Imagem: Ultraman Belial em mangá de 'Darkness Heels'.

Ultraman: Tsuburaya anuncia mangá de ‘Darkness Heels’

Espetáculo protagonizado por vilões das séries Ultra ganha adaptação para mangá.

A Tsuburaya anunciou nesta semana uma adaptação em mangá do espetáculo Darkness Heels (de 2018), protagonizados pelos vilões Ultraman Belial (do filme Mega Batalha na Galáxia Ultra), Dark Zagi (de Ultraman Nexus), Evil TigaCamearra (ambos de Ultraman Tiga) e Jugglus Juggler (de Ultraman Orb).

Intitulado como Darkness Heels ―Lili―, o mangá se passa no planeta Huss, onde aparece a arma Battle Nizer, cujo o poder intensificou um grande conflito na sociedade. Lili, uma cidadã de classe alta e membro de uma corporação salva uma garotinha de um monstro convocado pela Battle Nizer. Eis que, de repente, surge um misterioso guerreiro das trevas Belial.

O primeiro capítulo de Darkness Heels ―Lili―, de um total de 25, foi publicado nesta sexta (23) pelo site Comic Walker.

Veja algumas imagens do mangá:


Fonte: Tokusatsu Network


Ultraman

Ultraman foi criado em 1966 pela equipe de Eiji Tsuburaya, um dos nomes mais importantes do cinema de efeitos especiais no Japão. A série rendeu 39 episódios e seu sucesso ajudou não só a ditar o estilo dos programas de heróis orientais, mas a também criar uma das franquias mais longevas e rentáveis do gênero.

Na história da série original, Ultraman é um ser vindo da Nebulosa M78, que acaba chegando à Terra enquanto estava à caça de um monstro. Durante sua missão, ele acaba sem querer tirando a vida de Hayata, um membro da Patrulha Científica (ou SIA), que combate ameaças alienígenas. Pra remediar a situação, Ultraman revive Hayata como seu hospedeiro, passando a defender nosso planeta enfrentando monstros que causam destruição.

Ultraman foi exibido no Brasil entre o fim dos anos 1960 e meados dos anos 1980 pela TV BandeirantesTV Tupi, TV Record e TVS/SBT, retornando com uma nova dublagem nos anos 1990 pela Rede Manchete, reprisada na CNT e Cine House. Essa versão redublada, distribuída pela Sato Company, chegou a ser lançada também em uma coleção de fitas VHS. Outras exibições posteriores e lançamentos em DVD levantaram suspeitas de ilegalidade.

Após Ultraman, seguiu-se uma franquia de séries que dura até hoje (com algumas pausas). Pela televisão, o Brasil acompanhou Ultra SevenO Regresso de Ultraman Ultraman Tiga. Via streaming, a Netflix chegou a exibir Ultraseven X, enquanto a Crunchyroll exibiu Ultraman MaxUltraman LeoUltraman 80 e Ultraman Mebius, e ainda exibe Ultraman XUltraman Orb Ultraman Geed. Além das séries, vários filmes foram lançados no mercado de home-video e serviços on-demand.

Publicidade
close