Imagem: Rumiko Takahashi em 2D (supostamente um autorretrato).

Rumiko Takahashi conta como produz um mangá semanal

Criadora de ‘InuYasha’ conta um pouco da rotina de produção de mangás.

Após criar uma conta no Twitter, a mangaká Rumiko Takahashi contou um pouco dos bastidores da sua rotina na criação de um mangá semanal.

Segundo ela, o capítulo começa com uma conversa com o seu editor para decidir os rumos da história. Após a conversa – que pode durar horas – ela começa a fazer o storyboard do mangá, numa tarefa que pode levar até 3 dias enquanto continua a se comunicar com o editor.

Pronto o storyboard, ela finalmente passa para a “arte final”. Cada página leva uma hora para ficar pronta e no total ela dedica entre 2 e 3 dias para terminar a arte (que passam por seus assistentes depois disso). A autora também diz que trabalha até tarde, virando noites e dormindo por vezes apenas durante 3 horas.

Takahashi começou sua carreira em 1978 com Katte na Yatsura (Alienígenas Egoístas, em tradução livre). Atualmente, ela publica Mao, nas páginas da Shonen Sunday, da editora Shogakukan. A obra está em publicação desde 2019, rendendo 8 volumes encadernados até o momento e conta a história de Nanoka Kiba, uma garota que é transportada para o período Taishô (1912-1926), onde conhece Gao, um viajante que a ajuda a investigar os eventos bizarros que a fizeram chegar lá.

Ela também publica, de forma irregular, o “Teatro de Rumiko Takahashi”. No ano passado, a autora recebeu uma medalha de honra do governo japonês.

Para saber mais sobre as outras obras da autora, convidamos a assistir nosso TriviaBox sobre Yashahime, onde falamos dos principais trabalhos da mangaká – em especial as que chegaram em nossas terras.


Fonte: Otaku USA Magazine

Publicidade
close