Imagem: Vegeta e Goku lutando em 'FighterZ' na forma Deus Super Saiyajin.

‘Dragon Ball FighterZ’ já ultrapassou 8 milhões de unidades enviadas

‘Dragon Ball Xenoverse 2’ também atingiu a mesma marca!

A Bandai Namco revelou que Dragon Ball FighterZ já ultrapassou 8 milhões de unidades enviadas (às lojas e digitalmente aos clientes, na parte do processo onde a distribuidora ganha o dinheiro), assim como Dragon Ball Xenoverse 2.

FigtherZ foi lançado em 2018 para PlayStation 4, Xbox One e PC via Steam. Quem assina o Game Pass pode jogá-lo também. Já Xenoverse 2 saiu em 2016 e hoje está no PS4, Xbox One, Nintendo Switch, Steam e Stadia.

Ambos são jogos de luta trazendo os personagens icônicos da franquia, desenvolvidos por empresas diferentes: a Dimps fez Xenoverse 2 e a Arc System Works desenvolveu FighterZ, que os fãs geralmente consideram melhor a experiência em partidas onlines.


Fonte: Gematsu


Dragon Ball surgiu como mangá em 1984, sendo uma criação de Akira Toriyama, que anteriormente já tinha emplacado no Japão o sucesso Dr. Slump. Adaptando livremente o conto chinês Jornada ao Oeste, começa contando a história do pequeno Goku, um garoto com uma força extraordinária e um rabo de macaco, que viveu até então isolado da humanidade. Sua vida muda quando uma jovem aventureira chamada Bulma o conhece, procurando por uma das lendárias Esferas do Dragão. Juntos eles entram numa jornada atrás das 7 esferas existentes, que reunidas podem conceder qualquer desejo.

Os quadrinhos viraram uma série animada em 1986, pela Toei Animation. Após 153 episódios, continuou com o título Dragon Ball Z, a partir de 1989. Com os personagens mais velhos, em Dragon Ball Z o foco se consolida na ação, com Goku e outros lutadores enfrentando grandes ameaças contra a Terra.

O mangá original foi publicado no Brasil a partir de 2000, pela Conrad Editora e posteriormente foi republicado pela Panini. O animê Dragon Ball estreou no Brasil em 1996, pelo SBT, que exibiu 60 episódios dublados pela Gota Mágica. Em 2002, a série teve todos os episódios exibidos pela Rede Globo, com uma redublagem pela Álamo, finalizada pela DPN. Uma outra reprise, dessa vez com todos os episódios dublados na Álamo, aconteceu posteriormente no Cartoon Network e Tooncast. Alguns episódios também ficaram disponíveis pelo NOW.

Dragon Ball Z estreou no Brasil pelo Cartoon Network e Bandeirantes em 1999, sendo exibido também pela Rede Globo a partir de 2001. Mais recentemente, teve exibição em HD pela Rede Brasil e teve alguns episódios disponíveis pelo NOW. A Panini publica atualmente uma Edição Definitiva do mangá original.

Dragon Ball Super, sequência da história da série de TV produzida em 2015, foi exibido pelo Cartoon Network (na TV) e na Crunchyroll (streaming), em breve chegando à Band, marcando sua estreia na TV aberta. Um mangá derivado é publicado pela Panini.

Publicidade
close