Imagem: O Kamen Rider Black.

Kamen Rider Black Sun: Novos nomes da equipe do reboot são divulgados

Coletiva de imprensa com outros anúncios acontecerá em novembro.

Kamen Rider Black completa, nesta segunda (4), 34 anos de sua estreia no Japão. A Toei aproveitou o aniversário para divulgar mais nomes para o staff de Kamen Rider Black Sun, série reboot do clássico de 1987.

Apenas o nome do diretor Kazuya Shiraishi (Kyoaku e The Blood of Wolves) havia sido confirmado em 3 de abril passado. O roteirista será Izumi Takahashi, que trabalhou com Shiraishi em algumas de suas produções. Shinji Higuchi, diretor dos filmes Ataque dos Titãs, Shin Godzilla e do vindouro Shin Ultraman, é o criador do conceito visual do Rider e dos monstros. E Kiyotaka Taguchi, diretor de efeitos especiais das séries Ultra, cumprirá a mesma função na nova série.

Kiyotaka Taguchi, Izumi Takahashi e Shinji Higuchi | Foto: Reprodução/ubgoe.com

Uma coletiva de imprensa de Kamen Rider Black Sun está agendada para o dia 19 de novembro. A série estreia na primavera japonesa  (entre março e junho) de 2022.

Foto: Divulgação/Toei/Ishimori Pro

Kamen Rider Black está disponível atualmente na plataforma de streaming Pluto TV – tanto pelo canal TokuSato (342) quanto pelo catálogo on demand. No canal TokuSato, no Youtube, estão disponíveis os primeiros 30 episódios. E a Editora NewPOP deverá lançar o mangá Kamen Rider Black, de Shotaro Ishinomori, ainda este ano.


Fonte: Cinema Today


Kamen Rider Black

Imagem: Kamen Rider Black lutando contra um dinossauro.

Kamen Rider Black foi exibido pelas emissoras japonesas TBS e MBS, de 4 de outubro de 1987 a 9 de outubro de 1988, totalizando 51 episódios (e mais dois para o cinema). Sendo a oitava série da franquia dos motoqueiros mascarados, a proposta inicial era ser um “marco zero”. Ou seja, um novo começo e sem relação com seus antecessores (mas essa ideia logo foi descartada). A trama envolve os irmãos adotivos Issamu Minami (Kotaro Minami) e Nobuhiko Akizuki, que nasceram durante um eclipse solar e foram destinados a disputarem pelo título de Imperador Secular do satânico Império Gorgom. No dia em que completaram 19 anos, Issamu e Nobuhiko foram submetidos a uma metamorfose para se tornarem Black Sun e Shadow Moon, respectivamente. Apenas Issamu consegui escapar, mas adquiriu superpoderes. Como Kamen Rider Black, o jovem enfrenta os monstros da semana enviados pelos sacerdotes de Gorgom. O nascimento de Shadow Moon marca o início da fase final da série, marcada pela morte e ressurreição do “homem mutante”.

Em 1995, a Manchete exibiu a sua continuação, Kamen Rider Black RX (de 1988). Issamu Minami ganha novos poderes e passa a enfrentar os invasores espaciais do Imperio Crisis. Durante a trama, RX ganha duas formas: Robo Rider e Bio Rider. Black RX foi adaptado nos EUA para o bizarro Saban’s Masked Rider, que foi exibido no Brasil pelo extinto canal pago Fox Kids, ao mesmo tempo que a versão original era exibida na TV aberta. Atualmente os direitos de Black RX estão expirados desde quando a Disney era a detentora de Power RangersVR Troopers e Beetleborgs na década de 2000.

Publicidade
close