Imagem: O Guerreiro Z de 'Ultraman Z'!

‘Ultraman Z’ leva prêmio na 52ª edição do Seiun Award

O herói-título de 2020 venceu animês como ‘Demon Slayer’ na categoria de “melhor mídia”. Série estará completa no YouTube a partir deste sábado (24).

Sucesso em 2020, Ultraman Z (Zett) foi o vencedor da 52ª edição do Seiun Award, na categoria de “Melhor Mídia”, que engloba teatro, cinema, TV, videogame e entretenimento completo. A série tokusatsu foi a primeira aposta da expansão global da Tsuburaya. O primeiro episódio, disponibilizado entre o final de junho e início de julho do mesmo ano, teve mais de 2 milhões e meio de visualizações no YouTube.

Na categoria “melhor mídia”, Ultraman Z competiu com séries de animê e live action, dentre eles o filme Demon Slayer – Kimetsu no Yaiba: Mugen Train. O Seiun Award é uma antiga premiação de Ficção Especulativa/Ficção Científica e gêneros relacionados no Japão, e os vencedores foram escolhidos por voto popular.

Imagem: Printscreen colocando Ultraman entre os premiados.
Foto: Reprodução/Seiun Award

Ultraman Z foi exibido nas manhãs de sábado da TV Tokyo às 9h da manhã (horário oficial de Tóquio), entre 20 de junho e 26 de dezembro de 2020. Por causa do fuso horário, cada episódio estreava por aqui, pelo mesmo canal, nas noites de sexta-feira.

A série de 25 episódios foi roteirizada por Kouta Fukihara, que morreu no dia 18 de maio deste ano, vítima de hemorragia cerebral. Ele escreveu roteiros para adaptações em live action como Yowamushi Pedal e Final Fantasy XIV Dad of Light.

Sinopse oficial:

No passado, as lascas de um demônio estavam espalhadas pelo espaço. Hoje, as lascas ainda estão causando caos em todo o universo. Enquanto os heróis Ultra lutam para restaurar a paz na galáxia, um ser misterioso usa esse poder a seus fins para destruir planetas um a um.

E agora, esse ser maligno se aproxima da Terra da Luz. Em seu caminho, está o Zero e seu discípulo Zett. No final de uma batalha feroz, Zero desaparece em meio a uma fenda dimensional e Zett persegue um monstro sozinho, indo em direção à Terra…

Enquanto isso, na Terra, uma força de defesa para combater monstros, a STORAGE, é formada, e junto a ela o jovem de sangue quente Haruki. Quando um Kaiju invade a Terra, Zett e Haruki têm seu encontro fatídico. Aqui começa a história da batalha dos nossos dois jovens heróis!


Série completa no YouTube!

No dia 6 de fevereiro deste ano, o canal da Tsuburaya começou uma reprise semanal de Ultraman Z no YouTube. Ou seja, cada episódio foi repostado semanalmente aos sábados, a partir das 22h (horário de Brasília). O último episódio estará disponível neste fim de semana. Com isso, todos os 25 episódios de Ultraman Z finalmente estarão disponíveis, com legendas em inglês – tradução automática para português nas configurações da plataforma.

Assista ao primeiro episódio:

Episódio 1 – Chant My Name! (ご唱和ください、我の名を! Goshōwa Kudasai, Ware no Na wo!)

Exibido no Japão em: 20 de junho de 2020
Dirigido por: Kiyotaka Taguchi
Escrito por: Kouta Fukihara

 

Assista ao último episódio:

Episódio 25 – Warriors Shining Beyond (遥かに輝く戦士たち Haruka ni Kagayaku Senshi-tachi)

Exibido no Japão em: 19 de dezembro de 2020
Dirigido por: Kiyotaka Taguchi
Escrito por: Kouta Fukihara

Fonte: Seiun Award e Anime News Network


Sobre Ultraman

Ultraman foi criado em 1966 pela equipe de Eiji Tsuburaya, um dos nomes mais importantes do cinema de efeitos especiais no Japão. A série rendeu 39 episódios e seu sucesso ajudou não só a ditar o estilo dos programas de heróis orientais, mas a também criar uma das franquias mais longevas e rentáveis do gênero.

Na história da série original, Ultraman é um ser vindo da Nebulosa M78, que acaba chegando à Terra enquanto estava à caça de um monstro. Durante sua missão, ele acaba sem querer tirando a vida de Hayata, um membro da Patrulha Científica (ou SIA), que combate ameaças alienígenas. Pra remediar a situação, Ultraman revive Hayata como seu hospedeiro, passando a defender nosso planeta enfrentando monstros que causam destruição.

Ultraman foi exibido no Brasil entre o fim dos anos 1960 e meados dos anos 1980 pela TV BandeirantesTV Tupi, TV Record e TVS/SBT, retornando com uma nova dublagem nos anos 1990 pela Rede Manchete, reprisada na CNT e Cine House. Essa versão redublada, distribuída pela Sato Company, chegou a ser lançada também em uma coleção de fitas VHS. Outras exibições posteriores e lançamentos em DVD levantaram suspeitas de ilegalidade.

Após Ultraman, seguiu-se uma franquia de séries que dura até hoje (com algumas pausas). Pela televisão, o Brasil acompanhou Ultra SevenO Regresso de Ultraman Ultraman Tiga. Via streaming, a Netflix chegou a exibir Ultraseven X, enquanto a Crunchyroll exibiu Ultraman MaxUltraman LeoUltraman 80 e Ultraman Mebius, e ainda exibe Ultraman XUltraman Orb Ultraman Geed. Além das séries, vários filmes foram lançados no mercado de home-video e serviços on-demand.

Publicidade
close