Imagem: O rosto de Laura, a Cure La Mer.

Resenha | Tropical-Rouge! Precure: O que é a Urna do Tolo? | Episódios 22 a 24

Apesar de um “excesso de Laura”, a história de ‘Tropical-Rouge! Precure’ começa a ficar cada vez mais interessante com o surgimento de um mistério envolvendo os vilões.

As férias de verão chegaram! Ao menos em Tropical-Rouge! Precure, com dois episódios recentes tendo como foco a viagem do Clube Tropical até a Ilha Minamino para curtir suas tão merecidas férias depois de um longo período escolar.

O segredo da sereia

Imagem: Laura como sereia, saltando no ar, com lua ao fundo.
Reprodução: Toei/Crunchyroll.

Claro que a viagem teve uma boa dose de aventura e o 22º episódio contou até mesmo com a descoberta de alguns segredos interessantes para o futuro da temporada. Logo que chegam à ilha, as nossas heroínas escutam uma anciã contar a história de um tesouro escondido por uma sereia em uma caverna.

O tesouro se torna alvo de uma busca por parte das garotas, só que Numeri, a pedido do Mordomo, também está procurando o tal tesouro. Para esclarecer melhor, havia dois tesouros escondidos na tal caverna: um anel mágico e um cálice com o poder da motivação.

O primeiro é encontrado por Laura que, como Cure La Mer, acaba ganhando um novo ataque para derrotar uma versão ainda mais forte de um Kero-não criado por Numeri. Preciso aqui pontuar uma coisa: a série tem se focado muito em Laura e isso tem seus pontos positivos e negativos.

Positivamente, Laura tem sido uma personagem bem estruturada e desenvolvida. Negativamente, as outras cures parecem meio esquecidas pela trama. Dar um novo ataque especial para La Mer parece coroar uma preferência do roteiro pela sereia, uma vez que o esperado nesse ponto seria mais um golpe em grupo para as garotas.

Com seu novo ataque, La Mer se torna a única capaz de derrotar os novos Kero-não, com as outras heroínas se tornando quase inúteis nas batalhas, já que precisam da presença dela para vencer qualquer inimigo. Digo quase, porque sei que no calor da luta, todas podem ser úteis, mas não deixa de ser incômodo ver só uma delas podendo dar o golpe final.

Fora esse detalhe, foi um episódio muito bom (e incrivelmente bem animado), não só pela construção de história, como também pela sub-trama da anciã, que desejava ver a sereia do tesouro. O momento no qual ela finalmente vê uma sereia ao luar (que no caso era Laura, e não a sereia da lenda) foi um desses pequenos momentos tocantes que aquecem o coração e fazem de Precure uma franquia tão especial.

E por falar na sereia da lenda, creio que em breve conheceremos mais sobre ela. Algo me diz que ela possa ser a rainha do Grand Ocean, mas também não descarto a possibilidade de ser a Precure lendária, sobre quem não ouvimos falar desde os primeiros episódios.

Festival na ilha

Imagem: Eldinha com o cálice.
Reprodução: Toei/Crunchyroll.

As férias continuaram com um festival na Ilha Minamino durante o episódio 23, no qual as garotas de vestiram formalmente e escreveram desejos em pedras especiais. Novamente, tivemos um “excesso de Laura”: boa parte do episódio girou em torno do desejo secreto da sereia.

Ela não queria as amigas descobrissem sua vontade de aprender a nadar com suas pernas, por julgar isso uma grande vergonha para alguém que havia nascido no mar. A situação toda foi fofa e engraçada, ao menos.

Também durante esse episódio, o Mordomo conseguiu um importante item para a Bruxa da Protelação: o cálice com o poder da motivação (que ele mandou Elda pegar). Graças a um diálogo (ainda do episódio 22), descobrimos que o desejo da vilã principal é usar o poder da motivação para abrir algo chamado Urna do Tolo.

Segundo a história, a urna pode conceder um desejo qualquer a uma pessoa. No passado, um outro ser maligno tentou abrir tal objeto, mas foi impedido e muito provavelmente isso será explorado em breve pela história.
Conhecendo melhor os planos da Bruxa, a trama levantou diversas questões, mas talvez a principal delas envolva o Mordomo em si. Ele tem se mostrado bem misterioso e o modo como falou da urna é no mínimo suspeito.

Meu palpite é que ainda não vimos todas as faces do Mordomo. Não me surpreenderia se ele se tornasse um vilão e sub-chefe tão maligno e interessante quanto o Joker de Smile! Precure. Outra possibilidade é a história transformá-lo em uma nova versão de Elisio de Kira Kira Pretty Cure a La Mode, mas esse é um palpite mais remoto e que acho difícil de se concretizar (nota: não citarei o que acontece com esses vilões para evitar possíveis spoilers para leitores que não viram as outras temporadas).

De volta às aulas

Imagem: Asuka como Cure Flamingo, tapando os ouvidos.
Reprodução: Toei/Crunchyroll.

E como tudo que é bom dura pouco, as férias das meninas acabaram e logo que o Clube Tropical voltou à escola, elas arrumaram encrenca com o Conselho Estudantil. Para resolver o problema, no episódio 24 tanto as alunas do Clube, como o grupo do Conselho resolveram participar de uma gincana televisiva valendo a sobrevivência do Clube Tropical na escola.

Foi um episódio divertido, em especial por causa de Manatsu. Confesso que acho que nunca vi uma líder precure que fosse tão… pouco esperta, digamos assim. Mas isso tem seus pontos positivos, já que gera muitas cenas divertida.

O foco porém, foi em Asuka e sua “briga” com Yuriko, a presidente do Conselho Estudantil. Infelizmente, o motivo das duas se odiarem não foi revelado e nem aprofundado, um banho de água fria. Afinal, era esperado que a essa altura da temporada, conhecêssemos um pouco mais do passado das protagonistas. Confesso que ficarei bem chateado caso o motivo dessa rixa não seja explorado – ou seja uma motivação muito simples.

Apesar de tudo isso, a narrativa de Tropical-Rouge! tem caminhado por uma trilha interessante. Espero que os próximos episódios sejam tão interessantes quanto alguns desses episódios recentes.

P.S.: Ainda no episódio 24, as meninas citam a afinidade de Sango por moda. Fico triste que essa seja a primeira vez que isso seja abordado no animê – e tenha sido uma passagem rápida e sem importância. Sabemos que Sango gosta de moda pela abertura e apenas por isso. Outras cures fashionistas do passado tinham uma ligação muito mais forte com o tema, como a Erika de HeartCatch Precure.


Tropical-Rouge! Precure é exibido pela Crunchyroll com legendas em português de forma simultânea com o calendário japonês. A empresa fornece ao JBox um acesso à plataforma. Confira as outras resenhas da série: episódios 1, 2-3, 4-5, 6-7, 8-10, 11-13, 14-16, 17-18, 19-21.


O texto presente nesta resenha é de responsabilidade de seu autor e não reflete necessariamente a opinião do site JBox.

Publicidade
close