Imagem: Personagens de séries da Shonen Jump, como Luffy, Senku e Deku.

Editor da MANGA Plus comenta sucesso e desafios do serviço

Segundo Momiyama, a MANGA Plus tem crescido e se tornado importante, até mesmo para decidir qual série ganhará animê, mas custos de tradução e operação são ainda complicados.

O editor Yuta Momiyama, responsável pela Shonen Jump+ e pela MANGA Plus, disse em uma entrevista que o serviço possui 5 milhões de usuários mensais ativos e capítulos novos de séries populares vai conseguir, em média, 1 milhão de visualizações.

Apesar de não ter números, ele acredita que 10-20% das vendas de quadrinhos venham do exterior e acredita que, em 10 anos, haverá uma divisão entre vendas domésticas e no exterior, caso existe um ambiente melhor para vender mangás digitais.

Momiyama ainda ressaltou a prioridade em tornar versões oficiais acessíveis, e não monetizar em cima de propagandas no site. Ele acredita que serviços como a MANGA Plus diminuem a pirataria por diminuir a demora entre o lançamento nacional e internacional. A popularidade de um mangá no serviço também é importante para definir qual séria terá animação, já que licenças estrangeiras são bastante lucrativas.

Contudo, o serviço possui também seus desafios. Custos de tradução são muito altos, enquanto mecanismos automáticos de tradução são ruins – ele tem esperança que isso mude em 10 anos. Ele acredita que, se for possível produzir “traduções de alta qualidade em idiomas diferente, tudo muda”.

Também há o problema operacional em cada país – a Shueisha não teria recursos para operar em cada região –, e a falta de conhecimento sobre as diversas áreas, como regras e censura local.

A MANGA Plus é uma plataforma oficial de mangás da Shueisha, voltada para o público fora do Japão. Nela, é possível ler gratuitamente os novos capítulos de diversas séries da editora. A Jump+ é a versão japonesa do serviço, com um catálogo muito maior.

Além do site, é possível também baixar o aplicativo oficial e ler pelo celular ou tablet. O serviço foi lançado no dia 28 de janeiro de 2019 e, agora, conta com 5 idiomas: inglês, espanhol, tailandês, indonésio e português.


Fonte: ANN


Nota: O JBox faz parte do programa de afiliados da Amazon e pode ganhar um valor em cima das compras realizadas a partir dos links do site.

Publicidade
close