Imagem: Logo do estúdio WIT.

Estúdio WIT estaria com déficit de 886 milhões de ienes

I.G. Port estaria mais envolvido na gerência do estúdio para controlar as finanças.

Segundo informações independentes, o estúdio WIT, responsável por três temporada de Attack on Titan, teria perdido 40% de seus ganhos de junho de 2020 a maio de 2021 – seriam 501 milhões ienes a menos entrando em caixa (24,5 milhões de reais).

O relatório coloca os passivos da empresa ultrapassando os ativos, totalizando um déficit de 886 milhões de ienes (43,4 milhões de reais). Passivo, no mundo da contabilidade, é tudo que a empresa precisa pagar (incluindo, mas não somente, dívidas), e ativo é tudo que ela possui. Excesso de passivos (e dívidas) pode levar à falência.

As produções mais recentes do estúdio, Vivy e Great Pretender, foram aparantemente acompanhadas de aumento de custos, junto com uma extensão no tempo de produção. Agora, o WIT estaria negociando produções que coubessem no orçamento atual – nesta temporada, temos Ranking of Kings no ar, com produção pelo estúdio.

Ainda de acordo com o texto, séries com um “enfoque em qualidade” acabam tendo o tempo de produção estendido, com aumento de custos e perdas financeiras.

Devido a esse aumento nos passivos, o I.G. Port, uma holding do estúdio Production I.G com a editora Mag Garden, vai se envolver mais ativamente na gerência do WIT. Lembrando que o estúdio é subsidiário da I.G. Port, então não trata-se de uma compra.


Fonte: gamebiz

Publicidade
close