Imagem: Logo da Kadokawa.

Kadokawa estuda criar “estúdio CG de alto nível” para ajudar a produzir 40 animês por ano

A Kadokawa vem buscando se expandir dentro do nicho otaku, tanto doméstico quanto global.

Nos últimos dias, a Kadokawa tem feito certo barulho por revelar a meta de produzir 40 animações novas por ano até 2023. Segundo o jornal Animation Business, a empresa já investiu em 40 produções nesse último ano fiscal (encerrado em março): 31 séries de TV, 5 filmes para cinema e 4 OVA ou outros especiais.

Não está claro ainda se essas 40 animações seriam produzidas no Japão ou apenas miram no público japonês. De qualquer modo, para ajudar nessa meta, a empresa está estudando criar um “estúdio 3DCG de primeira com os melhores do mundo”.

A empresa é atualmente parcialmente dona do estúdio Kinema Citrus, junto com a Bushiroad, sendo dona também de outros estúdios, até mesmo estrangeiros, como o EuropaCorp Japan.

A Kadokawa também planeja expandir jogos de suas séries de animê – isso deixa mais claro o acordo com a Sony e a CyberAgent.

A empresa vem se expandindo globalmente dentro do nicho otaku. Na semana passada, ela anunciou a compra da editora americana J-Novel Club, focada na publicação de light novels e mangás, com planos de fazer projetos conjuntos ao BookWalker, uma plataforma online da empresa que vende novels e mangás digitais, contando com uma loja japonesa e uma loja global, com títulos em inglês. Além disso, ela já é parcialmente dona da editora Yen Press, junto com a Hachette.


Fonte: ANN

Publicidade
close