Imagem: Hime da Crunchyroll com tinta laranja ao fundo.

Crunchyroll Beta, reformulação do site, será lançada mundialmente

Nova versão da Crunchyroll para desktop ficará disponível apenas para 10% dos usuários neste primeiro momento.

A Crunchyroll anunciou hoje (16) a expansão da Crunchyrol Beta, uma versão reformulada do site, para todos os usuários. A nova versão desktop passou por testes apenas com o público dos EUA e ficará a partir de agora em fase de testes mundialmente, mas ainda restrito a alguns usuários.

A versão tem um novo design, com uma interface que não parece mais um site saído de 2008, e novas ferramentas de customização, reformulação da barra de pesquisa, entre outros. Segundo o release, “usuários seletos” (10% dos usuários Premium e 10% dos usuários gratuitos) poderão testar a plataforma, clicando em um botão no cabeçalho do site ou uma pop-up. Mas, em breve chegará a todos.

Quem fizer o teste pode deixar seu feedback em um espaço específico para isso: no menu aberto ao clicar no seu avatar, há um menu com a opção de “Deixar Feedback”, que pode também ser acessada ao final da página. Quem preferir, pode usar, ao menos por enquanto, a versão padrão do site.

O JBox teve a oportunidade de testar a nova versão. Há agora a opção “Navegar” na barra do cabeçalho do site, contendo opções rápidas para quem quiser procurar novidades, séries populares, originais (o nome aqui é “Originals” por ser o nome do “selo”), simulcasts, conferir os próximos lançamentos ou buscar um gênero relativamente popular de série.

Imagem: Tela da Crunchyroll Beta com barra de navegação com opções de pesquisar séries populares, novidades, A-Z, Originais, Simulcasts e calendário de lançamentos e a barra de busca.
Cabeçalho e opções do menu “Navegar” | Reprodução.

A opção de busca ficou no cabeçalho e segue do canto direito da página, mas ela parece um tanto camuflada, podendo causar um pouco de confusão. Além disso, uma barra de busca poderia ser implementada internamente na página aberta ao clicar em “Populares”, “Novidades” ou “A-Z”, para o usuário poder buscar um entre os títulos mostrados com mais facilidade nesse novo menu.

Imagem: Tela do site com menu dos animês populares, com opções de filtros (contendo opções "todos", "legendado", "dublado" para idiomas e "todos", "séries" e "filmes" para tipos de mídia) e alguns títulos populares nos resultados.
Opções do menu na tela de séries populares. | Reprodução.

Voltando ao cabeçalho em cima, ele conta também com as opções “Mangá”, “Jogos” e “Notícias”. Na seção de notícias, também há algumas categorias: Todas as Notícias, Anime Awards, Crunchyroll Expo e Anime Movie Night. A última opção estar presente soa um pouco destoante, já que o evento, além de ser exclusivo dos EUA, não afeta nosso mercado de qualquer forma (diferente da Crunchyroll Expo), mas certamente está lá por “branding”.

O “Todas as Notícias” redireciona para a seção de notícias do site antigo. As outras subcategorias da área redirecionam aos respectivos sites de cada um – por estar na seção de notícias, poderia-se imaginar que eles desembocariam numa seção de notícias mais recentes sobre os eventos, e não nos sites (e dois deles não estão traduzidos para o português). Talvez esses links parecessem mais naturais como parte de um menu abaixo do logo da Crunchyroll ou em uma aba para eventos.

A categoria “Mangá” também redireciona à seção de mangás do site clássico. Já “Jogos” (finalmente traduziram “Games”) nos levar para para a página da Crunchyroll Games, como já ocorre no site antigo.

O novo layout parece uma versão desktop do aplicativo para dispositivos móveis, também reformulado há algum tempo, com design bem mais bonito que o site clássico. Uma alteração bem-vinda é que, ao final de um episódio assistido em tela cheia, o próximo já começa também em tela cheia. Antes, era preciso colocar a tela cheia novamente após ir para a página do episódio seguinte.

Também é possível criar listas customizadas com até 100 séries, como numa playlist do YouTube. A opção de colocar animês na “fila” continua presente. Então, usuários podem agrupar séries da maneira que acharem conveniente e manter ainda a antiga lista de “para assistir”.

Nas páginas de cada série, há a informação se a mesma está dublada e legendada, mas, como ocorre na Funimation, há muitos “dublados” para séries com áudio apenas em inglês, ou em outro idiomas que não o português. Essas séries aparecem como resultados quando uma pesquisa é filtrada com a opção “Dublados”, e isso pode ser um tanto inconveniente, uma vez que a maioria das pessoas usando o site em português provavelmente não estaria buscando dublagens em outros idiomas ao usar o filtro.

Também fosse talvez interessante adicionar o ano de exibição de cada série no Japão nas páginas específicas de cada uma. Tentamos montar uma lista de “Velharias”, mas tivemos que consultar em outras fontes para saber o que se encaixava de alguns resultados encontrados, já que mesmo clicando nas séries não era possível saber.

Imagem: Tela da página de Listas da Crunchyroll.
Menu “Minhas Listas”, trazendo as opções de checar a Fila, as Crunchylistas (listas personalizadas) e o Histórico. | Reprodução.

Agora os avatares devem ser escolhidos entre uma das opções oferecidas, e todas as opções são de séries exclusivas da plataforma – do mesmo modo que a Netflix faz, mas faltam opções neutras (ou seja, que não sejam a mascote ou logo da empresa e nem as séries do catálogo), bastante presentes no streaming vermelho. Presume-se que novos avatares serão adicionados com o tempo.

O cabeçalho da página do usuário também pode ser alterado escolhendo uma das imagens disponíveis, mas nessa parte há algumas opções mais “neutras” – apenas as cores laranja, amarelo e preto –, entre aspas porque, tirando o preto, são tons associados ou facilmente associáveis à marca. As opções de preencher perfil e adicionar amigos foram aparentemente tiradas, seguindo o modelo da Netflix.

Imagem: Tela do nosso perfil (com identidade retirada), usando um avatar da série 'Bananya' e uma imagem de capa de um animê que sinceramente não sabemos qual é.
Perfil do JBox no novo site da Crunchyroll. | Reprodução.

Num geral, o site também parece carregar mais rápido, mas pode ser também devido ao menor fluxo de pessoas, uma vez que ainda está em testes. A nova versão é claramente mais voltada à experiência do streaming, tornando mais rápido e fácil o acesso às séries.

Por fim, vale notar que a tela inicial ainda está com os menus em inglês na parte dos destaques, mas logo os textos em português devem ser adicionados (o texto alternativo dessas imagens também está em inglês).

Imagem: Tela da página inicial do Crunchyroll Beta.
Tela inicial do Crunchyroll Beta, com os destaques ainda em inglês. | Reprodução.

A impressão é que a experiência de navegar e assistir às séries está melhor e mais fluida, embora haja ainda alguns pequenos “poréns”. Fica a dúvida de qual o destino das áreas de notícias e fórum quando o novo site for, eventualmente, implementado para todos e o antigo, descontinuado.


Fonte: Release de imprensa.

Publicidade
close