Imagem: Mangá de Spectreman.

Spectreman: 1º volume do mangá é o quadrinho mais vendido na Amazon

Ainda em pré-venda, a edição nacional será lançada na semana que vem pela editora Pipoca & Nanquim.

Atualmente em pré-venda pela editora Pipoca & Nanquim, o primeiro volume do mangá Spectreman é o quadrinho mais vendido pelo site da Amazon. O lançamento será nesta terça (30), enquanto o segundo volume está programado para sair em 31 de janeiro de 2022. Cada volume terá 436 páginas e custará R$ 74,90.

Imagem: Spectreman na Amazon.
Reprodução: Amazon.

A edição nacional será dividida em 4 volumes – seguindo a nova publicação da Kadokawa Shoten – com periodicidade bimestral. O formato deve seguir os moldes do selo Drago: miolo em papel pólen bold, sobrecapa e marcadores de página exclusivos em cada edição, além de conteúdos extras como entrevistas sobre os bastidores de produção e enciclopédia dos monstros da série.

A primeira versão do mangá de Spectreman foi publicada em 1971, totalizando 7 tomos no Japão. O mangá é uma obra do ilustrador Daiji Kazumine e do roteirista Souji Ushio (pseudônimo de Tomio Sagisu) e trata-se de adaptação da série de TV, com rumos diferentes.

Compre aqui: volume 1 e volume 2.


Fonte: Amazon


O JBox participa de uma parceria comercial com a Amazon, podendo ganhar um valor em cima das compras realizadas a partir dos links do site. Contudo, o JBox não tem responsabilidade sobre possíveis erros presentes em recursos integrados ao site, mas produzidos por terceiros.


Dominantes, às ordens!

Imagem: O Spectreman original.
Spectreman | Foto: Divulgação/P Productions

Com produção da extinta P Productions, Spectreman foi exibido no horário nobre da Fuji TV, entre 2 de janeiro de 1971 e 25 de março de 1972. Totalizou 63 episódios e originalmente teve três títulos: Uchuu Enji Gori (#1~20), Uchuu Enji Gori vs. Spectroman (#21~39) e Spectroman (#40~63). Inspirada na série de filmes Planeta dos MacacosSpectreman é uma criação de Tomio Sagisu (que era atendido pelo pseudônimo Souji Ushio), o consagrado roteirista de clássicos como Vingadores do Espaço e Lion Man (ambos da P Productions).

Após serem banidos do planeta Épsilon (situado na Constelação de Sagitário), habitado por símios dotados de uma grande inteligência, Dr. Gori e seu escudeiro Karas visam a conquista da Terra. Para tentar “resolver” o problema da poluição à sua maneira, Gori cria monstros gigantes para exterminar a humanidade.

Sabendo disso, os Dominantes da Nebula 71 enviam o androide Spectreman para impedir os ataques de Gori. Na Terra, o herói assume a identidade humana como Kenji (Jouji Gamou, no original) e se alia a um grupo governamental G-Men, liderado pelo Chefe Kurata e que investiga estranhos fenômenos ligados à poluição.

Em 1978, a série foi exibida nos EUA como Spectreman, nome este que também foi adotado no Brasil, junto com o inesquecível tema de abertura baseado na canção “The First Day Of Forever“, da banda The Mystic Moods Orchestra.

Spectreman estreou no Brasil em 1980, passando pelas emissoras TVS do Rio de Janeiro (atual SBT Rio), Record e SBT. A dublagem ficou marcada pela interpretação de Luiz Nunes, que emprestou sua voz para o herói-título. Destaques também para dubladores que mais tarde fariam parte da versão brasileira da série mexicana Chaves, como Carlos Seidl (Seu Madruga) e o saudoso Osmiro Campos (Professor Girafales) interpretando Dr. Gori e Karas, respectivamente.

Publicidade
close