana. A marca Power Rangers foi inicialmente administrada pela antiga Saban Entertainment, depois foi transferida para a Disney em 2002, foi readquirida por Haim Saban em 2010 e finalmente vendida para a Hasbro (a mesma produtora de Transformers) em 2018. Os heróis multicoloridos não ficaram restritos à TV e atualmente mantêm expansão no cinema, no RPG e principalmente nos quadrinhos da editora BOOM! Studios.

No Brasil, Power Rangers estreou em 17 de outubro de 1994 no canal pago Fox e mais tarde em 2 de janeiro de 1995 como atração do extinto programa infantil TV Colosso, na Rede Globo, onde garantiu sucesso. Várias temporadas foram exibidas na Band, nos extintos canais pagos Fox Kids e Jetix, na Nickelodeon e atualmente no Cartoon Network e na Loading, com a exibição de Power Rangers Morfagem Feroz.

Publicidade
close