Imagem: A professora Sakuraawa e as meninas de 'Tropical-Rouge'.

Resenha | Tropical-Rouge! Precure: Uma professora em apuros | Episódios 25 a 27

Focando na vida cotidiana das personagens, os capítulos mais recentes do animê mostraram uma professora atrapalhada, uma chuva de meteoros e uma problema no aquário da cidade.

Depois de alguns episódios com um foco maior no desenvolvimento de seu universo mais “mágico”, Tropical-Rouge! Precure ganhou uma série de episódios de slice of life.

Alguns fãs torcem o nariz para esses episódios, mas eu confesso gostar deles. Alguns dos melhores episódios da franquia são justamente esses, porque, a partir deles, conhecemos melhor as protagonistas e todas as pessoas que giram em torno delas. Além disso, são episódios que costumam desenvolver histórias paralelas à luta bem contra o mal.

Como muitas vezes esses episódios não são focados nas heroínas em si, o capítulo 25 foi quase que protagonizado por uma personagem que pouco apareceu até aqui: Sakuragawa, a professora responsável pelo Clube Tropical.

Uma professora e seu pai

Imagem: Manatsu e a professora Sakuragawa.
Reprodução: Toei/Crunchyroll.

No episódio, a professora fica nervosa com a chegada de seu pai à cidade, pois acredita que ele pedirá para que ela abandone a vida escolar para se dedicar aos negócios da família no interior. As garotas então armam um plano para mostrar ao pai de Sakuragawa como ela é uma ótima professora – e claro, tudo vai dando errado.

Sakuragawa é a professora perfeita para o Clube Tropical: ela é atrapalhada, otimista e divertida. O episódio soube usar bem todo o seu lado cômico (já apresentado anteriormente, é bom ressaltar) no desenrolar da história. Ficou faltando apenas um pouco de drama para equilibrar toda essa comédia.

Aliás, drama é uma coisa que anda faltando em Tropical-Rouge! e parece ter sido uma escolha consciente do animê de quase abdicar desse elemento. Uma pena! Episódios de slice of life em Precure costumam unir bem momentos dramáticos com os mais cômico para criar ótimas tramas menores – e acredito que uma roteiro um pouco mais puxado para o drama seria perfeito para esse episódio em específico.

De olho nas estrelas

Imagem: As 5 protagonistas no Clube Tropical e a responsável pelo Clube de Astronomia.
Reprodução: Toei/Crunchyroll.

O Clube Tropical seguiu suas atividades escolares no episódio 26 ao lado do Clube de Astronomia. No caso, Manatsu e o resto do grupo resolveram ajudar a líder desse segundo clube a organizar um evento para ver uma chuva de meteoros que aconteceria na cidade.

A parte interessante desse capítulo, porém, aconteceu quando surgiu uma mudança climática que impediria o evento de acontecer. Acabou sobrando para o pai de Asuka, um homem que dizem ter o poder de acabar com o clima ruim, realizar uma reza com o objetivo de clarear o céu noturno.

Sempre é muito interessante conhecer mais da família das protagonistas, pois já disse aqui que, no passado, isso criou ótimas tramas de desenvolvimento de personagem. Infelizmente, duvido do desenvolvimento relação entre Asuka e seu pai por dois motivos: 1º) Tropical-Rouge! tem se focado muito fortemente na vida escolar das garotas, deixando de lado qualquer drama familiar; 2º) Drama está bem longe de ser prioridade nesse animê.

Esse capítulo também mostrou que o Mordomo tem pegado mais pesado com os vilões da história. Estou bem interessado em saber quais são os reais planos dele e da Bruxa da Protelação – e de ver como os nosso queridos vilões vão evoluir daqui para frente.

Golfinhos e falta de motivação

Imagem: Manatsu abraçando um golfinho.
Reprodução: Toei/Crunchyroll.

O episódio 27 talvez tenha sido o mais interessante (e engraçado) da trinca mais recente de capítulos. Aqui, Manatsu e as outras são convidadas a visitar o aquário da cidade para participarem da abertura de uma nova atração focada em golfinhos.

Manatsu é apaixonada por golfinhos e ama a ideia, mas quando chegam lá, as meninas descobrem que a motivação dos visitantes está sumindo misteriosamente. Cabe a elas investigar o ocorrido e tentar deter um possível Kero-não.

A mudança na dinâmica do episódio, uma vez que a existência de um perigo é colocada logo no início da trama e não mais somente mais próximo ao final, foi um grande trunfo. Tudo foi alinhado junto a boas cenas de comédia (obrigado Manatsu), o que talvez tenha sido o episódio de slice of life mais divertido do anime até o momento. Ficou faltando só o drama mesmo (mas confesso que aqui não precisava disso).


Tropical-Rouge! Precure é exibido pela Crunchyroll com legendas em português de forma simultânea com o calendário japonês. A empresa fornece ao JBox um acesso à plataforma. Confira as outras resenhas da série: episódios 1, 2-3, 4-5, 6-7, 8-10, 11-13, 14-16, 17-18, 19-21, 22-24.


O texto presente nesta resenha é de responsabilidade de seu autor e não reflete necessariamente a opinião do site JBox.

Publicidade
close