Imagem: Tonegawa em capa do volume 1.

Tomohiro Hashimoto, autor de ‘Mr. Tonegawa’, pensa em criar obra sobre COVID-19

Ideia veio após luta com a doença. Hashimoto ficou internado em uma UTI no começo de agosto.

O mangaká Tomohiro Hashimoto falou na última sexta (13) sobre sua internação por COVID-19, ele testou positivo em 27 de julho. Ele é um dos autores de Mr. Tonegawa, junto com Tensei HagiwaraTomoki Miyoshi. A obra é um spinoff de Kaiji, de Nobuyuki Fukumoto.

Hashimoto credita sua contaminação a um descuido, quando saiu para beber com um amigo e não tomou todos os cuidados necessários. Após desconfiar que estava infectado, ele procurou diariamente por um hospital em busca de internação, porém sem sucesso.

No fim, só foi internado no último dia 4, quando ligou para a emergência pedindo uma ambulância. Logo depois de chegar no Hospital Universitário de Tóquio, ele perdeu a consciência e acordou já imobilizado numa UTI e com tubos.

Hashimoto não deixa claro se a perda de consciência foi natural ou induzida por medicamentos (o segundo caso parece mais provável), assim como também não fica claro se esses “tubos” são de uma entubação (a pessoa é sedada durante todo o processo) ou diversos catéters intravenosos (e possivelmente um nasal, pela condição relatada).

Segundo o autor, o quadro evoluiu para pneumonia, e ele quase precisou ser submetido a ECMO (aparelho de oxigenação por membrana extracorpórea). Ele diz ainda não sentir sequelas, mas acredita que terá dificuldades respiratórias.

Hashimoto concluiu dizendo que toda essa experiência o inspirou a escrever um mangá para alertar às pessoas sobre a doença, muito pior que uma gripe comum em suas palavras, e também a mudar seus hábitos, incluindo parar de fumar.


Fonte: Hashimoto via ANN

Publicidade
close