Imagem: Taki Tachibana e Mitsuha Miyamizu, de 'Your Name'.

‘Your Name’ deixa o catálogo da Netflix em junho

Filme de Makoto Shinkai fica no catálogo apenas até o dia 6 de junho.

A Netflix divulgou ontem (17) que o filme Your Name (Kimi no Na wa), do renomado diretor Makoto Shinkai, deixa o catálogo da plataforma em 6 de junho. O longa está disponível lá com dublagem em português e a retirada é, muito provavelmente, por vencimento de contrato.

Não há como saber se o desinteresse em renovar é do streaming ou da licenciante. O filme já saiu e voltou ao catálogo da Netflix anteriormente.

Your name estreou nos cinemas japoneses em 2016 e tornou-se um fenômeno do gênero, quebrando recordes que antes eram de A Viagem de Chihiro, do estúdio Ghibli – mas o filme de Miyazaki “recuperou” a posição após estrear na China e ser reexibido no Japão.

No fim, ambos foram superados por Demon Slayer, atualmente em exibição. Quando Kimetsu superou a bilheteria do longa no Japão, Shinkai fez um comentário bem-humorado em suas redes.

A JBC trouxe o mangá para o Brasil e anunciou uma reimpressão recentemente. Já a adaptação em novel veio em 2018 pelo editora Verus.


Fonte: Netflix


Your Name

Your name. (kimi no na wa.) estreou nos cinemas japoneses em 2016 e tornou-se um fenômeno do gênero, quebrando recordes que antes eram do Studio Ghibli. A obra dirigida por Makoto Shinkai chegou a deter título de filme de anime com a maior bilheteria arrecadada a nível mundial.

A história acompanha dois jovens de realidades opostas. Mitsuha Miyamizu é uma moça do interior, que sonha em viver a vida agitada da cidade de Tóquio. Já Taki Tachibana é um rapaz que vive na capital japonesa, dividindo os estudos com o trabalho em um restaurante italiano, na espera de um dia ser um grande arquiteto. Apesar dos dois nunca terem se conhecido, uma forte ligação acontece por meio de seus sonhos, fazendo com que ocasionalmente vivam a vida um do outro.

Em outubro de 2017, o Cinemark realizou uma exibição de Your name. restrita a algumas cidades no Brasil, com poucas sessões. O sucesso fez com que novas datas surgissem em algumas dessas cidades.

Com opção de dublagem em português, chegou a ser exibido pela Netflix, ficando disponível também pelo HBO GO, mas só com legendas . O Google Play disponibiliza as duas opções de áudio para aluguel e compra digital.

Uma adaptação em mangá, completa em 3 volumes, feita por Ranmaru Kotone, foi publicada no Brasil pela Editora JBC. Já a editora Verus publicou no ano passado uma adaptação em livro.